Floreiras e arranjos dão boas vindas à primavera. Enfeite sua casa com flores da estação

Rosangela de Moura
Do UOL, em São Paulo

Criatividade e reciclagem combinam perfeitamente com a chegada da primavera, que começa oficialmente dia 22 de setembro. Louças antigas, garrafas bonitas – mas que, antes, iriam para o lixo – e  cachepôs inusitados podem servir de apoio às abundantes flores da temporada na decoração da casa.

Basta dar uma olhada com calma nos armários e estandes para encontrar objetos em desuso facilmente aproveitáveis. Além disso, comece a guardar vidros de azeite e garrafas de vinhos, para montar arranjos customizados, que podem ser usados em lavabos, escritórios e aparadores. Vale também regadores antigos de diversos tamanhos, vasos de diferentes tipos usados em conjunto, vidros coloridos enfeitados por tecidos ou não.

Sugestões de arranjos e floreiras para decorar a casa
Veja Álbum de fotos

Frente à grande quantidade de espécies florescendo nessa época, antes de fazer a escolha e montar seu arranjinho – em água ou na terra -, pesquise ou peça informações de como a planta deve ser tratada e onde ela gosta de ficar, se dentro ou fora da casa, bem como quais combinações são harmoniosas e possíveis. A engenheira agrônoma e paisagista Cintia Rua conta que uma opção resistente – e barata - é a kalanchoe, também conhecida como a planta da fortuna, que é facilmente encontrada em floriculturas e supermercados nessa época e não sofre com o calor.

Sem demandar muita manutenção, uma rega por semana satisfaz tais flores de pétalas diminutas e coloridas, sendo necessário subir a frequência para duas em casos de períodos muito quentes. “Para quem gosta de abusar das cores, a variedade é uma ótima opção, pois pode ser encontrada nas variações vermelho, laranja, amarelo, rosa, lilás e branco”, salienta Rua.

A agrônoma indica ainda evitar lugares escuros ou com pouca iluminação e não molhar as flores, para que não apodreçam. Deve-se regar com pouca água, o suficiente para que um pouco escorra. Atente para que a drenagem seja eficiente e não encharque a terra, pois isso causa a deterioração das raízes.

Deixe a casa florida, cuidando bem das plantas

A paisagista Gigi Botelho recomenda orientação especializada sobre o cultivo compartilhado de espécies – por exemplo, se as plantas podem ou não dividir o mesmo vaso ou jardineira - bem como quais melhor se adaptam às condições dos ambientes em específico: banheiros, cozinhas, quartos e suas condições de luminosidade e ventilação particulares.

Flores de corte resistentes
Veja Álbum de fotos

Ana Rita Gimenes, da Floral Design, conta que grande parte das plantas cultivadas em casa devem ser colocadas semanalmente sob a luz solar por algumas horas, de preferência pela manhã. “Mas, com boa luminosidade, até as hortênsias podem se dar bem em salas de estar e jantar”, pondera.

Gimenes recomenda regar apenas quando é possível sentir com os dedos que a terra está seca. “Vasos pequenos e com pouca terra precisam de água com mais frequência. E plantas de ambientes internos também necessitam de fertilizantes orgânicos, como farinha de osso e torta de mamona”, recomenda. Já os painéis verticais e os arranjos que recebem irrigação por gotejamento pedem água todos os dias, seja pelo acionamento do sistema como pelos tubetes.

Se água demais atrapalha, vento em excesso também é um fator decisivo para muitas espécies que, quando colocadas nas varandas de prédios, sofrem com as rajadas.  “Folhagens sem brilho e brotação reduzida são sinais de que a planta não está gostando do local”, afirma.

Botelho lembra, ainda, que essa é a época de replantio e trocas de vasos para várias espécies de flores como amor-perfeito, begônia, calêndula, onze-horas e zinnia. A primavera também é o período perfeito para cuidar das orquídeas: replante-as e faça adubações a cada 15 dias.

Porém, se você escolher enfeitar a casa com arranjos dispostos em água, troque o líquido diariamente, o cuidado elimina odores desagradáveis e dá maior durabilidade às flores. Outra dica é retirar do vaso flores mais delicadas e que murcham rapidamente, bem como cortar a base das hastes na diagonal ao montar o buquê.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos