Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/album/2011/05/12/areas-de-lazer.htm
  • totalImagens: 190
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
Fotos
A área da churrasqueira da casa Alphaville integra-se à piscina e à sala de jantar. O piso em mármore piguês dá continuidade ao empregado na área social interna, dominada pelo living. No espaço, o bar tem acabamento de granito com bordas apicoadas. O interiores são uma criação da arquiteta Carla Kiss Marcelo Stammer/ Divulgação

Mais
O pergolado de concreto cobre uma das áreas para refeições (ao fundo) da casa Alphaville, projetada pela arquiteta Carla Kiss. A piscina aquecida e com borda infinita é circundada por pisos atérmicos em placas cimentícias. Toda a fachada lateral recebeu esquadrias de PVC (Weiky) e vidros verdes duplos, que oferecem melhor vedação e confortos térmico e acústico Marcelo Stammer/ Divulgação

Mais
Da área de churrasqueira da casa Alphaville, integrada à piscina e à sala de jantar, avista-se a escada que leva ao pavimento superior ou ao subsolo. Eixo de conexão entre os diversos ambientes sociais da residência assinada por Carla Kiss, a churrasqueira oferece diversão com karaokê instalado em um móvel sob medida e com acabamento laqueado (MK Móveis e Decorações) Marcelo Stammer/ Divulgação

Mais
O ponto mais alto da fachada posterior da casa Campinas, com arquitetura assinada por Teresa d'Ávila, tem caixa para o armazenamento da água de reuso. O terreno em declive também possibilita a condução da água pluvial para a cisterna com capacidade para 10 mil litros, instalada sob as cadeiras e o guarda-sol Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
Um vazio sob os degraus ao lado da piscina abriga a casa de bombas, que faz funcionar um sistema de filtragem e tratamento de água. A paisagista Renata Kassis e o engenheiro agrônomo José Américo Turri trabalharam juntos no sistema de irrigação distribuído sob gramados, canteiros e vasos. O sistema é automatizado e libera o volume necessário por gotejamento, de acordo com o tipo de planta. Na casa Campinas, com arquitetura de Teresa d'Ávila, parte da água vem de reuso Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
A piscina da casa Campinas é revestida com pedras vulcânicas (Palimanan) e a prainha tem seixos rolados isolantes. O piso mais claro, ao redor do tanque, é feito em peças da Castelatto, compostos de material cimentício com cacos de conchas recicladas. A arquitetura é assinada por Teresa d'Ávila Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
A cobertura curva com 20 m de extensão se destaca em meio às montanhas que formam o cenário para a casa Samambaia, projetada pelo arquiteto Rodrigo Simão. Composto por assoalho de cumaru, manta asfáltica e telhado "shingle" (manta de fibra de vidro saturada com asfalto e grânulos cerâmicos), o telhado tem formato que melhora o conforto térmico dos ambientes. Em primeiro plano, a piscina André Nazareth/ Divulgação

Mais
No topo de uma casa, esta piscina com borda infinita se integra às águas do Mar Egeu. A morada com 198 m² fica em em um terreno rochoso da ilha grega de Tinos e tem projeto assinado pelo escritório Kois Associated Architects Divulgação/ Kois Associated Architects

Mais
Projetada entre dois prédios, na altura do décimo andar, esta piscina permite ao morador nadar sobre uma rua de Londres. O condomínio Embassy Gardens, situado na margem sul do rio Tâmisa, foi desenvolvido pelas empresas EcoWorld e Ballymore em parceria com o escritório de arquitetura Arup Associates. Cada apartamento está sendo vendido a partir de 602 mil libras, o equivalente a quase R$ 3,5 milhões (cotação em 10.02.2016) Divulgação/ Embassy Gardens

Mais
A equipe do Wiel Arets Architects (com escritórios na Holanda, Alemanha e Suíça) desenhou essa piscina no topo da Casa Jellyfish, localizada em Marbella, na costa mediterrânea da Espanha. Sua estrutura de vidro filtra os raios solares e ilumina naturalmente a área de estar externa Divulgação/ Wiel Arets Architects

Mais
Esta piscina toda em mármore preto tem vista panorâmica para a região norte de Tel Aviv, em Israel. O apartamento com 600 m² abrange um andar inteiro na cobertura de um edifício e tem projeto assinado pelo israelense Pitsou Kedem Amit Geron/ Divulgação

Mais
O arquiteto Adrián Noboa incluiu essa piscina com borda infinita no projeto de reforma da residência situada em uma colina no distrito de Ancón, na região litorânea do Peru. A casa foi desenhada originalmente em 1958, pelo suíço Theodor Cron Renzo Rebagliati/ Divulgação

Mais
Esta piscina luxuosa conta com uma cascata (ao fundo), um deck com espreguiçadeiras e vista para a paisagem natural da cidade de Assinie-Mafia, na Costa do Marfim. Projetada pelo escritório Koffi & Diabaté Architectes, a casa com 833 m² foi concluída em 2007 François-Xavier Gbré/ Divulgação

Mais
Os arquitetos Dokhi Sarbandi, Hadi Shapourian e Ali Shariati, do escritório iraniano Karand, desenharam essa piscina que contorna a construção por completo. Localizada na cidade de Säveh, no Irã, a casa Shams Villa concluída em 2013 tem design simples, com elementos inspirados na arquitetura e na cultura persas Divulgação/ Karand Group

Mais
Na casa Acapulco é possível ficar dentro da piscina, sob a sombra e sem se molhar: há uma espécie de ilha (deck de madeira) que dá sustentação à mesa e ao ombrelone. As espreguiçadeiras estão posicionadas na áreas mais rasa do tanque, a prainha. O projeto de decoração é assinado por Bianka Mugnatto Eduardo Euksuzian/ Divulgação

Mais
O espaço gourmet desta residência em Araucária (PR), projetado pela arquiteta Juliana Lahóz, apresenta piso em porcelanato e forro de madeira, além dos pendentes em estilo "country". O balcão da churrasqueira é revestido com porcelanato que imita os ladrilhos hidráulicos. O mobiliário da cozinha é feito sob medida em MDF Divulgação

Mais
O canto da churrasqueira conta ainda com forno e fogão à lenha. O acabamento é feito com porcelanato tabaco (60 cm x 60 cm), e foi escolhido pela arquiteta Juliana Lahóz para a área gourmet da residência na cidade de Araucária, no Paraná. Na parede (ao fundo), o porcelanato imita peças de ladrilho hidráulico Divulgação

Mais
[VENCEDOR] O Melhor da Arquitetura 2015 - categoria "Reforma de Casa": Residência Brise, no Rio de Janeiro - Gisele Taranto Arquitetura. A casa de esquina com 1.245 m² tem ambientes sociais que se abrem para o pátio interno com piscina, solário, churrasqueira e sauna Denilson Machado/ Divulgação

Mais
[VENCEDOR] O Melhor da Arquitetura 2015 - categoria "Casa de Praia": Casa Txai, na Bahia - Studio MK27. Em linhas modernas e modulada por vãos de 9,7 x 6,3 m, a ala social da casa é uma grande varanda. Este espaço generoso se abre para o pátio ajardinado com piscina Fernando Guerra/ Divulgação

Mais
A superfície da piscina está no mesmo nível da sala de estar envidraçada. Sua extensão é de 14 m, ideal para prática de natação. A Casa Milan foi projetada para ser um ponto de encontro e vida social intensa, como um clube. O paisagismo, tipicamente tropical, vem sendo desenvolvido pela arquiteta Marlene Milan Acayaba, desde meados da década de 70 Nelson Kon/ UOL

Mais
Nas paredes e no teto da varanda - Está pensando em renovar a área externa? Inspire-se pela na de Ana Dieuzeide, André Victor de M. Alves e Laila Santos para o projeto Largo das Águas e utilize tábuas corridas para revestir paredes e teto. Quer mais uma dica? Combine o material com acabamento marmorizado para dar refinamento ao ambiente | A Casa Cor Espírito Santo (www.casacor.com.br) ficou em cartaz até 10 de novembro de 2015 Felipe Araújo/ Divulgação

Mais
Os amplos jardins da parte posterior do Palácio da Alvorada, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, cederam espaço - em parte - para a grande piscina Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A piscina para o uso privado do presidente em exercício, atualmente, Dilma Rousseff, é cercada pelo piso de pedra. O espaço é assistido pelo bar (à esq.). O Palácio da Alvorada foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O jardim revestido com grama São Carlos (Axonopus compressus) tem espreguiçadeiras de corda dispostas à frente da piscina com fonte guarnecida pela mureta com grama amendoim (Arachis repens), vasos de minirrosas (Rosa x chinenensis) e pés de laranja kinkan (Citrus japonica). Atrás, um grande espelho é combinado com a treliça que apoia a trepadeira jade (Strongylodon macrobotrys) para arrematar o paisagismo, com projeto de Gigi Botelho, desta residência na zona sul de São Paulo Divulgação

Mais
Na casa Botucatu, os espaços são organizados em diferentes blocos sob uma espaçosa cobertura de concreto aparente, que faz referência à arquitetura moderna paulista, sobretudo ao trabalho de João Batista Vilanova Artigas (1915-85). Muito aberta, a residência foi projetada pelo escritório FGMF Arquitetos Rafaela Netto/ Divulgação

Mais
A estrutura da Casa Botucatu, com projeto da FGMF Arquitetos, é como um grande guarda-chuva de concreto, que abriga volumes diferenciados pela sua função de uso e material construtivo, com espaços fluidos entre o interno e o externo. Por ser muito aberta, a casa se volta para os arrimos no fundo do terreno, e tem garagem e serviços voltados para a rua Rafaela Netto/ Divulgação

Mais
A piscina, que parece entrar construção adentro, é revestida de pedra mineira e se volta para os taludes que protegem a intimidade da casa Botucatu de uma possível invasão de privacidade a partir dos terrenos vizinhos. A implantação voltada para os fundos e em um patamar terraplenado mais profundo foi fundamental para o desenvolvimento do projeto, assinado pelo escritório FGMF. Na área externa, sofás são da Butzke e as espreguiçadeiras posicionadas na "prainha" são Grace Tela Rafaela Netto/ Divulgação

Mais
A estrutura da casa Botucatu, com projeto do escritório paulistano FGMF Arquitetos, é baseada em uma ampla cobertura de concreto. As suítes ficam no pavimento superior (à esq.), construído com compensado naval resistente à ação do tempo. O sistema conta com venezianas-camarão, em fechamento cego. A uniformidade é conseguida porque as esquadrias ficam escondidas, como se a caixa de madeira fosse inteiriça Rafaela Netto/ Divulgação

Mais
Na proposta arquitetônica do escritório ONG&ONG, a árvore pré-existente no terreno fazia parte do jardim de uma antiga construção na Malásia. O exemplar foi mantido e faz parte da nova área de lazer graças ao deck de madeira, instalado em torno da planta Divulgação/ ONG&ONG

Mais
É possível "andar sobre a água"? Na Casa do Penhasco, a piscina fica na cota mais baixa do terreno (em relação ao bloco residencial) e serve para trazer a paisagem para mais perto da casa. Sob o sol, a piscina se torna uma enseada tranquila e convida à contemplação. A obra foi projetada pelo escritório Fran Silvestre Arquitectos, em Calpe, Alicante, no litoral da Espanha Diego Opazo/ Divulgação

Mais
Para acentuar a ideia de integração entre a residência e a paisagem e trazer o mar para perto da Casa do Penhasco, os arquitetos do escritório Fran Silvestre projetaram uma piscina com borda infinita em Calpe, Alicante, no litoral da Espanha Diego Opazo/ Divulgação

Mais
Na área externa, os sofás modulares, as mesas de apoio e as cadeiras Flat têm design assinado pelo designer Mario Ruiz (Gandía Blasco) e o piso leva placas de mármore branco L'Antic Colonial (Grupo Porcelanosa). O projeto de interiores para a Casa do Penhasco, no litoral espanhol, foi desenvolvido por Alfaro Hofmann Diego Opazo/ Divulgação

Mais
Neste jardim com 11 mil m² em Trancoso, na Bahia, o paisagista Marcelo Faisal fez uso de plantas comuns na restinga como cajueiros (Anacardium occidentale) e licuris (Syagrus coronata), além de algumas outras espécies como coqueiros (Cocos nucifera L.) e bromélias que enfeitam a área em redor da piscina Divulgação

Mais
Junto ao deck da piscina com formato orgânico, o paisagista Marcelo Faisal dispôs coqueiros (Cocos nucifera L.) e bromélias. Para o relaxamento dos usuários, confortáveis móveis de fibra e ombrelones. O jardim com 11 mil m², de uma residência em Trancoso, na Bahia, é baseado em plantas regionais, características da restinga Divulgação

Mais
De frente para o mar, o jardim tropical desta casa em Ilhabela (SP) abriga diferentes níveis de piscinas, ladeadas pelos decks de madeira itaúba, além dos coqueiros, helicônias, palmeiras e pândanos. O projeto foi definido pelo paisagista Alex Hanazaki Divulgação

Mais
O jardim, que era um talude (rampa) muito íngreme e sem uso, foi transformado e ganhou dois níveis. No mais alto, foi construída a piscina. Com projeto original de Vilanova Artigas (1944), a casa em São Paulo foi reformada pelo arquiteto Arthur Casas Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A piscina da Slice House é um bloco flutuante: a superfície da água está no mesmo nível do piso do pavimento superior e a parede com que o deck faz contato (alvenaria, acima do nível da água) abriga um ambiente para hóspedes. Abaixo do nível da água, a parede da piscina é de vidro estrutural e funciona como janela para a sala de estar. A casa em Porto Alegre (RS) tem projeto do escritório Procter-Rihl Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A piscina da Slice House, com 1,2 m de profundidade, está sobre uma laje de concreto com 20 cm de espessura. O tanque é apoiado em apenas três de seus quatro lados. A piscina entra em contato com a porção interna da casa por uma face de vidro estrutural, com 3,5 m de largura, que funciona como uma janela para a sala de estar. A construção em Porto Alegre (RS) tem projeto do escritório Procter-Rihl Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A Casa Jatobá surge rasgando a paisagem de Santana do Parnaíba (SP). Projetada pelo escritório Gesto Arquitetura, tem, na face posterior, uma piscina com deck de madeira e um elevador cilíndrico e transparente (à dir.). Ao fundo, o volume antecedido por brises ripados é tomado pela suíte do casal Nelson Kon/ Divulgação

Mais
A Casa Jatobá surge rasgando a paisagem de Santana do Parnaíba (SP). Projetada pelo escritório Gesto Arquitetura, tem, na face posterior, uma piscina com deck de madeira Nelson Kon/ Divulgação

Mais
Como esta varanda tem dimensões generosas, a designer de interiores Silvana Borzi empregou uma ampla bancada junto à área da churrasqueira, com mesa de jantar integrada. As cadeiras criadas por Charles e Ray Eames em amarelo e os pendentes de cobre se destacam na decoração neutra Henrique Ribeiro/ Divulgação

Mais
Assinada por Erica Salguero, a varanda gourmet com 41 m² foi projetada para ser um ambiente aconchegante e com ares rústicos. Na composição, o destaque fica por conta dos tijolos aparentes e do mobiliário de madeira Divulgação

Mais
No projeto do Amadeu + Castro Arquitetura, a varanda gourmet tem uma churrasqueira e uma bancada acoplada a uma pequena mesa de jantar, com quatro lugares. Sobre o móvel, os vasos de vidro com suculentas combinam com as cadeiras em acrílico Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
Na estreita varanda gourmet, Raquel Kabbani desenhou uma área compacta para abrigar a churrasqueira. O acabamento preto do móvel planejado contrasta com a mesa de jantar e os bancos em madeira maciça Divulgação

Mais
Na varanda gourmet, uma criação de Fernanda Pinheiro, a bancada escura conta com três banquetas brancas que combinam com a parede da churrasqueira, revestida com pastilhas de vidro e mármore. O espaço tem também uma área de estar com sofá J. Vilhora/ Divulgação

Mais
A mesa de jantar em madeira possui uma bancada integrada feita de superfície de quartzo (Silestone) cinza. A combinação de materiais nobres dá um ar elegante à varanda gourmet, assinada por Roberta Banqueri Levi Mendes/ Divulgação

Mais
Desenvolvida para um casal com dois filhos, que adora receber, a varanda gourmet assinada por Karina Korn tem tijolos aparentes que remetem ao clima de uma casa de campo. Além da churrasqueira, a arquiteta incluiu no projeto um forno de pizza Divulgação

Mais
Projetada para encontros informais, a varanda gourmet conta com uma churrasqueira, além de mesa com cadeiras assinadas pelo designer francês Philippe Starck. O espaço criado por Eliane Fiuza, Gustavo Prado e Bel Vasconcelos é o principal cômodo do apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, desenvolvido para um casal que adora receber os amigos em casa Juliano Colodeti/ MCA Estúdio/ Divulgação

Mais
Assinada por Merê Esteves + Lucchesi Razuk Arquitetura, a varanda gourmet com 22 m² tem área para churrasqueira composta por um pequeno balcão e uma pia. No projeto, os profissionais mantiveram o piso de ladrilhos hidráulicos original do imóvel Divulgação

Mais
A varanda gourmet projetada pela arquiteta Camila Klein é bastante ampla e confortável, ideal para reunir a família em momentos de lazer. O espaço conta com churrasqueira, TV, uma extensa bancada e uma mesa com dez lugares Divulgação

Mais
Na varanda gourmet com 18 m², Cristiane Schiavoni planejou a marcenaria que abriga a churrasqueira, uma pia e armários para acomodar acessórios e eletrodomésticos. Para compor um espaço descontraído, a mesa para refeições combina cadeiras azuis e um banco de madeira Divulgação

Mais
A piscina sofreu uma pequena alteração em seu desenho original: a proposta apresentada no anteprojeto previa uma forma mais orgânica e com escada de acesso em uma das extremidades. A versão construída é mais geométrica e não tem escada para o acesso. A casa RP fica em Brasília (DF) e tem projeto de João Filgueiras Lima, o Lelé Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A residência Walter Moreira Salles, na Gávea, Rio de Janeiro, abriga hoje a sede do Instituto Moreira Salles (www.ims.com.br). A piscina é cercada por mata tropical densa e conta com área de apoio (banheiros) ao fundo. O projeto de paisagismo, dos anos 1950, é de autoria do paisagista Roberto Burle Marx. Já o pavilhão em concreto foi construído numa reforma realizada pela família Salles - a mesma intervenção em que o piso original de pedra portuguesa foi substituído por placas de granito bruto Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Na piscina destacam-se palmeiras açaí e árvores pau-mulato. O projeto de paisagismo original, datado da década de 1950, é assinado por Roberto Burle Marx e foi desenvolvido para a então residência do banqueiro, empresário, diplomata e advogado Walter Moreira Salles. Hoje, o local é a sede do instituto cultural IMS (Instituto Moreira Salles - www.ims.com.br) Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Nessa residência em Curitiba, PR, a abertura zenital foi construída sobre a área de lazer, que mesmo fechada, precisava receber luz natural. O projeto é de Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande Divulgação

Mais
A cozinha externa e rústica, pensada pela arquiteta Paula Gambier, conta com fogão a lenha, forninho com tampa de ferro trabalhada e churrasqueira dispostos em linha. Os tozetos de ladrilho hidráulico e a pintura terra cal reforçam o estilo "caipira" do espaço Divulgação

Mais
A arquitetura do bloco dos fundos (lazer) da casa LM/RM tem lajes planas, mas mantém os pilares em concreto aparente e os pisos de limestone. A sauna e os vestiários estão no mesmo nível da churrasqueira (à dir.). Por trás, no nível da rua, fica a garagem. A piscina é revestida com cerâmica 10 cm x 10 cm (Portobello), tem prainha e espreguiçadeiras em tela plástica e estrutura de aço inox. A casa no interior de São Paulo tem projeto da arquiteta Cecilia Vicente de Azevedo Alain Brugier/ Divulgação

Mais
No bloco de lazer também está a garagem. Ela corresponde ao volume branco e mais alto da construção e está no mesmo nível da rua de acesso à casa LM/RM. Essa parte da construção, a vegetação e o desnível em relação à rua mantêm a privacidade dos usuários da piscina, pois não existe muro. A casa de campo fica em um condomínio no interior de São Paulo e tem projeto da arquiteta Cecilia Vicente de Azevedo Alain Brugier/ Divulgação

Mais
[FINALISTA E PREFERIDO DO PÚBLICO] Prêmio Casa Claudia Design de Interiores 2015 - categoria "Decoração no Campo": Christiane Sacco e Denise Abdalla Arquitetura e Design. Ao lado da piscina, a varanda estruturada em madeira tem áreas de estar e gourmet compostas por móveis também em marcenaria. Destaque para a "caixa" (à dir.) que abriga a churrasqueira a gás Divulgação

Mais
[FINALISTA] Prêmio Casa Claudia Design de Interiores 2015 - categoria "Casas Urbanas": R.A.P. Arquitetura e Interiores. Panos de vidro estruturam os volumes desta casa com decoração de estilo contemporâneo. A área de lazer externa é ligada às salas e até à garagem Divulgação

Mais
[FINALISTA E PREFERIDO DO PÚBLICO] Prêmio Casa Claudia Design de Interiores 2015 - categoria "Jardins": Alex Hanazaki Paisagismo. Na área da piscina, junto aos jardins que compõem a área externa desta casa de paria, os decks "flutuam" sobre a lâmina d'água Divulgação

Mais
A piscina encontra-se no primeiro nível do terreno, logo abaixo (à esq.), fica o jardim em platôs criado por Alex Hanazaki. A área de lazer conta com deck que reservam espaços generosos aos recantos de descanso, como o estar com lareira Yuri Seródio e Beto Riginik/ Divulgação

Mais
A piscina é cercada por decks de madeira em diferentes alturas e conta com iluminação cênica. O ambiente é protegido por formações de bambu taquara, pensadas pelo paisagista Alex Hanazaki Yuri Seródio e Beto Riginik/ Divulgação

Mais
A área externa com piscina fica delimitada por piso executado em lambris de PET que imitam madeira. O tanque recebeu pastilhas de vidro. A cozinha fica no mesmo nível da área social e o pavimentos mais inferior é reservado às máquinas e aos serviços. A Residência Península dos Pássaros tem projeto arquitetônico da dupla Eduardo França e Letícia de Azevedo e fica em Nova Lima, nos arredores de Belo Horizonte (MG) Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Residência Península dos Pássaros - Estudio Arquitetura (EduardoA área externa com piscina é delimitada pelo piso executado em lambris de PET que imitam madeira (Ecoblock). A piscina recebeu pastilhas de vidro (Vidro Real) e tem a chamada borda infinita. A Residência Península dos Pássaros tem projeto arquitetônico da dupla Eduardo França e Letícia de Azevedo e fica em Nova Lima, nos arredores de Belo Horizonte (MG). A vantagem do terreno acidentado é o aproveitamento da vista Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Os balanços do terraço dos quartos (pavimento superior) e os da própria cobertura (solário) da Casa Schutlhess são feitos por elementos plásticos reforçados. Uma das principais características da obra do arquiteto Richard Neutra é seu interesse em pesquisar e inovar não só na estética e nas formas, mas também nos materiais e nas soluções construtivas que empregava. Enquanto o alpendre destaca uma arquitetura modular, a jardineira que o segue enfatiza a horizontalidade da obra Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A mega piscina desta casa de fim de semana tem área de 260 m² e porção infantil (que também pode ser usada como spa) com 19,65 m², nos moldes dos resorts de Cancun, como desejava o proprietário. O projeto, assinado pela arquiteta Cristina Menezes, usa a piscina também de forma decorativa, "ornamentando e valorizando a arquitetura". Feito de concreto, o tanque é revestido por pastilhas e tem borda de granito branco Ceará flameado e impermeabilizado e piso de quartzito branco Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Apreciada por oferecer lazer e frescor nos dias quentes, a piscina de casa deve ser bem planejada. A primeira dica é se certificar de que o local escolhido é ensolarado, como este espaço projetado pelo Studio Guilherme Torres. Estruturada em concreto e revestida por mosaico de vidro, a piscina possui duas profundidades e prainha, além de se integrar à churrasqueira por meio do piso de madeira certificada e pelo muro em canjiquinha e ter aquecimento solar para a água MCA Estúdio/ Divulgação

Mais
A piscina com SPA (15 m x 7 m), idealizada por Marcelo Bellotto, se alinha à arquitetura de Carla Barranco e aproveita o vão entre o corpo da casa e o espaço gourmet. Estruturado em concreto, o tanque revestido por pastilhas cerâmicas é dividido em dois por uma espécie de ponte, coberta com deck de madeira. O piso e a borda são de mármore travertino bruto e o paisagismo é tropical, com exemplares de filodendro e palmeiras Luis Gomes/ Divulgação

Mais
Esta piscina pensada pela arquiteta Selma Tammaro é composta por tanque (11,4 m x 4,2 m) e SPA (2,6 m) em concreto e pastilhas de vidro, com borda de mármore, piso de porcelanato e deck de madeira. O projeto previu prainha, áreas de descanso e diferentes profundidades, além de paisagismo em floreiras, vasos e canteiros. A arquiteta recomenda o uso de filtros com temporizador e retorno da água da aspiração, que "são mais econômicos com relação ao gasto de energia e água" Divulgação

Mais
Na reforma realizada pela Díptico Design de Interiores, a piscina (1,3 m x 5,2 m) já existente e de concreto foi revestida por cerâmica (10 cm²) e ganhou uma prainha para os banhos de sol. A borda e o piso em redor foram recobertos por pedra São Tomé (antiderrapante), assentada em peças irregulares. Para um bom acabamento, a dica do designer Ricardo Caminada é ter atenção com a argamassa usada que "deve ser própria para cada tipo de revestimento interno, assim como o rejunte" Luis Gomes/ Divulgação

Mais
Idealizada por Flávia Ralston para uma casa de fim de semana, a piscina foi feita com concreto armado. A arquiteta lembra que esse tipo de estrutura requer impermeabilização para garantir durabilidade e eficiência. Como acabamento: pastilhas de porcelana, borda de pedra São Tomé com canto boleado e piso de porcelanato padrão madeira de demolição, que combina com a arquitetura em tom terracota Divulgação

Mais
Situada no spa privativo de uma casa de montanha, esta piscina da Spati Arquitetura e Design é um exemplo de que não é necessário grandes áreas para se ter um belo tanque. O mínimo recomendado é 60 m², contando com a borda e a circulação. No formato de raia, com 14 m x 1,2 m, ela é ideal para natação. Estruturada em concreto armado, localiza-se em um espaço fechado por vidros, devido aos ventos e à baixa temperatura comuns na região. Para o acabamento, as pastilhas cobre combinam com o deck Celina Germer/ Divulgação

Mais
Esta proposta do paisagista Marcelo Bellotto atende a um apartamento de cobertura com uma piscina de apenas 3 m x 5 m, de onde é possível observar a bela vista da cidade, obtida através de panos de vidro emoldurados pelo jardim vertical que contornam toda a área. O revestimento é de pedra vulcânica Batu Hijau e o piso é composto por madeira cumaru Divulgação

Mais
Com 40 m2, esta piscina em forma de raia construída na área de lazer de uma residência pela arquiteta Estela Netto tem estrutura de concreto armado. Segundo ela, "o revestimento de vinil é mais barato e mais prático, no entanto a pastilha de vidro, como a deste exemplo, é oferecida em mais variedade de cores". A borda desta é de granito granito branco Siena e o destaque fica por conta da iluminação com arandelas e a parede verde Daniel Mansur/ Divulgação

Mais
Idealizada em várias profundidades e com estrutura de alvenaria e concreto, esta piscina (10 m x 6,1 m) acopla spa (2,2 m x 2,4 m) e tem revestimento de pastilhas de vidro. A borda é de mármore e o piso, em algumas partes, é recoberto por porcelanato e, em outras, por um deck Meibe Martins/ Divulgação

Mais
A estrutura desta piscina (12,5 m x 4,5 m), projetada pela arquiteta Kika Prata, é de concreto armado, lançado em um terreno com desnível de cinco metros para onde se volta a borda infinita, criando a queda d'água com quatro metros no jardim. O piso é de fulget e o revestimento é de pedra Greenstone (15 cm²), de Bali, e quando necessário, a água é aquecida graças ao sistema solar com serpentinas Divulgação

Mais
Idealizada em L, com um braço de dez e outro de seis metros, pela arquiteta Ana Rita Sousa e Silva, esta piscina de alvenaria ocupa racionalmente o espaço e reserva área para o solário no deck. O acabamento interno é de pedra vulcânica Hijau, enquanto a borda de travertino bruto se alinha ao deck de WPC (um composto de polímeros e resíduos de madeira de reflorestamento), mais durável que a madeira convencional. O tratamento da água é feito por ozônio Evelyn Muller/ Divulgação

Mais
Com 11 m x 9,65 m, o projeto de Selma Tammaro previu a estrutura de alvenaria e concreto, que apesar de ser mais demorada que as de fibra, permite a diversidade de revestimentos, além de apresentar maior durabilidade. A piscina tem prainha e banco e é revestida por pastilhas de vidro, com borda de mármore e deck produzido a partir de madeira, fibras recicladas e resinas de polímeros Gui Morelli/ Divulgação

Mais
Com formas curvas e irregulares, este projeto (8,8 m x 4,25 m) idealizado pela RZA Arquitetura e a arquiteta Tania Bertolucci atende a uma grande família. Com spa, prainha e degraus, moldados em concreto no próprio tanque, a piscina é acabada com pastilhas de vidro e tem borda e piso revestidos por cimentícios atérmicos e antiderrapantes. Com sistema de aquecimento por caldeira a gás, a área de lazer pode ser usada em dias mais frescos Eduardo Liotti/ Divulgação

Mais
Idealizada para uma casa de campo pelo arquiteto e paisagista Marcelo Faisal, a piscina generosa de alvenaria com spa, banco, degraus e prainha foi revestida por pedra Hijau, coroando a belíssima vista. O piso e a borda são de mármore travertino turco Salvadore Busacca/ Divulgação

Mais
Localizada em uma casa urbana, esta piscina projetada em concreto por Paulinho Peres é revestida por pastilhas e tem bordas e piso de pedra. A iluminação LED é controlada por automação e, por ter borda infinita, o arquiteto recomenda "atenção com o reservatório de transbordo, onde folhas podem se acumular e impedir a passagem da água" Divulgação

Mais
Dividida em raia (12 m x 2,4 m) e tanque (5 m²) com escada de acesso, esta piscina com profundidade regular de 1,3 m atende ao lazer da casa. A proposta da Spati Arquitetura e Design é estruturada em concreto e revestida por vinil padrão pastilha. No deck de cumaru, um chuveirão foi instalado junto a um dos coqueiros. A borda é de pedra São Tomé e parte do terreno recebeu grama. A designer Regina Carvalho lembra que as revisões estruturais devem ser periódicas Divulgação

Mais
Conjugada à área gourmet, a piscina idealizada por Cristina Menezes (18 m²) é de concreto. O revestimento de pastilhas de porcelana foi escolhido por se adaptar melhor ao desenho em curva. Repare na borda, que é do tipo "praia", composta por granito preto São Gabriel levigado e impermeabilizado Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Esta piscina com 40 m² foi construída em um jardim, integrando-se à casa por meio do piso em pedra São Tomé que se estende pelo gramado. Revestida em pastilhas, conta com prainha (à esq.) equipada com espreguiçadeiras moldadas na própria alvenaria. A cascata foi feita em um paredão revestido por pedra portuguesa e madeira de demolição Renata Miziara/ Divulgação

Mais
Situada em uma casa no interior paulista, a piscina (56,2 m²) foi projetada em formato orgânico pelo arquiteto Aquiles Nicolas Kílaris, seguindo as formas da arquitetura. Em concreto armado revestido por pastilha cerâmica em tons de azul, o tanque tem borda de mármore branco jateado e boleado e piso de pedra portuguesa e piso atérmico no padrão madeira. O paisagismo, estratégico, não só traz mais frescor como pontua com verde o projeto Leandro Farchi/ Divulgação

Mais
A entrada da LA House, projetada pelo Studio Guilherme Torres é marcada pela imponência das portas pivotantes com sete metros de altura, onde se situa o estar de pé-direito duplo. A parte externa é ocupada pela piscina cercada por deck de madeira Denilson Machado (MCA Estúdio)/ Divulgação

Mais
Nada melhor do que trabalhar com a sensação de frescor trazida pela piscina, que também funciona como espelho d'água, na Casa das Pérgolas, projetada pelo escritório FGMF Arquitetos. O paisagismo da residência em Bauru (SP) é assinado pelo Studio Ilex Rafaela Netto/ UOL

Mais
A cozinha (à dir.) é integrada ao espaço gourmet por portas articuladas (camarão): o novo ambiente ocupa o espaço da antiga lavanderia (corredor lateral) e se tornou uma área de lazer e de recepção da casa, com churrasqueira e forno de pizza, além de um pergolado em madeira de demolição. O projeto da SET Arquitetura orientou o "retrofit" do sobrado na região central de São Paulo, originalmente construído nos anos 1950 Levi Mendes Jr./ Divulgação

Mais
O espaço gourmet ocupa a antiga lavanderia e parte do corredor lateral e é usado para o lazer e a recepção de convidados na casa no bairro da Liberdade, em São Paulo, construída nos anos 1950 e reformada pelo escritório SET Arquitetura Levi Mendes Jr./ Divulgação

Mais
Na área de piscina da casa Vertical não detém forros ou coberturas. Há um único pilar no projeto de Marcos Bertoldi, que dá apoio estratégico à galeria de arte e uma laje nervurada para o piso da sala principal de recepções (logo abaixo). O tanque fica no mesmo nível do mezanino para recepções, no quarto andar (ou quinto pavimento) Alessandra Okazaki/ Divulgação

Mais
A piscina tem uma área rasa e outra mais profunda, estreita, exatamente sobre o último lance de rampa para acesso ao terceiro andar social. Para aprofundar o tanque em todo seu perímetro seria necessário abrir um rasgo e providenciar um rebaixo no forro da rampa - ideia afastada pelo arquiteto Marcos Bertoldi, projetista da casa Vertical. A piscina tem moldura em aço inox e desenho de Paolo Ridolfi reproduzido pela Vidrotil. A madeira do deck é crua, sem tratamento, para envelhecer naturalmente Alessandra Okazaki/ Divulgação

Mais
A área social é fechada em vidro, tanto nos fundos - para a piscina - como na frente, voltada para as colinas de Santa Monica, na Califórnia. A casa Joseph Strick é térrea e estruturada em concreto armado, possui amplos espaços de convivência e dormitórios pequenos e reservados. A ideia original do projeto de Oscar Niemeyer era aproveitar grande parte do volume para abrir vista às montanhas, cuja fluidez remete à curvilínea paisagem carioca Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Ligada ao living, a varanda do apartamento em Campinas (SP) tem churrasqueira com balcão e banquetas para acomodar os convidados. Para o ambiente, a arquiteta Elaine Carvalho ainda projetou um espaço de estar, decorado com banco e almofadas futon e poltronas (Artzzi) de estilo "vintage" Miro Martins/Divulgação

Mais
No detalhe da estrutura é possível observar a mistura dos sistemas de concreto e metal que permitem que os panos de vidro sejam posicionados estrategicamente, a fim de integrar e/ou separar os ambientes. A piscina é quase uma extensão do estar e se acomoda no jardim enfatizando o frescor da arquitetura assinada pelo escritório Reinach Mendonça Nelson Kon/ Divulgação

Mais
Mobiliada com peças claras e de desenho simples, a varanda ganha toques de cor com almofadas e nos móveis de menor porte. Ao fundo, a cozinha gourmet tem bancada de madeira e churrasqueira. A parede de pedra (à dir.) delimita os vestiários da piscina e a sauna e a porta, à esquerda, leva ao hall de serviço que dá acesso à sala de almoço. A casa tem projeto de arquitetura do escritório Reinach Mendonça Nelson Kon/ Divulgação

Mais
Na fachada posterior, o projeto arquitetônico do escritório Reinach Mendonça privilegiou o jogo de texturas e volumes, espacialmente à noite, quando são destacados pela iluminação planejada pelo engenheiro Antonio Carlos Mingorne Nelson Kon/ Divulgação

Mais
A insolação foi assegurada com a instalação da piscina com raia de 17 m na cobertura, de onde descortina-se o bairro do Jardim Paulistano. A ligação entre o solário e a raia se dá através de passarela. A Casa de Fim de Semana foi projetada pelo escritório SBPR Arquitetos Nelson Kon/ UOL

Mais
O jardim está na área externa do apartamento Alto de Pinheiros, em São Paulo, reformado pelos arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza. O dúplex conta com essa extensão térrea aberta, onde originalmente havia uma banheira de hidromassagem. Os novos moradores preferiram aproveitar a estrutura pré-existente (mureta) para instalar uma piscina para as crianças, já que o novo spa seria interno, instalado entre o lavabo e o home theater Marcelo Magnani/ Divulgação

Mais
Assinada por Marcelo Faisal, a Praça Casa Cor - com 500 m² -, tem piscina, pergolado e mobiliário brancos. O arquiteto e paisagista batizou o ambiente como "Terraço Grego - Jardins da Piscina" porque, segundo ele, essa ausência de cor e a simplicidade do trabalho remetem à Grécia. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
A casa de veraneio do meio-campista Oscar em Americana (SP) privilegia as áreas de lazer, onde se destacam a ampla piscina de formas orgânicas e o espaço gourmet, sob a laje de concreto. O projeto de arquitetura é de Aquiles Kílaris Leandro Farchi/ Divulgação

Mais
Churrasqueira e forno de pizza são alguns dos elementos que compõem a ampla área de lazer da casa de veraneio do jogador da seleção brasileira Oscar. A construção de 672 m² foi projetada pelo arquiteto Aquiles Kílaris Leandro Farchi/ Divulgação

Mais
Na casa projetada pelo arquiteto Aquiles Kílaris, em Americana (SP), as varandas fazem a intermediação entre os ambientes internos e o jardim. Na área externa, foi utilizado piso cerâmico antiderrapante para evitar acidentes. Já ao redor da piscina foi empregado piso atérmico, que não absorve calor quando exposto ao sol. A casa de 672 m² pertence ao meio-campista da seleção brasileira e do Chelsea, Oscar Leandro Farchi/ Divulgação

Mais
Na proposta do escritório de arquitetura e interiores Messa Penna, o estilo rústico é marcado pela madeira em evidência. O granito da moldura da churrasqueira e o azul das cadeiras (Casual) são fôlego à decoração Marco Antônio/ Divulgação

Mais
A volumetria do projeto arquitetônico se destaca pelas linhas contemporâneas e pelos materiais de revestimento: alvenaria pintada de branco nos blocos da varanda e dos dormitórios e pedra no living com pé-direito de cinco metros Leonardo Finotti/UOL

Mais
A linearidade do desenho pode ser observada nesse ângulo que mostra a varanda de 17 m alinhada ao bloco do living, com cinco metros de pé-direito e revestimento em pedra Leonardo Finotti/UOL

Mais
A cozinha gourmet, usada pela dona da casa que adora aprimorar seus dotes culinários, foi instalada na grande varanda da TB House, cujo projeto arquitetônico é do escritório Aguirre Arquitetura Leonardo Finotti/UOL

Mais
Do terraço da cobertura Rio Design Leblon, reformada pelo escritório House in Rio, os moradores desfrutam de uma fascinante vista e ainda aproveitam as delícias da piscina revestida com pastilhas (Vidrotil), da Brasil Europa. Na parede, o espelho reflete a cidade maravilhosa Júlio César Guimarães/ UOL

Mais
O espaço gourmet integrado à varanda é dotado dos apetrechos necessários para as reuniões de amigos. Como forno de pizza, chapa e balcão com banquetas. A Casa da Praia dos Lagos foi projetada pelo escritório Sotero Arquitetos Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A varanda e o espaço gourmet têm cobertura e estão voltados para a piscina. De qualquer dos dois ambientes é possível avistar o mar ou uma lagoa. A Casa da Praia dos Lagos tem projeto do escritório Sotero Arquitetos Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Ao anoitecer, a Casa FG, projetada pelo escritório Reinach Mendonça Arquitetos Associados, se enche de luz tanto nos interiores quanto na fachada e nos jardins, incluindo a piscina Nelson Kon/ Divulgação

Mais
Na varanda da casa de campo projetada pelo Studio Costa Marques, o ladrilho hidráulico não só cobre o piso e demarca a área da churrasqueira, como reveste o balcão com tampo grosso de madeira cumaru Divulgação

Mais
O grande destaque da Casa G+A, que tem projeto original dos arquitetos Carlos Lemos e Eduardo Corona e reforma assinada pelo escritório Stuchi&Leite, é a empena de concreto em formato triangular, cujo apoio no solo está reduzido a um único ponto. Além da beleza e originalidade, a estrutura funciona como superfície protetora contra a insolação direta na sala de estar, no térreo e nos dormitórios, no pavimento superior Ana Mello/ UOL

Mais
Criada a partir do projeto de reforma, assinado pelo escritório Stuchi&Leite, a piscina tem apenas uma raia para a prática de natação e se integra perfeitamente ao projeto original da Casa G+A, dos arquitetos Lemos e Corona. Outra novidade apresentada pela reforma foi a instalação da escada tipo Santos Dumont que dá acesso ao jardim suspenso e aos dormitórios, no pavimento superior Ana Mello/ UOL

Mais
A piscina em "L" é revestida internamente por pastilhas de vidro Vitrocolori. O tanque, voltado ao norte, tem a água aquecida pelo sol, naturalmente. O posicionamento da área de lazer, com churrasqueira, deck e academia aproveita ao máximo a luz natural. O piso que contorna a piscina é de fulget (granilite lavado) antiderrapante. Uma passagem subaquática serve de acesso ao interior da sauna (atrás da academia). A casa M.A.N. fica em Barueri (SP) e tem projeto da Gálvez & Marton Arquitetura Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A estrutura da casa M.A.N., com projeto da Gálvez & Marton Arquitetura, é metálica. Entre pilares delgados e vigas pintadas para reproduzir o aço corten, notam-se detalhes em vidro (portas de correr e fechamentos laterais), pedra madeira em blocos e madeira cumaru nas ripas do revestimento, além de bancos e beirais, deck da piscina e portas-camarão. A mistura dos materiais possibilita espaços integrados aos ambientes externos de lazer no térreo e cômodos intimistas no nível dos dormitórios Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A área da churrasqueira é um eixo de convivência importante na casa M.A.N., com projeto do escritório Gálvez & Marton Arquitetura. A churrasqueira da Império Grill é acompanhada por móvel de madeira de demolição e pia com tampo em granito preto absoluto (Pedras Ipiranga). A residência fica em Barueri, São Paulo Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A área de lazer possui atmosfera muito agradável, propiciada em grande parte pelo fogão à lenha, cuja presença já anuncia saborosos quitutes. A cobertura inclinada da varanda é composta por telhas "caipiras" de barro. Na parede, atrás da piscina em meio-círculo, o painel assinado por Fernando Pacheco tem sua imagem refletida pela água. O projeto da Casa FP, em Belo Horizonte, é de autoria do arquiteto João Diniz Leonardo Finotti /UOL

Mais
O lado "caipira" da Casa FP, projetada pelo arquiteto João Diniz, se traduz nesse varandão. Nele, a estrela é conjunto de equipamentos culinários como o fogão à lenha e o forno de barro. Destaque também para a cobertura de telhas coloniais. Lá fora, à esquerda, a piscina em semi-círculo e o painel cerâmico de Fernando Pacheco Leonardo Finotti /UOL

Mais
Casa Cor MG - 2013: A arquiteta Anaíne Vieira Pitchon assina o Jardim da Piscina, onde o paisagismo conta com bromélias e cactáceas. O destaque da decoração, porém, fica com dois elementos: a cor púrpura usada nos tecidos e o dossel que envolve as espreguiçadeiras Divulgação

Mais
Integrada à sala de jantar, a varanda do apartamento no bairro de Perdizes, em São Paulo, possui churrasqueira, com ilha de apoio. O revestimento que combina filetes de madeira e granito preto dá um ar de sofisticação à área de lazer. As arquitetas Débora Stefanelli e Pérola Machado assinam o projeto de reforma e interiores da residência Bernardo Paglia/ Divulgação

Mais
A área do solarium apresenta uma atmosfera agradável nas noites de céu límpido em São Paulo. Com deck de madeira e churrasqueira, o lugar é ideal para o lazer ao ar livre. A Casa Urbana foi projetada pela arquiteta Paula Bittar Sergio Scripilliti/ Divulgação

Mais
Na foto, destaque para a Piscina, projetada por Luciana Noda Fleury, Priscila França, Luiz Antônio Poggi e Mário Ventura, ladeada por um deck de madeira de demolição. A mostra Morar Mais por Menos Goiânia fica em cartaz até 29 de setembro de 2013 e tem lugar na Rua C-242, quadra 544, nº 110, do Jardim América. Outras informações: www.morarmais.com.br Randes Nunes/ Divulgação

Mais
O deck da piscina na Casa Pernambuco, levemente sombreado por pitangueiras, é feito de madeira cumaru (Madesan) envernizada brilhante e o revestimento subaquático é composto por pastilhas de vidro em três tons de azul (Kolorines). O desenvolvimento e a execução artesanal da composição do desenho são assinados por Nilza Rezende. A arquitetura é de Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
Do terraço verde sobre o bloco da sauna é possível observar o jardim e as áreas sociais externas da Casa Pernambuco, assinada por Flavio Castro. No piso superior, onde ficam os quartos, há um solário. Logo abaixo, uma arejada varanda é equipada por churrasqueira e áreas de cocção e refeição Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
A iluminação noturna dramatiza o acabamento de pilares e viga em canjiquinha mineira, destacando a textura do material. Atrás da churrasqueira (ao fundo), há uma abertura com vidro fixo de proteção (Blindex). A Casa Pernambuco tem assinatura do arquiteto Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
Na Casa PV, em Itu (SP), a piscina em tom esverdeado, de borda infinita, se integra ao lago e a vegetação do condomínio fechado. À esquerda é possível ver parte do andar superior, em balanço. O projeto de arquitetura é assinado por Sérgio Sampaio Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Atendendo aos proprietários paulistanos que queriam aproveitar os finais de semana no interior, recebendo amigos e familiares, o arquiteto Sérgio Sampaio privilegiou os ambientes sociais, entre eles, o amplo espaço da churrasqueira. Na varanda, destaque para a mesa e os bancos (à dir.) com tampos de madeira e pés de ferro. A Casa PV, com 850 m² de área construída, está localizada em Itu (SP) Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O espaço multiuso ficou mais completo com a lareira convencional idealizada pela arquiteta Daniela Velloza e a designer Virginia Velloza. Abastecido por lenha, o equipamento tem corpo revestido por canjiquinha. Como medida de segurança, a tela (Creare) em inox com alças evita que as brasas caiam do lado de fora. Os móveis da Breton e da Kartell levam cor ao espaço e formam um canto agradável para as noites de inverno Carlos Henrique dos Santos/ Divulgação

Mais
O espetáculo do encontro do céu com o mar pode ser admirado da varanda do piso superior que circunda as suítes e o ateliê da Casa Embaúba, projetada pela arquiteta Flavia Cancian. Dali também é possível visualizar a piscina, no térreo Nelson Kon/ UOL

Mais
No primeiro piso da Casa Embaúba, projetada por Flavia Cancian, estão os espaços destinados ao lazer e ao convívio com espreguiçadeiras, chuveirão, piscina e churrasqueira. A lateral do pavimento recebeu brise de madeira que protege os ambientes do excesso de incidência solar e concede certa privacidade aos usuários Nelson Kon/ UOL

Mais
A perfeita integração da arquitetura com a natureza está retratada na Casa Embaúba, projetada pela arquiteta Flavia Cancian. Inserida na paisagem de Ilhabela, a edificação tem estrutura de cumaru, madeira que comparece em todos os elementos construtivos como deck, venezianas, varanda e beiral Nelson Kon/ UOL

Mais
Tirando proveito do relevo acidentado, a piscina de borda infinita e o deck foram projetados de forma a permitir a seus usuários uma vista panorâmica para o rio Tâmega e os verdes campos. A RF House foi projetada por Nuno Graça Moura em Marco de Canaveses, no norte de Portugal Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Nos fundos do terreno se encontra o único grande vão em vidro voltado para área externa, delimitando os interiores e o jardim com piscina. O vidro de correr é o mesmo utilizado na porta da frente, autoportante e jateado. A Casa Patio fica em Funes, província argentina de Santa Fe. O projeto é dos arquitetos Juan Germán Guardati, Román Renzi e Virginia Kahanoff Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A piscina internaliza conceito e materiais: toda em cimento, assim como a estrutura da casa recebeu a cor branca. Suas bordas levam o único material que foge - um pouco - do conceito neutro, um piso atérmico bege. O projeto da Casa Caja - ou Patio -, na Argentina, é assinado por Juan Germán Guardati, Román Renzi e Virginia Kahanoff Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O piso de madeira que percorre toda a casa culmina no deck da piscina implantada na parte de trás do terreno. A Casa Boaçava foi projetada pelos arquitetos do escritório Una para um casal de advogados com filhos e residente em São Paulo Leonardo Finotti/UOL

Mais
O espaço Churrasquera, desenhado por Siria García Soria. A Casa Cor Bolívia estreia em um antigo casarão, construído pelo italiano Mario Bonino nos anos 1950 em Santa Cruz de la Sierra. São 40 ambientes expostos de 23 de abril a 19 de maio de 2013 Alvaro Mier/ Divulgação

Mais
Para aproveitar toda a área "edificandi", a piscina foi projetada na ponta triangular. Dali, do segundo pavimento da casa, é possível avistar a rua principal, rodeada pelo verde da região. Localizada no bairro Itaipava, em Petrópolis (RJ), a residência de montanha é um projeto da arquiteta Flávia Quintanilha Leonardo Finotti/ Divulgação

Mais
A área da churrasqueira (Largrill) comunica-se com a cozinha - por uma porta de madeira cumaru (Madesan) pivotante - e com o estar, por seis folhas de vidro deslizantes. A mesa traz mosaico da artista plástica Nilza Rezende e caixas de som estão distribuídas pelos ambientes da casa Acapulco, para melhor ambientação dos espaços de convivência. O projeto é do arquiteto Flavio Castro, para terreno próximo da praia de Pernambuco, no Guarujá (SP) Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
O desenho do revestimento de fundo da piscina é de autoria do arquiteto Flavio Castro. São três tons de azul, montados em trabalho artesanal. Ao fundo do terreno, no limite da piscina, encontra-se uma passagem subaquática (fosso) que dá entrada para o interior de um segundo volume construído, onde está a sauna. Esse pavilhão é revestido externamente com pedra arenito, de paginação quadrada (Pedras Bandeirantes). A casa Acapulco fica no Guarujá, litoral paulista e foi projetada por Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
Para concretar o buraco escavado da piscina, o projeto de engenharia da casa Acapulco contou com sistema de perfurações para sucção de até 6 m de profundidade, em um solo encharcado que dificultava a execução da obra. As dimensões estruturais de toda a casa - concreto armado - levam em consideração o empuxo gerado pela força do lençol freático local. A casa Acapulco fica no Guarujá, litoral paulista, e foi projetada por Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
Os espaços de estar, jantar e churrasqueira integram-se totalmente à área externa onde está, sublime, a piscina. Suspensa a partir do ponto mais baixo do terreno, a uma altura de 14 m, a estrutura possui borda infinita e parece flutuar sobre as árvores e o mar. O projeto da residência Iporanga foi desenhado pelos profissionais do escritório Ximenes Leite Arquitetura em parceria com o arquiteto Mario Biselli Leonardo Finotti/ Divulgação

Mais
No apartamento projetado pelo escritório FGMF Arquitetos, em São Paulo (SP), além da churrasqueira e da bancada, equipa a varanda gourmet com uma adega, feita sob medida para o cliente Fran Parente/Divulgação

Mais
Integrada à cozinha, a varanda gourmet assinada pela arquiteta Selma Tammaro conta com mesa central, churrasqueira e forno para pizza Divulgação

Mais
Assinada pela arquiteta Cristiane Schiavoni, a ampla varanda gourmet conta com churrasqueira, uma extensa bancada com pia e chopeira, e ao fundo, uma cozinha de apoio. O painel de madeira à direita proporciona unidade ao ambiente Adriana Pastori/Divulgação

Mais
Para aproveitar melhor o espaço disponível, os arquitetos Gilberto Cioni e Olegário Sá escolheram para varanda gourmet uma mesa retangular junto à bancada. O acabamento da parede acima da churrasqueira, nas cores amarelo e azul, dá um ar retrô ao ambiente Divulgação

Mais
A varanda gourmet projetada pela arquiteta Patricia Pasquini conta com churrasqueira e uma ilha em granito com cooktop. As cadeiras Anne Jacobsen, peças antigas do proprietário, foram restauradas Divulgação

Mais
O terreno da casa AM está em um declive drástico a partir da fachada principal, junto à rua. A piscina, para ser mantida no mesmo nível da sala de estar e da cozinha e com acesso direto a partir delas, teve de ser suspensa por grande estrutura de concreto, formando uma espécie de marquise impermeabilizada (Vedacit). A arquitetura é de Monica Drucker Leonardo Finotti/ Divulgação

Mais
A piscina permanece no mesmo nível da sala de estar e da cozinha e tem acesso direto a partir das suas grandes portas de vidro. A raia semiolímpica, com 22,5m de comprimento, acompanha a direção da paisagem e da luz e segue rumo aos pontos mais baixos e mais verdes (fundos) do terreno. A vista ao longe é para o Parque Vila Lobos, em São Paulo. O projeto de arquitetura é assinado por Monica Drucker Leonardo Finotti/ Divulgação

Mais
Uma piscina agradável deve se integrar harmoniosamente com o paisagismo e com a arquitetura existentes. Esse princípio pautou o desenvolvimento desse projeto assinado pelo paisagista Luiz Carlos Orsini, onde o revestimento de pedras naturais e a iluminação pontual foram utilizados para criar uma ambiência especial, natural e relaxante Divulgação

Mais
Uma novidade na área de iluminação para piscina são os arcos com LEDs, chamados laminares, que criam quedas d'água iluminadas e coloridas. Esse modelo da Sibrape Pentair (www.sibrape.com.br) é equipado com alojamento feito em ABS para tubulação de abastecimento de água e do conduíte elétrico Divulgação

Mais
Espécies tropicais e pedras naturais foram usados na composição do ambiente da piscina projetado pelo paisagista Luiz Carlos Orsini Divulgação

Mais
Pastilhas cerâmicas em diferentes tons de azul foram escolhidas para revestir essa piscina com pequena cascata de aço inox e projeto do arquiteto Celso Zuanazzi Divulgação

Mais
Nessa residência em Campinas (SP), a piscina de formas orgânicas recebeu cascata instalada no muro de arrimo, também aproveitado como solário. O projeto é do arquiteto Aquiles Kílaris Divulgação

Mais
Uma bela cascata valoriza qualquer piscina, a da foto foi construída com rochas e tem projeto assinado por Luiz Carlos Orsini. As pedras conferem uma atmosfera mais rústica e natural ao ambiente Divulgação

Mais
O projeto do arquiteto Aquiles Kílaris para essa residência buscou integrar a piscina com a exuberante natureza em redor. A cascata foi instalada na laje que cobre parte da área de lazer Divulgação

Mais
A piscina com formato irregular, projetada por Alessandra Morini, utiliza pastilhas cerâmicas para o revestimento interno e placas atérmicas na borda Divulgação

Mais
Para revestir a piscina com diferentes níveis de profundidade, o arquiteto Gui Matos escolheu pedras naturais verdes Divulgação

Mais
Piscina assinada por Anelise da Riva e Antônio Gelson de Oliveira. A mostra Morar Mais por Menos em Campo Grande segue até 02 de dezembro de 2012, na Rua da Paz, n° 342 Marcos Vollkopf/ Divulgação

Mais
O Deck Fácil Madeplast (www.madeplast.com.br) é produzido a partir de um composto que mistura plástico reciclado e resíduos de madeira certificada nos padrões Ipê, Jatobá ou Itaúba. Os módulos de 40 cm x 40 cm são de fácil limpeza e podem ser instalados pelo próprio consumidor. | Consulte o fornecedor para outras informações Divulgação

Mais
Jardim de residência projetado pelo paisagista Marcelo Novaes compõe o livro "Garden Landscapes" Divulgação

Mais
O trabalho de contraste, criado pelo paisagista Marcelo Noaves, aparece em todo o projeto: como na piscina com linhas retas e curvas e diferentes profundidades, destacadas pelo uso das tonalidades do revestimento. Em redor, árvores e palmeiras altas têm as bases de seus troncos rodeadas por maciços de vegetação rasteira, combinadas às pedras do calçamento Divulgação

Mais
Em função das árvores existentes no jardim projetado pelo paisagista Marcelo Novaes, a piscina se localiza em um nível intermediário, entre a residência e o espaço gourmet. O ambiente serve para o relaxamento em um sombreado agradável cercado por maciços florais Divulgação

Mais
O maior desafio deste jardim, para o paisagista Marcelo Novaes, foi criar ambientes acolhedores em um terreno muito íngreme. A integração do projeto esta em todos os detalhes, obedecendo uma linguagem orgânica para dar naturalidade ao paisagismo. Palmeiras Mismarck (Mismarckia nobilis) e cicas (Cycas revoluta) estão entre os vegetais que compõem os espaços externos Divulgação

Mais
Na varanda que percorre a fachada da piscina, voltada ao mar de Tabatinga (SP), um espaço gourmet está equipado com chapa, fogão amplo e forno de pizza. A arquiteta Selma Tammaro, responsável pelo projeto no litoral paulista, optou por piso de mármore impermeabilizado e móveis de fibras naturais e alumínio para as áreas externas Divulgação

Mais
A piscina da Casa Tabatinga, no litoral paulista, é revestida por mármore azul e pastilhas de vidro. Em seu redor estão plantadas palmeiras - entre as quais, imperiais -, cicas e orquídeas. O projeto arquitetônico é assinado por Selma Tammaro Divulgação

Mais
Socorro Ribeiro e Chris Longhi projetaram a Varanda Gourmet. A Casa Cor Pará, edição 2012, segue em cartaz até dia 25 de novembro. A mostra tem lugar na Av. Conselheiro Furtado, 100, em Belém Dilermando Cabral Jr./ Divulgação

Mais
Visto à partir da pérgula: o pátio de lazer e seu amplo deck de madeira. A piscina tem largura que acompanha a sala íntima da residência, na área de circulação, sob a qual está - semi-enterrada - a sala de brincar das crianças. À esquerda, atrás das espreguiçadeiras, está a circulação dos quartos. A casa NB, em Nova Lima (MG), tem projeto de Alexandre Brasil e Paula Zasnicoff, do escritório Arquitetos Associados Leonardo Finotti/ UOL

Mais
As salas de almoço e jantar e a churrasqueira, todas integradas, são delimitadas apenas por portas de vidro. A saleta de almoço tem parede azul e preta que apoia prateleira curva e aparador, ambos desenhados por Ruy Ohtake - que também assina a arquitetura da Casa Valinhos - e executados por Oscar Kusaka. Em volta da mesa de almoço foram combinadas cadeiras brancas e vermelhas Daniel Ducci/ UOL

Mais
A fachada frontal da Casa Valinhos, projetada por Ruy Ohtake, se impõe com sua arquitetura ousada e inusitada, dada em especial pelas vigas em curvas sinuosas que protegem as varandas dos dois pavimentos. Por sua vez, a piscina com borda infinita tem piso em pastilhas de vidro coloridas Vidrotil, formando desenhos curvilíneos Daniel Ducci/ Divulgação

Mais
A varanda da Casa H, no interior de São Paulo, abriga uma área gourmet, além de uma sauna. O ambiente externo está ligado às salas principais da residência projetada por Erick Figueira de Mello Marcelo Scandaroli/Divulgação

Mais
Junto à varanda e um extenso gramado, a piscina da Casa H está no limite da área construída que conta com generosos 1.100 m². O projeto de arquitetura é de Erick Figueira de Mello Marcelo Scandaroli/Divulgação

Mais
A varanda da Casa H, no interior de São Paulo, abriga uma área gourmet, além de uma sauna. O ambiente externo está ligado às salas principais da residência projetada por Erick Figueira de Mello Marcelo Scandaroli/Divulgação

Mais
Gilberto Elkis - Mostra Black 2012 Kátia Kuwabara/ UOL

Mais
A piscina com revestimento em pastilhas 4 cm x 4 cm, Jatobá, e piso em redor da Solarium é ladeada pelo paisagismo assinado por Gilberto Elkis. O projeto arquitetônico da casa no interior paulista é de Maurício Karam Sérgio Israel/ Divulgação

Mais
Churrasqueira com área de jogos têm decoração com pedra madeira e tijolos à vista, além de ladrilho hidráulico Brasil Imperial para o piso, formando um tapete emoldurado por mosaico de pedras portuguesas. O projeto arquitetônico é de Maurício Karam Sérgio Israel/ Divulgação

Mais
No braço da varanda, a área da churrasqueira foi mobiliada por mesa com tampo de madeira e três estilos de assento. O projeto de decoração do apartamento no Jardim França, em São Paulo, é da arquiteta e designer Silvia Bitelli Tyto Neves/ Divulgação

Mais
A varanda do apartamento Putti tem churrasqueira e pia de apoio feita com a mesma marcenaria da cozinha (laminado melamínico); os móveis, rústicos, são de fibra de madeira, comprados na Fibra Móveis. Os interiores são assinados por Flavio Castro Alessandro Guimarães / Divulgação

Mais
Junto à piscina, o novo anexo abriga churrasqueira e área de descanso. O típico casarão das fazendas de café foi revitalizado pela arquiteta Cristina Negreira, do Estúdio ON Paulo Schilik/Divulgação

Mais
O anexo construído junto à piscina é uma ampla área de lazer equipada com churrasqueira, forno de pizza, área de descanso e outros elementos de apoio ao lazer. O típico casarão das fazendas de café foi revitalizado pela arquiteta Cristina Negreira, do Estúdio ON Paulo Schilik/Divulgação

Mais
Semiolímpicas, as piscinas têm desenho de inspiração neoclássica. A área coberta ao fundo integra o projeto de reforma e fornece abrigo para o apoio ao lazer. O típico casarão das fazendas de café foi revitalizado pela arquiteta Cristina Negreira, do Estúdio ON Paulo Schilik/Divulgação

Mais
No ponto mais alto do terreno, a casa centenária resplandece com a luz noturna. O típico casarão das fazendas de café foi reformado para servir de residência para um casal e dois filhos pela arquiteta Cristina Negreira, do Estúdio ON Paulo Schilik/Divulgação

Mais
Situada na frente da casa, a área ao redor da piscina foi revestida com plaquetas de tijolos na cor palha; nas bordas foi aplicado arenito rosa natural e, no revestimento interno do tanque, pedras naturais do tipo hijau (fornecidas pela Palimanan). No alto da foto, uma cobertura de lona com estrutura metálica protege um espaço de estar e, no canto direito, fica a churrasqueira com espaço gourmet sob a construção com teto envidraçado Renato Elkis/ Divulgação

Mais
A piscina com borda infinita tem seus tons esverdeados da pedra hijau (usada no revestimento interno) intensificados. Repare que o paisagismo tirou partido da umidade da área para colocar muitas plantas vizinhas ao elemento. Ao fundo, seguindo as linhas neoclássicas da casa, a churrasqueira com área gourmet Renato Elkis/ Divulgação

Mais
Por praticidade, o projeto especificou vasos nos patamares da escada, por facilitarem a manutenção. Os gerânios vermelhos imprimem romantismo ao conjunto Renato Elkis/ Divulgação

Mais
Na extremidades da piscina junto ao ambiente coberto de estar foi instalado um SPA, identificado pelo contorno ovalado de plaquetas de tijolos Renato Elkis/ Divulgação

Mais
Na extremidades da piscina junto ao ambiente coberto de estar foi instalado um SPA, identificado pelo contorno ovalado de plaquetas de tijolos Renato Elkis/ Divulgação

Mais
Vista a partir da casa, a piscina compõe com a paisagem da represa ao fundo, ligada à área de lazer pelo caminho ladeado de arbustos. Os pilares de sustentação da cobertura da churrasqueira parecem emergir da piscina Renato Elkis/ Divulgação

Mais
A borda infinita da piscina cria ilusão de haver uma queda d?água. A piscina desenhada por João Mansur integra o projeto de paisagismo de Gilberto Elkis para uma fazenda em Bragança Paulista (SP) Renato Elkis/ Divulgação

Mais
Terraço dos fundos do pavimento térreo (com entrada na linha da rua) da casa em Nova Lima (MG), projetada por Bruno Santa Cecília, dos Arquitetos Associados. O piso de pedra portuguesa bruta contrasta com a grande cobertura branca destacada, que envolve todo o volume construído. Ao fundo, espaço gourmet com churrasqueira. A área externa parece elevada, pois a casa se adapta ao terreno, preenchendo o declive com um piso inferior dedicado aos quartos Leonardo Finotti/UOL

Mais

Áreas de Lazer

Mais álbuns de Casa e Decoração x

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE CASA E DECORAÇÃO

UOL Cursos Online

Todos os cursos