A estação mais fria do ano chegou: aprenda como cuidar dos cobertores e edredons

Karine Serezuella
Do UOL, em São Paulo

E o inverno chegou. É hora de tirar do armário os edredons e cobertores bem quentinhos. Mas lembre-se: este tipo de roupa de cama requer cuidados na hora de limpar  e lavar – antes e depois do uso – bem como na de guardar. Confira as dicas simples e práticas para tratar com cuidado e eficiência esses itens da casa, imprescindíveis na estação mais fria do ano.

Quando lavar?

Ainda dá tempo de lavar em casa ou levar na lavanderia os cobertores e edredons antes que as temperaturas fiquem bem baixas. Mas para o próximo inverno, se programe: a organizadora profissional Cecília Monteiro recomenda estabelecer uma época do ano para a higienização das peças. O ideal é lavar a cada seis meses, no início da primavera e do outono.

Como lavar?

A lavagem pode ser realizada em casa, se a máquina de lavar roupas suportar o peso das peças. Geralmente os de tamanho king ou queen não cabem nos eletrodomésticos caseiros por serem mais volumosos. Não insista, porque corre-se o risco de edredons e cobertores não ficarem realmente limpos e, além disso, sobrecarregar a lavadora.

  • Getty Images

    Verifique as instruções na etiqueta da roupa de cama, que orientam como lavar

Lembre, sempre: "para qualquer item, o ideal mesmo é olhar as instruções na etiqueta da peça, que orientam a forma adequada de lavar", aconselha a organizadora profissional, Adriana Saade.

Se você puder lavar os itens em casa, deixe o edredom ou o cobertor de molho antes de colocá-los na máquina. Use sabão líquido ou dissolva o sabão em pó para que a peça não fique com resíduos do produto de limpeza.

A secagem varia de acordo com o tecido e volume do acolchoado ou das fibras dos cobertores. Lave em dias quentes e seque preferencialmente ao sol. Em apartamentos, onde normalmente a incidência de luz e calor solares não é intensa e constante, o edredom ou cobertor podem levar de dois a três dias para ficarem enxutos. Antes de retirar do varal, certifique-se de que a peça esteja completamente seca, porque microrganismos podem se propagar devido à umidade.

Caso prefira levar o edredom ou cobertor à lavanderia, assim que retornarem limpos, retire-os dos plásticos, que devem ser usados somente para transporte. Nunca os guarde nas embalagens da lavanderia. Geralmente, os itens são colocados ainda quentes dentro dos plásticos, o que gera umidade. Se permanecerem embaladas, as peças podem ficar com mofo ou mau cheiro.

Uso e armazenagem

Se a peça ficou guardada no armário por meses sem nenhuma proteção, o recomendável é lavá-la antes de usar, porque pode haver acúmulo de poeira. Caso o edredom ou cobertor tenha sido guardado em um saco sem nenhuma ventilação, o ideal é higienizá-lo também.

  • Getty Images

    Para proteger a peça do pó, embale-a em pacotes e sacos plásticos apropriados

Para resguardar os tecidos do pó, embale-os em pacotes apropriados. O ideal são os sacos de TNT, que permitem a ventilação, ou os plásticos especiais, que possibilitam retirar o ar da embalagem.

Este sistema a vácuo evita o acúmulo de pó nas peças e elimina a possibilidade de propagação de microrganismos. Usando esse tipo de invólucro não é necessário lavar novamente as peças quando for usar a roupa de cama. Basta deixá-las expostas ao sol ou mesmo à sombra em um local bem ventilado para arejá-las.

Caso utilize um saco plástico comum para a armazenagem, a recomendação é fazer um pequeno corte ou deixar uma fresta para haver ventilação no interior na embalagem.

Sem umidade

Para evitar a umidade no armário onde as peças estão armazenadas, coloque uma pedrinha de cânfora dentro de uma tampa de garrafa pet ou de qualquer outro recipiente. Se o aroma da cânfora não agradar, substitua por giz de lousa ou até carvão em um saquinho de tule e disponha-os com cuidado para não manchar ou sujar os itens. Estes produtos eliminam a umidade do guarda-roupa.

Consultoria: Adriana Saade e Cecília Monteiro – personal organizers



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos