Imóveis de até 130 metros quadrados foram os mais vendidos em janeiro em SP

SÃO PAULO – Os imóveis residenciais de até 130 metros quadrados na cidade de São Paulo representaram 82,3% das vendas imobiliárias em janeiro, de acordo com levantamento do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) divulgado nesta terça-feira (22).

Dentro deste segmento, os imóveis com área útil entre 46 m2 e 65 m2 se destacaram, representando 36,4% dos negócios efetuados na cidade. Foram 302 unidades vendidas no primeiro mês do ano, o que levou a um índice de 7,5% de VSO (Venda sobre Oferta).

Na sequência, estão os imóveis entre 66 m2 e 85 m2, cuja participação nas comercializações atingiu 24,6%. Foram 204 unidades negociadas em janeiro, o que remete a um VSO de 6,5%.

Imóveis entre 86 e 130 metros quadrados e com área inferior a 45 m2 atingiram a menor fatia do grupo, de 15,8% e 5,5%. No primeiro caso, 131 unidades foram comercializadas, enquanto no segundo foram 46 unidades.

Acima de 130 m2
As unidades acima de 130 m2 na cidade de São Paulo somaram 17,7% das vendas imobiliárias em janeiro. Segundo dados do Secovi-SP, imóveis entre 131 m2 e 180 m2 apresentaram o maior nível de participação nas negociações deste grupo, de 13,4%.

No geral, esse segmento vendeu 111 unidades e registrou VSO de 8,1%.

Por fim, imóveis superiores a 180 m2 obtiveram participação de 4,3% nas vendas, com 36 unidades residenciais vendidas. O VSO deste segmento foi de 4,9%.

Resultados na cidade
Em janeiro, foram comercializados na capital paulista 830 imóveis residenciais novos. De acordo com levantamento feito pelo Secovi-SP, o número é o menor desde 2004, quando o sindicato mudou a metodologia da pesquisa.

Na comparação com janeiro do ano passado, quando foram vendidas 1.508 unidades, as vendas do primeiro mês de 2011 tiveram queda de 45%.

O VSO, que mede o desempenho entre o total de unidades vendidas e a oferta existente, ficou na média de 6,7%.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos