Conheça os tipos de mechas que vão ditar o tom de loiro do verão 2013

Olivia Silveira
Do UOL, em São Paulo

A estação mais quente do ano está chegando. E é nesta época que as brasileiras iniciam a corrida pelo bronzeado perfeito e os cabelos claros já característicos da estação. Os fios iluminados, com aspecto natural, como se estivessem sido clareados ao sol, aparecem como o look queridinho dos salões de beleza durante toda a temporada. Ombré hair, 3D, Balayage, Californianas e Texanas. A lista que traz os tipos de mechas loiras é extensa, mas antes de escolher o visual, é preciso saber como funcionam as técnicas de coloração e qual é o resultado desejado.

A primeira regra é básica. As mechas grossas têm uma finalização marcada e as mais finas se tornam mais difusas. Quem ensina é a colorista Jô Nascimento, do Espaço Jô Nascimento, em Limeira (SP). A profissional explica que o clareamento no contorno do rosto é fundamental para dar um ar mais leve e jovial ao visual. “Se não desejamos fazer mechas na cabeça toda, podemos apenas iluminar o topo e ao redor do rosto”, diz.

Importante saber também a diferença (fundamental) sobre o uso de tiras de papel para obter o tom desejado. “Assim, podemos trabalhar mechas com mais precisão e o clareamento fica mais rápido por conta do aquecimento que ele provoca”, ensina. Já quando trabalha-se em aberto, isto é, sem papel, o resultado fica mais natural. “Aí precisamos utilizar clareadores adequados para este tipo de serviço”, diz Jô.

  • Elizabeth Hurley, Helen Hunt e Rosamund Pike são adeptas da técnica Balayage Riviera Voyage. As mechas são difusas, feitas em dois tons

Quem tem medo daquela desfiada comum na hora de fazer a mecha - geralmente feita com pente fino - pode ficar tranquila. Segundo a hairstylist, esse processo não prejudica o cabelo e apenas seleciona os fios que serão clareados. “Assim, não aparece uma divisão drástica entre o claro e o escuro”, afirma. E ela ainda completa: “Na verdade, os possíveis prejuízos não são provenientes das técnicas e sim do uso inadequado do produto de clareamento”.

Muitos profissionais utilizam o método desfiado aliado ao papel. De acordo com o colorista argentino Fredy Parra, do salão Retrô Hair, em São Paulo, o objetivo é dar um efeito mais natural e iluminado com mechas finas, típicos do Ombré Hair, quando as pontas são mais claras que a raiz. A técnica ainda protege as madeixas de marcas indesejadas. “O papel facilita o trabalho na hora de localizar as mechas. Prefiro aqueles de seda ou esponja, já que o de alumínio acelera o processo e resseca os fios”, diz o profissional, abrindo mão do método mais comum.

Alguns processos caíram no desuso. É o caso da touca de borracha, que hoje em dia virou raridade nos salões. “Ela não permite o retoque da raiz e acaba somando cada vez mais mechas, já que você não consegue visualizar os fios que está puxando. Em pouco tempo, a cabeleira está loira e precisando de retoque”, resume Fredy.  

  • Alice Dellal, Drew Barrymore e Alexa Chung preferem o estilo pontas claras, conhecido como Texana. O look, que traz mechas desalinhadas, parece resultado de muito sol

O que vem por aí

“Balayage Riviera Voyage é o que tem de mais novo no mercado”, explica Jô Nascimento. Na prática, os cabelos são clareados de maneira difusa e com mais de dois tons, atribuindo um ar sofisticado ao look. O efeito é de madeixas mais claras do meio para as pontas com leves sombreados no restante da cabeça. “Pode ser aplicada em cabelos que já possuem mechas, basta aproveitar os clareamentos que são interessantes e acrescentar os outros tons”, explica.

Outra que promete fazer sucesso é o New Ombré Hair. Trata-se de um sombreamento no comprimento e pontas, só que com luzes discretas que iluminam a raiz. Por fim, as Texanas também chegam com tudo. Dando aquele ar de “foi culpa do sol”, ela começa a cinco dedos da raiz com mechas de espessura média. Tudo sem marcar, para dar um efeito desalinhado propositalmente.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos