Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/album/2011/05/12/escadas.htm
  • totalImagens: 76
  • fotoInicial: 0
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
Fotos
A circulação vertical entre o térreo e os dois pisos superiores é um eixo único determinado pela escada caracol de feitio leve e metálico, que contribui para a composição de um átrio aberto e integrado, dedicado à convivência. Os degraus são feitos de carvalho tratado e dão continuidade ao piso que reveste toda a residência. A casa N, na Rússia, teve reforma projetada pelo escritório alemão 4a Architekten Dmitry Chebanenko/ DivulgaçãoMais
A escada-caracol liga a sala de estar ao hall da suíte, instalado no mezanino do primeiro andar. O guarda-corpo estruturado em metal tem acabamento em carvalho (corrimão), o que cria uma continuidade em relação ao piso e aos degraus. O mezanino serve como elemento de integração entre a área privativa do casal e o exterior da casa N, devassado pela enorme fachada de vidro. O projeto de reforma desta residência russa é do escritório alemão 4a Architekten Dmitry Chebanenko/ DivulgaçãoMais
O eixo vertical de circulação não se dá apenas entre salas de convivência - estar, jantar e cozinha integrados - e os dormitórios distribuídos nos dois pavimentos superiores. Ele persiste em direção ao sótão, através de uma abertura no piso que abriga um lance sinuoso e fechado de escadas. A abertura é protegida por um guarda-corpo transparente, feito de vidro, que não limita a visão para os que observam e utilizam as salas do térreo Dmitry Chebanenko/ DivulgaçãoMais
O eixo vertical de circulação não se dá apenas entre salas de convivência - estar, jantar e cozinha integrados - e os dormitórios distribuídos nos dois pavimentos superiores. Ele persiste em direção ao sótão, através de uma abertura no piso que abriga um lance sinuoso e fechado de escadas. A abertura é protegida por um guarda-corpo transparente, feito de vidro, que não limita a visão para os que observam e utilizam as salas do térreo Dmitry Chebanenko/ DivulgaçãoMais
Aberto para o pátio interno com espelho d'água, o segundo pavimento abriga os dormitórios: dois de solteiro e a suíte do casal. O destaque fica para a galeria de circulação, onde foi instalada a biblioteca da família. A Casa Bacopari tem projeto arquitetônico do Grupo Una Leonardo Finotti/ UOLMais
A galeria de circulação entre os dormitórios foi aproveitada como biblioteca da família. Piso e forro em madeira contrastam com o vigamento metálico. A Casa Bacopari tem projeto arquitetônico assinado pelo Grupo Una Leonardo Finotti/ UOLMais
A casa M.A.N. se desenvolve a partir de uma circulação vertical e central entre os pavimentos térreo e superior, sobre o platô natural do terreno. O formato em "T" da implantação faz com que todos os ambientes nos dois pavimentos estejam diretamente ligados a essas escadas, recebendo iluminação natural dramática através da enorme claraboia posicionada sobre as escadas e o pátio interno. A arquitetura é do escritório Gálvez & Marton Leonardo Finotti/ UOLMais
No Living da Família, criado por Paola Ribeiro,o espaço embaixo da escada ganhou marcenaria sob medida para acomodar livros e objetos de decoração. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro DivulgaçãoMais
Para melhor aproveitamento da área, toda a circulação horizontal e vertical foi projetada no mesmo espaço, no centro da casa. Quem assina o projeto da casa de montanha no bairro Itaipava, em Petrópolis (RJ), é a arquiteta Flávia Quintanilha Leonardo Finotti/ DivulgaçãoMais
A viga central da escada é um tubo metálico que foi recheada com concreto, para evitar vibrações, e como os degraus são fôrmas metálicas preenchidas por cimento queimado branco, não fazem barulho. A escada leva pintura automotiva e cobre um espelho d'água com fundo de seixos. A arquitetura e os interiores são de autoria do arquiteto Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ DivulgaçãoMais
A escada está presa por tirantes à viga metálica do último pavimento. Seus lances, junto à entrada principal da casa AM ? com projeto de Monica Drucker -, formam um eixo principal de circulação entre os três patamares superiores, ao mesmo tempo que possibilitam a passagem da luz do sol vespertino (mais quente) desde a fachada frontal até os fundos da residência. O guarda-corpo em vidro laminado (20mm) fica embutido na estrutura metálica da própria escada Leonardo Finotti/ DivulgaçãoMais
A escada está presa por tirantes à viga metálica do último pavimento. Seus lances, junto à entrada principal da casa AM ? com projeto de Monica Drucker -, formam um eixo principal de circulação entre os três patamares superiores, ao mesmo tempo que possibilitam a passagem da luz do sol vespertino (mais quente) desde a fachada frontal até os fundos da residência. O guarda-corpo em vidro laminado (20mm) fica embutido na estrutura metálica da própria escada Leonardo Finotti/ DivulgaçãoMais
A escada que dá acesso ao pavimento íntimo funciona como elemento escultural: o corrimão original, de ferro, foi substituído por um guarda-corpo de vidro (Guardian) e balizadores auxiliam na iluminação. O diferencial, porém, é o vermelho intenso aplicado a uma das paredes. O projeto de interiores da Casa no Alto de Pinheiros é assinado por Marília Veiga DivulgaçãoMais
Na foto, uma das escadas de acesso ao pavimento principal da casa NB, em Nova Lima (MG). Com estrutura de metal, a escadaria ganhou paisagismo sob si - com bromélias - e é ladeada por um pano de vidro (à dir.) e uma parede revestida por canjiquinha, à esquerda. O projeto é assinado por Alexandre Brasil e Paula Zasnicoff, do escritório Arquitetos Associados Leonardo Finotti/ UOLMais
Assim como para a escada de acesso principal, a escadaria secundária que liga a garagem ao volume social da casa é iluminada naturalmente pelas aberturas zenitais da laje "cubeta", nervurada e dotada de orifícios cúbicos conseguidos através de formas com 90 cm de lado. O projeto da residência em Nova Lima (MG) é assinado por Alexandre Brasil e Paula Zasnicoff, do escritório Arquitetos Associados Leonardo Finotti/ UOLMais
Vista de cima, a rampa-escada desnuda seus degraus de grande largura feitos com madeira. O material contrasta com o concreto e o vidro abundantes na Casa Valinhos, assinada por Ruy Ohtake. No térreo, o lounge despojado ganhou piso de resina vermelho PU Durocolor aplicado de forma orgânica Daniel Ducci/ UOLMais
Vista a partir da escada de ligação entre os pavimentos, o amplo ambiente de estar é todo integrado. A casa de Gerry Agosta e Lisa Moresco, em San Francisco, teve de ser reconstruída depois de um incêndio Matthew Millman/The New York TimesMais
Escada com revestimento de madeira e corrimão curvo de madeira, do sobrado em Pinheiros, reformado pela arquiteta Ana Sawaia Fabiano Cerchiari/UOLMais
Escada com revestimento de madeira e corrimão curvo de madeira, do sobrado em Pinheiros, reformado pela arquiteta Ana Sawaia Fabiano Cerchiari/UOLMais
Escada de madeira, que leva ao pavimento dos dormitórios ( inferior), fica localizada na lateral da casa projetada por Bruno Santa Cecília, em Nova Lima (MG). Destaque para a estrutura de concreto e os tijolos aparentes (à esq.) Leonardo Finotti/UOLMais
Fachada lateral da casa, onde fica a escada que leva ao pavimento inferior, dos dormitórios. A estrutura de concreto e os tijolos são aparentes na proposta arquitetônica de Bruno Santa Cecília Leonardo Finotti/UOLMais
Construída em cinco diferentes níveis, a "Casa Torcida", de autoria do SPG Architects, recebeu a maioria dos materiais de acabamento de fornecedores locais. O projeto fica na Península de Osa, Costa Rica, encravado no terreno acidentado de um bosque tropical úmido Charles Lindsay/DivulgaçãoMais
Pé-direito alto e ausência de paredes, uma das premissas do projeto de Mareines + Patalano, são essenciais para promover a circulação livre da brisa do mar, que resfria a casa Folha mesmo em um clima cálido e úmido como o de Angra dos Reis Leonardo Finotti/UOLMais
O órgão pertencia à igreja transformada em residência pelos holandeses do Zecc Architecten e permaneceu intacto, como um dos elementos que trazem toque especial de tradição à paginação contemporânea Cornbread WorksMais
O paisagismo interno, de Maria João D'Orey, é parte essencial da composição despojada da casa de campo, e complementa o uso combinado da pedra e da madeira de demolição. O projeto arquitetônico é de Erick Figueira DivulgaçãoMais
O hall central articula toda a distribuição dos setores da residência. O espaço concentra o acesso principal, a escada que leva ao piso superior e tem à sua direita o ambiente de jantar e as áreas de serviço e, à esquerda, os ambientes e estar, que se encontram na área externa de lazer. Com paisagismo de Maria João D'Orey, a casa tem projeto arquitetônico de Erick Figueiredo DivulgaçãoMais
Escalera del Ángel (escada) criada por Katherine Rahal. A Casa Cor Chile estreia no Santiago Paperchase Club, um centro de equitação da capital Santiago. São mais de 50 ambientes e 45 dias de mostra, de 08 de outubro a 20 de novembro de 2011. Mais informações, no site do evento DivulgaçãoMais
Escada "com vista para o Mar de Iracema" assinada pelos arquitetos Lisi Freitas, Josafá Neto e Zaíra Coelho. A Casa Cor Ceará chega a sua 13ª edição. A mostra fica em cartaz de 06 de outubro a 22 de novembro de 2011 em uma construção do século 19, na praia de Iracema, em Fortaleza. Além da área oferecida pelo edifício antigo, a exposição conta com 180m² da "Casa do Futuro", um anexo de estruturas metálicas. A casa Cor Ceará funciona de terça a domingo, das 16h às 22h. Os ingressos custam, em média, R$ 34. Mais informações, no site do evento DivulgaçãoMais
Escada "com vista para o Mar de Iracema" assinada pelos arquitetos Lisi Freitas, Josafá Neto e Zaíra Coelho. A Casa Cor Ceará chega a sua 13ª edição. A mostra fica em cartaz de 06 de outubro a 22 de novembro de 2011 em uma construção do século 19, na praia de Iracema, em Fortaleza. Além da área oferecida pelo edifício antigo, a exposição conta com 180m² da "Casa do Futuro", um anexo de estruturas metálicas. A casa Cor Ceará funciona de terça a domingo, das 16h às 22h. Os ingressos custam, em média, R$ 34. Mais informações, no site do evento DivulgaçãoMais
Escada, circulação e lobby do condomínio projetados pelas designers de interiores Emilia Porto e Albaniza Cunha. A Casa Cor Ceará chega a sua 13ª edição. A mostra fica em cartaz de 06 de outubro a 22 de novembro de 2011 em uma construção do século 19, na praia de Iracema, em Fortaleza. Além da área oferecida pelo edifício antigo, a exposição conta com 180m² da "Casa do Futuro", um anexo de estruturas metálicas. A casa Cor Ceará funciona de terça a domingo, das 16h às 22h. Os ingressos custam, em média, R$ 34. Mais informações, no site do evento DivulgaçãoMais
Escada e área de circulação assinados por Mônica Becker. A mostra Morar Mais Por Menos fica em cartaz de 06 de outubro à 15 de novembro de 2011, na Rua Kellers, 520, em Curitiba, Paraná. A exposição de arquitetura, decoração, design de interiores e paisagismo tem como tema o consumo consciente e a sustentabilidade. Nessa linha, o evento incentiva o uso da bicicleta como forma de diminuir o impacto ambiental causado pela utilização de carros, bem como propõe o emprego de materiais "reutilizados" em móveis e objetos. São 58 ambientes "que cabem no bolso", projetados por mais de 90 profissionais. Os ingressos custam R$ 24, em média. Mais informações no site da Morar Mais DivulgaçãoMais
Escada em curva que liga internamente os dois pavimentos da casa Holman, em Sydney, obra de Durbach Block Jaggers Architects. Os piso e espelhos de madeira da escada incrustam-se na alvenaria e integram-se perfeitamente ao revestimento da parede e do piso Peter Bennetts / DivulgaçãoMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
A escada tornou-se o ponto alto do projeto e envolveu vários fornecedores para sua viabilização. O totem central é de vidro serigrafado preto e centraliza todos os esforços estruturais dos módulos de degraus, de estrutura metálica revestida de cumarú em 1/2 esquadria, executados pelo marceneiro. Corrimão e parapeito são de aço escovado e vidro laminado 10 mm Kátia Kuwabara / UOLMais
O projeto procurou trazer leveza à escada e torná-la um ponto de atração do apartamento, como uma escultura. Estrutura metálica, calculada pelo engenheiro Furuta Kawasaki. Vidros, da Âmbar Vidros; aço escovado, da Perfect Inox Kátia Kuwabara / UOLMais
A escada original do apartamento foi substituída por esta de vidro, madeira e metal, que se destaca como um escultura no living Kátia Kuwabara / UOLMais
O aço escovado e o vidro, presentes na escada e na cozinha enfatizam o estilo contemporâneo do living Kátia Kuwabara / UOLMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
Sob o alto pé-direito, todos os espaços estão demarcados apenas pelos desníveis. A escada de concreto aparente com pisada de tábuas de madeira une os dois pavimentos. Na cozinha, o branco do mobiliário contrasta com o preto dos tampos de granito negro (da Pirâmide). Casa na Granja Viana, zona sul de São Paulo, projetada por Gilberto Belleza Fran Parente / UOLMais
Na casa projetada por Biselli Katchborian Arquitetos na praia e Guaecá, em São Sebastião (SP), farta iluminação penetra não apenas pelas grandes vidraças frontais, mas também por uma abertura na cobertura, na junção entre os dois blocos que compõem o volume da casa Nelson Kon / DivulgaçãoMais
Na transformação da antiga igreja em Utrecht, na Holanda, em residência, o mezanino foi recortado e incorporou novos acessos, como a escada com piso de madeira que leva à sala de estar. Todas as paredes foram pintadas de branco, inclusive o teto com seus arcos. Uma passarela une o mezanino ao antigo coro, na porção frontal da igreja e obras de arte contemporâneas pontuam algumas paredes. O trabalho de adaptação do templo em moradia é do escritório de arquitetura holandês Zecc Architecten Frank Hanswijk / UOLMais
Na transformação da antiga igreja em Utrecht, na Holanda, em residência, o mezanino foi recortado e incorporou novos acessos, como a escada com piso de madeira que leva à sala de estar. Todas as paredes foram pintadas de branco, inclusive o teto com seus arcos. O trabalho de adaptação do templo em moradia é do escritório de arquitetura holandês Zecc Architecten Frank Hanswijk / UOLMais
Na transformação da antiga igreja em Utrecht, na Holanda, em residência, o mezanino foi recortado e incorporou novos acessos, como a escada com piso de madeira que leva à sala de estar. Todas as paredes foram pintadas de branco, inclusive o teto com seus arcos. Um corredor atravessa o corpo central e une o hall de entrada a sala de jantar, ao fundo. O trabalho de adaptação do templo em moradia é do escritório de arquitetura holandês Zecc Architecten Frank Hanswijk / UOLMais
A partir do hall de entrada, entre os antigos pilares restaurados da antiga igreja transformada em residência, é possível avistar um pequeno estar com mobiliário contemporâneo, o mezanino branco sobre o qual se organiza uma sala de estar e, ao fundo do corredor, o antigo altar da igreja. O piso de madeira no térreo foi mantido e todo restaurado. O trabalho de adaptação do templo em moradia é do escritório de arquitetura holandês Zecc Architecten Frank Hanswijk / UOLMais
Disposta em diagonal, a escada de madeira com corrimão é o maior destaque da parte interna da casa. As transparências deixam o papel de protagonista para a vista para o entorno Cristobal Valdés / DivulgaçãoMais
Outro ângulo da escada de onde é possível observar o teto com vigas e lambris do telhado pintados de branco. A abertura protegida por vidro permite a passagem de luz natural, que ilumina todo o vão da escada Alain Brugier / DivulgaçãoMais
A escada metálica teve as pisadas revestidas com a mesma madeira que forma o piso do pavimento térreo do loft. Sob ela, um aparador laqueado de amarelo serve como bar. A peça foi desenhada pelo arquiteto Diego Revollo Alain Brugier/DivulgaçãoMais
O aparador de madeira laqueada de amarelo brilhante foi desenhado por Diego Revollo. A peça funciona como bar e demarca a entrada do apartamento (a porta principal está à direita do móvel). As portas guardam copos, bebidas e utensílios de bar Alain Brugier/DivulgaçãoMais
Detalhe da entrada social, com espelho d'água sob a escada. Parede e piso receberam revestimento de pedra são tomé. Porta, escada e forro em madeira cumaru Fran Parente/UOLMais
Pérgula de madeira e vidro implantada sobre a escada leva luz ao interior. Fechamentos em vidro propiciam a integração do interior com o entorno verde Fran Parente/UOLMais
A casa de veraneio ganha ares pop com as intervenções aplicadas nos degraus da escada que dá acesso ao piso superior da construção DivulgaçãoMais
Do outro lado da escada, a sala de jantar tem a mesa Saarinen, desenho de Eero Saarinen, cadeiras Brno, outro clássico de Mies van der Rohe, e persianas de dobrar da Uniflex Patricia Cardoso / DivulgaçãoMais
A escada metálica branca interliga os três andares da casa. Junto à escada, cadeiras Bertoia, desenho de Harry Bertoia, e exemplar da mesa Saarinen, de Eero Saarinen. Mais afastados, poltrona e banco Barcelona, criação de Mies van der Rohe. Piso de madeira fornecido pela Indusparquet Patricia Cardoso / DivulgaçãoMais
Um rasgo na antiga laje de cobertura -hoje piso do pavimento superior- abre caminho para a escada metálica que leva ao novo andar, onde ficam a suíte principal e ambientes de estar Leonardo Finotti / UOLMais
Espaço de estar e hall de escada da Casa Estúdio do arquiteto chileno Mathias Klotz, em Santiago Mathias Klotz / DivulgaçãoMais
A escada foi executada com aço corten e madeira, mesmos materiais usados nas estantes-divisórias. A chaise é um modelo de 1965 assinado por Olivier Mourgue; o banco de madeira Bandeirola, de 2000, é design de Ivan Rezende. Todo o piso do andar inferior foi feito com placas pré-moldadas de concreto branco, de um metro por um metro, da Solarium Fran Parente / UOLMais
Opostas à porta de entrada social, ficam as grandes janelas protegidas com persianas. As aberturas ocupam todo o pé-direito duplo, que ultrapassa 6,30 m. O vão entre os dois níveis, aberto para instalação da escada, distribui luz natural para todo o apartamento Fran Parente / UOLMais
Escada metálica com degraus em madeira. Em apenas um lance, mas com patamar intermediário para descanso. A escada fica na casa Schaeffer-Novelli, em São Paulo (SP), e é assinada pela Nave Arquitetura Nelson Kon/UOLMais
A escadaria dá acesso à casa, que foi organizada sob cobertura contínua de 81 m de comprimento e 12,20 m de largura. Painéis de concreto com grandes aberturas marcam o início e o fim do pórtico da cobertura Jomar Bragança / DivulgaçãoMais
Na escada que leva aos dormitórios foi usado granito cinza andorinha, e no painel vertical do hall, madeira peroba mica Nelson Kon / UOLMais
Escada helicoidal na Residência Olivo Gomes (1949), de Rino Levi, em São José dos Campos (SP) Nelson Kon / UOLMais
Escada une a sala de estar à varanda-mirante, no bloco de frente para o mar. As instalações foram deixadas à vista, engastadas na laje de cobertura Nelson Kon / UOLMais
De concreto armado, o corredor que liga a porta de entrada, localizada em um celeiro distante 22 metros da construção, e a casa propriamente dita é subterrâneo, mas nem por isso deixa de ter seu receber luz solar Iwan Baan/UOLMais
A escada recebe iluminação zenital a partir da abertura de uma claraboia com fechamento em policarbonato fosco e translúcido Fran Parente / UOLMais
O hall da escada exibe os tijolos originais da construção que receberam tratamento de impermeabilização e pintura branca. O contraste fica por conta do piso laminado Durafloor linha Studio, padrão Carvalho Antigo. Destaque para a nostalgia da cadeira que foi herdada da família há cerca de 40 anos, com estrutura de ferro e braços de jacarandá, revestida em jacquard cinza e preto. O vaso de chão com galhos de laranjeira complementa a decoração Fran Parente / UOLMais
Escada de madeira em ripas com aplicação direta na parede em perfis de metal comporta mesa de apoio sob seus degraus. Ao lado, cozinha americana em azul e branco com armários amplos e balcão vazado é o padrão das unidades dúplex do Yungay 2, em Valparaíso, Chile Antonio Menéndez/DivulgaçãoMais
O pé direito altíssimo é preenchido pela escada caracol com degraus em madeira. O modelo economiza espaço e dá charme para o acesso ao mezanino e ao piso mais alto do loft triplex Marcos Mendizabal/DivulgaçãoMais
Loft triplex tem a escada de madeira aplicada à parede e guarda-corpo de vidro no mezanino. As janelas de vinil (PVC) são amplas e garantem luz farta aos ambientes Antonio Menéndez/DivulgaçãoMais
Por este ângulo da escada fica mais fácil ver a "parede" da cozinha, representada por este vidro à esquerda. No topo da escada, à direita, está a sala. No pavimento de baixo, à esquerda, está a piscina e à direita, a parede de vidro que separa os dormitórios dessa área externa Leonardo Finotti/UOLMais
Esta escada ilustra nitidamente os dois pavimentos inferiores, que ficam abaixo do nível da rua, onde estão instalados os ambientes da habitação. Na parede atrás do cachorro está a sala. De frente para o animal, no mesmo nível da sala, depois deste vão livre, fica a cozinha e no final da escada, no piso de baixo, estão os dormitórios, que podem ser vistos através do vidro Leonardo Finotti/UOLMais
A escada metálica vermelha é o principal destaque arquitetônico adicionado à edificação. É por meio dela que se faz o acesso ao primeiro pavimento, onde ficam o ambiente de estar, jantar e cozinha, e o ateliê Pedro Vannucchi/DivulgaçãoMais
Detalhe da escada metálica vista por dentro. Escultórica, com acabamento em pintura epóxi vermelha, conta com um discreto corrimão branco para segurança. O sombreamento é feito pelo painel de muxarabi Pedro Vannucchi/DivulgaçãoMais
O acesso à casa passa obrigatoriamente pela escada vermelha. Sem grandes complicações de execução, é o elemento que reafirma a qualidade do projeto Pedro Vannucchi/DivulgaçãoMais
A escada que liga o primeiro piso ao superior, feita de alvenaria, foi preservada; apenas suas pisadas de madeira receberam tratamento com Bona. O vão sob ela foi aproveitado para instalação de uma despensa que serve a cozinha localizada em frente. Com a demolição das paredes internas formou-se um longo corredor revestido com ladrilho hidráulico Dalle Piage Pedro Vannucchi/DivulgaçãoMais
A escada é um dos poucos elementos preservados do projeto original. O arquiteto apenas tirou o corrimão, deixando a estrutura metálica central e os degraus de amêndola à vista. No piso intermediário, instalou-se o guarda-corpo de vidro temperado 10 mm da Vidro Ramos, e os balizadores da Reka Iluminação Gui Morelli / DivulgaçãoMais

Escadas

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE CASA E DECORAÇÃO



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos