Acordou com o cabelo ruim? Veja cinco dicas infalíveis para driblar os "bad hair days"

Isabela Leal
Do UOL, em São Paulo

Nós podemos até estar em um bom período do mês – sem TPM – em uma fase boa da vida ou com autoestima nas nuvens, mas acordar e ver o cabelo estranho, com os fios fora do lugar, cheios de frizz, com a franja torta, ou simplesmente diferente do habitual, deixa qualquer mulher sem vontade de sair de casa. O fato, inclusive, tem até nome: “bad hair day”, cuja tradução do inglês significa “dia de cabelo ruim”. Para ajudá-la a contornar o problema, UOL convidou o cabeleireiro Rodrigo Cintra, responsável pelas transformações do programa “Esquadrão da Moda” do SBT, para dar cinco dicas infalíveis que podem ser colocadas em prática nas manhãs de desespero. E ele lembra: “Além dos truques com produtos, as mulheres não devem se esquecer dos penteados: coques, rabos de cavalos de diversos estilos e alturas e tranças. Essas são excelentes opções, porque são modernas e levantam o astral”.

1) Cabelos curtos

Os fios curtos são muito práticos, mas também quando resolvem amanhecer desarrumados é um desastre. Franja fora do lugar, pontas indomáveis, volume no alto da cabeça. De um dia para o outro, literalmente, o corte moderninho se transforma em um capacete. “As grandes aliadas para esses problemas são as pomadas de finalização, mas é importante que seja pomada seca”, ressalta Rodrigo Cintra ao explicar que a versão seca resolve também a sensação de fios oleosos e pesados.

O que fazer: coloque o equivalente a uma moeda de dez centavos em uma das mãos e espalhe bem friccionando uma mão na outra. Aplique nos fios secos indo das pontas para a raiz. “É só passar, polir e modelar como quiser. Vale arrepiar, amassar, definir costeleta, arrumar a franja, enfim, a ideia é transformar os fios rebeldes em um estilo”, explica o expert. Atenção: ao espalhar a pomada tome cuidado com os anéis, para que nessa região não acumule o produto, isso pode comprometer o resultado, pois certamente haverá uma dose extra em alguma região dos cabelos.

2) Fios lisos

Quem falou que fio liso não dá trabalho? Ledo engano. Um dos grandes fantasmas das lisas é acordar com os cabelos oleosos. “Sim, isso acontece com frequência, já que a oleosidade percorre os fios retos com facilidade, deixando-os pesados e com a aparência de sujos, o que nem sempre é verdade, mas é constrangedor”, esclarece Rodrigo.

O que fazer: “lave” os cabelos com xampu seco. Eles são vendidos em forma de spray e basta aplicá-los nos fios espalhando bem e cobrindo completamente. “Esse produto tem o poder de absorver a oleosidade como se fosse um talco. Além disso, grande parte deles tem um cheiro bom, o que os torna eficazes também para aquele dia seguinte da balada, que não dá tempo de lavar, mas é preciso dar um jeito no cheiro característico provocado pelos lugares fechados”, lembra Cintra.

3) Volume excessivo

Talvez esse seja o maior fantasma do “bad hair day”. Ninguém merece acordar e ver os cabelos como um balaio no espelho. Mas a boa notícia é que a solução é simples e pode ser útil até mesmo para os dias “de cabelo bom”.

O que fazer: comece secando os fios com o jato do secador direcionado para baixo, passe os dedos entre os cabelos, em direção aos ombros, para discipliná-los. Com os fios ainda mornos faça um rabo de cavalo no meio da cabeça, atrás, ou bem perto da nuca, evite fazer muito alto para não produzir volume na raiz. Torça os cabelos formando um coque e prenda com um palito. “O cabelo morno tende a pegar forma”, justifica Rodrigo Cintra. Deixe assim por dez minutos – o tempo de esfriar. Solte os cabelos e finalize com óleo de argan, sem exagerar, no comprimento e pontas, nunca na raiz. Os lisos ficam com um movimento natural nas pontas, os ondulados ganham um estilo divertido e também ficam com ondas bem naturais, e as pontas espigadas dos alisados são disfarçadas deixando o cabelo mais moderno.

4) Franja desajeitada

É muito desagradável acordar com os fios da franja indisciplinados, separados, pendentes para um lado, enquanto o habitual é do outro lado, ou com o redemoinho levantado. Outra coisa comum é a franja ficar oleosa durante a madrugada, mesmo que os cabelos tenham sido lavados na noite do dia anterior. A franja fica muito próxima da testa, região de oleosidade natural ou proveniente dos cremes aplicados antes de dormir. 

O que fazer: faça um rabo de cavalo e lave apenas a franja, utilizando seu xampu habitual com um pingo de condicionador na sequência, aplicado nas pontas. “O ideal, nesse caso, é deixar secar naturalmente, assim ela fica mais bonita. Mas quem preferir, por alguma necessidade, pode secar com o secador também”, sugere Rodrigo.

5) Ponta espigada

Esse é um problema comum para as alisadas, acordar com as pontas dos fios muito retas, como se estivessem duras. Mas deixá-las com um aspecto natural é fácil.

O que fazer: aplique um reparador de pontas na extremidade dos fios e faça um babyliss só nas pontas. “É rápido e não precisa fazer em diversas mechas. Basta dividir os cabelos em quatro partes e modelar cada uma delas. Os fios ficam com um movimento natural incrível”, ensina Rodrigo Cintra.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos