Flores e arranjos valorizam a decoração das festas de fim de ano

Juliana Nakamura
Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Flores dão vivacidade ao ambiente: frutas e enfeites de Natal podem ser utilizados nos arranjos

    Flores dão vivacidade ao ambiente: frutas e enfeites de Natal podem ser utilizados nos arranjos

Diferente do que acontece no hemisfério Norte -onde, por causa do inverno rigoroso, as festas de fim de ano são marcadas por decorações com elementos secos e desidratados-, no Brasil, flores de diversas espécies com cores e texturas múltiplas podem ser utilizadas para adicionar frescor e vivacidade a ambientes e mesas no Natal e Réveillon.

"Para o Natal, entre as inúmeras espécies que podem render bons ornamentos, destacam-se as flores de cores intensas, como vermelho, verde e laranja escuro", recomenda a decoradora e empresária Cecília Dale.

Uma das opções mais tradicionais é o bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima). Fortemente identificada com o Natal, por causa do contraste de sua vistosa folhagem vermelha e verde, esta planta é normalmente cultivada em vasos com terra e deve ser mantida longe do alcance de crianças e animais domésticos, que podem se intoxicar ao ingerir partes da planta ou sua seiva.


Entre as flores de corte, algumas espécies indicadas para a decoração da festa natalina são as rosas (Rosa x grandiflora), os cravos (Dianthus caryophyllus) e as alstroemérias (Alstroemeria hybrida), sempre vermelhos. As composições podem misturar flores de diferentes espécies e ainda agregar pinhas, velas, folhagens e frutas.

Também existe a opção de criar arranjos com flores solitárias, mantidas em vasos transparentes, para um efeito mais "clean" e contemporâneo. "As flores tropicais em tom avermelhado também são interessantes para decorações natalinas, principalmente as da família da helicônea (Heliconia rostrata)", sugere o paisagista Marcos Brancher.

Enquanto no Natal o vermelho é a cor predominante, para o Réveillon, o branco, símbolo da pureza e da paz, dá o tom. "Para a festa de virada de ano, a sugestão é buscar flores e arranjos que transmitam sofisticação e elegância, como lírios (Lilium sp), camélias (Camellia japonica), magnólias (Magnolia liliflora) e orquídeas brancas", comenta Dale.

Além das flores alvas, Juliano Souza, gerente de marketing da Giuliana Flores, indica vasos com pimentas e ervas que trazem sorte para o novo ciclo que se inicia, com destaque para o conjunto chamado sete ervas, que combina arruda (Ruta graveolens), alecrim (Rosmarinus officinalis), espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata), entre outras espécies. Para quem quer quebrar a onipresença branca, flores amarelas, como gérberas e rosas, também têm bom apelo, pois simbolizam o desejo de prosperidade.

Monte um arranjo diferente e estilosos para a festas
Veja Álbum de fotos

Dicas para não errar no arranjo

Antes de escolher as flores que serão utilizadas na decoração da festa de fim de ano é importante definir o local onde o vaso será colocado, se sobre a mesa de jantar ou um aparador, por exemplo. Isso ajuda a determinar o porte e a altura que o arranjo poderá ter. "Para centros de mesa, é preferível espécies de baixa altura, que não ocupem muito o espaço aéreo e não atrapalhem a conversa", ensina Dale. Também para centros de mesa, Brancher recomenda evitar flores com perfume forte, como lírios, jasmins (Plumeria rubra) e angélicas (Polianthes tuberosa). Isso porque o odor pode atrapalhar a refeição e incomodar os convidados.

O paisagista aconselha, ainda, a observar as condições climáticas do espaço onde será realizada a festa. Afinal, ninguém quer que o arranjo estrague antes da comemoração começar. "Se for em local quente, como em uma casa de praia, orquídeas e flores tropicais são mais indicadas já que resistem melhor ao calor", explica. Outra dica é observar com cuidado a combinação das cores e investir na simplicidade, preferindo harmonizações que realcem e valorizem a flor. "O arranjo muito colorido pode a princípio chamar atenção, mas no segundo momento torna-se enjoativo", ressalta.

Souza, da Giuliana Flores, concorda: "A flor deve sempre sobressair à decoração. Por isso, vale a pena ter cuidado para que ela não 'suma' no ambiente ou fique destoante". Para evitar erros, é importante analisar bem as características do espaço e os ornamentos já existentes, antes de definir o tipo de flor a ser utilizado. Se o arranjo for ficar sobre uma mesa, por exemplo, é fundamental escolher variedades que combinem com o móvel e com a cor da toalha utilizada.

Últimas de Mulher



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos