Cachos saudáveis e bonitos: aprenda o que fazer e o que evitar para conquistar ondas perfeitas

Isabela Leal
Do UOL, em São Paulo

Uma pesquisa feita pelo Ibope em 2011, encomendada por um grupo fabricante de produtos de beleza, mostrou que 68% das mulheres brasileiras têm alguma ondulação nos cabelos: fios cacheados (26%), ondulados (26%) e crespos (16%). E nos salões de beleza, outro dado, esse não formal, mostra que elas cada vez mais buscam assumir os cachos e fazem de tudo para mantê-los bonitos e bem cuidados. “Já era aquela história de não assumir os cachos, de que cabelo bonito tem que ser liso. A mulher brasileira agora percebe que o cabelo ondulado ou cacheado é sexy, feminino. A palavra de ordem atual é liberdade, movimento. E assumir esse estilo traz essa libertação”, diz o cabeleireiro Eron Araújo, do Salão Blend, de São Paulo.  “Essa onda de liberdade está aparecendo agora, mas nós já apostávamos nela na década de 90. Sempre incentivamos as cacheadas a manterem sua identidade porque sabemos que muitas mulheres acabam cedendo à ditadura do cabelo liso, com a chapinha, produtos alisantes e mais recentemente, com o alisamento definitivo”, ressalta Lúcia Santana, Coordenadora Técnica das Cabeleireiras do Instituto Beleza Natural, do Rio de Janeiro, especializado em crespos e ondulados há 18 anos.

Hidratar é a palavra de ordem
Mas para exibir cachos incríveis, no entanto, não basta ser apaixonada por eles – esse tipo de fio tem características específicas e exige cuidados diários para ficar bonito e definido. Os problemas mais comuns são excesso de volume, indisciplina, frizz, falta de brilho e ressecamento no comprimento e nas pontas. “Por conta do formato em espiral, o óleo natural que sai do couro cabeludo não consegue chegar até as pontas do cabelo, por isso ele é naturalmente ressecado, além de ser, na maioria das vezes, um cabelo muito fino e volumoso”, explica o cabeleireiro Célio Faria, proprietário do Instituto de Beleza que leva seu nome, em Belo Horizonte. Todos esses fatores contribuem para deixar os cabelos cacheados e crespos mais vulneráveis aos danos. “Por isso que a grande dica para as cacheadas é hidratar sempre os fios, para repor a umidade com produtos próprios para essa finalidade”, complementa Lúcia Santana, do Rio de Janeiro.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos