Miss Dior Chérie é uma das melhores fragrâncias de luxo massificado do mercado

por Chandler Burr, do "The New York Times" *
Notas Perfumadas

  • Criadora: Dior Gênero: Feminino Avaliação:

O estilista Christian Dior lançou seu primeiro perfume, Miss Dior, pelas mãos dos grandes perfumistas Jean Carles e Paul Vacher em 1947. O perfume tinha três características: era irremediavelmente francês, estilistica e enfaticamente pré-guerra e totalmente apropriado para sua época.



Miss Dior vinha carregado de notas animais. Seu efeito abrangente (axilas, corpos suados) cristalizou a abordagem francesa durante um período no qual a civeta natural, uma substância extraída da glândula anal do gato-de-algália, era usada frequentemente na perfumaria. Como a civeta natural foi banida do mercado há anos, hoje o Miss Dior é impossível de ser usado.

Portanto, quando a maison Dior escolheu a perfumista Christine Nagel para criar um flanker, uma fragrância derivada do Miss Dior para o século 21, Nagel não entregou nenhuma referência do original. Ela simplesmente começou do zero, mesmo sob a direção criativa de John Galliano, da Dior.

Miss Dior Chérie, lançado em 2005, é uma das melhores fragrâncias de luxo massificado do mercado. Enquanto, claramente, um perfume significa fazer dinheiro para a Dior e sua empresa-mãe, a LVMH (e tem entregado ótimos resultados), a fragrância atinge um nível respeitável de qualidade e excelente competência técnica.

Nagel construiu um perfume que deixa claro, na mesma hora, que é feminino, embora evite o peso do talco ou dos aldeídos - que passam a ideia de "mais velha do que qualquer mulher quer se sentir"-- e que marca fragrâncias como Chanel No. 22 e White Linen, de Estée Lauder. É um floral vigoroso, claro, mas que se esquiva daquele caráter floral sério e hardcore do Fracas, de Robert Piguet, e oferece, ao invés disso, uma flor que encanta e seduz. Enquanto talvez não seja o mais sério da atual safra de fragrâncias florais - é uma flor imaginária em todos os sentidos, um buquê composto com cada um de seus elementos, equilibrados com precisão - ele é agradável. Nagel misturou a quantia certa de doçura e frutas, com um leve toque refrescante para enfatizar a frutose. Se você cruzar com ele na rua vai ficar feliz porque alguma mulher resolveu usá-lo.

Dior Chérie é menos impressionante que J'adore, mas este é seu encanto paralelo. Um perfume que agrada ao invés de impressionar sempre vai ter seu espaço, assim como uma garota bonita será benvinda onde quer que ela vá. Não é uma fragrância que evoca uma reação intelectual. É um perfume que fala, com doçura, com a natureza humana.
 

Tradutor: Erika Brandão

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos