Marcos Costa ensina como tirar proveito das bases leves no verão para exibir pele perfeita

Isabela Leal
Do UOL, em São Paulo

Oficialmente, o verão chega ao fim na próxima semana, mas a previsão do tempo mostra que as temperaturas ainda vão continuar altas por um bom tempo. Sendo assim, uma dúvida comum entre as mulheres: usar ou não a base nos dias mais quentes? A dúvida se justifica pois, se analisarmos o aspecto sensorial usar base no verão pode ser incômodo. O calor forte e a transpiração não combinam com algo que precisa aderir à pele. Mas alguns truques, como escolher a textura certa e controlar a quantidade de produto aplicado, podem ser grandes aliados nesta temporada mais quente. Para ajudá-la a deixar a maquiagem fresca e sem excessos, o maquiador Marcos Costa, blogueiro do UOL e responsável pela beleza de vários desfiles da última edição do São Paulo Fashion Week, dá dicas úteis para conciliar verão e uma bonita (e leve) cobertura de pele.

UOL Estilo: Existe alguma super dica para se usar base nos dias mais quentes?
Marcos Costa, maquiador: A base é a etapa mais importante da maquiagem e é um produto que deve ser usado em qualquer época do ano, principalmente no verão, afinal, é nesta época que a pele mais precisa de cuidados e atenção. O ideal é escolher produtos leves, nesse caso uma base líquida, que geralmente é à base de água; e sempre de acordo com o tom da pele, isto é, o mais fiel possível a cor natural. Isso vale também para quando a pele estiver bronzeada: aproxime ao máximo o tom da base a cor do bronzeado adquirido. Mas não vale a pena tomar sol no rosto, os danos em longo prazo são grandes. As mulheres que gostam de uma pele mais bronzeada podem lançar mão de um produto “substituto do sol” como, por exemplo, uma base “bronzant”.

Como fazer para o suor não misturar com a base e ficar aquele efeito melado e artificial?
Escolher o produto certo. Bases que contêm silicone na fórmula são as mais indicadas para o calor, pois deixam aquele aspecto aveludado no rosto, que é lindo, e tem alto poder de fixação. Para saber, é só conferir no rótulo e ver a lista de ingredientes da fórmula.
 
A forma de aplicar a base deve ser diferente nessa época de muito calor?


Em qualquer época do ano, a ordem é nunca exagerar na dose. No verão, então, mais ainda. Minha sugestão é sempre aplicar aos poucos, em suaves batidinhas. Pode ser com pincel ou com as pontas dos dedos, vai depender de como cada mulher prefere. Costumo dizer que se alguém achar sua base bonita deve correr e lavar o rosto. Em outras palavras, usou muito e virou uma máscara. O que tem que aparecer é o efeito, nunca o produto.
 
Existe uma textura que seja a mais indicada para o verão? Que tem o efeito de cobertura, mas que seja leve?
A pele oleosa é bastante comum no Brasil, por isso recomendo produtos líquidos ou ultra fluídos. A base deve ser escolhida de acordo com o tipo da pele. As oleosas combinam com acabamentos líquidos ou bem fluídos; mistas, aceitam bem as bases fluídas e as secas já exigem uma base em creme, porém sempre com uma textura suave.
 
Nem sempre o protetor solar com pigmentos tem um efeito natural sobre a pele, pois é raro que não seja denso. Mesmo assim, ainda é uma boa opção para corrigir a pele nessa época do ano?
Antes de qualquer coisa, protetor solar é saúde, é tratamento. O ideal é escolher um produto que combine com o tipo da pele. E as boas bases já possuem filtro em suas fórmulas. O ideal é um filtro com fator de proteção 30, mas no geral as bases vêm com FPS 15, o que para o dia a dia é suficiente, mas não para o verão. Nesse período de maior incidência solar, sugiro a aplicação de um filtro mais alto, mais potente, antes da base (ou um tratamento adequado para cada necessidade). Ao contrário do que a maioria pensa, não tem problema algum, a pele não vai ficar pesada.

 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos