Palácios, mansões e espaços históricos são cenários ideiais para casar como uma princesa

MILENE SPINELLI
Colaboração para o UOL

  • Divulgação

    No Palácio dos Cedros, em São Paulo, grandes portas arredondadas e com vidro dão para o amplo jardim, digno de palácios de princesa e ideal para casamentos de sonhos

    No Palácio dos Cedros, em São Paulo, grandes portas arredondadas e com vidro dão para o amplo jardim, digno de palácios de princesa e ideal para casamentos de sonhos

Já imaginou entrar vestida de noiva em um castelo ou palácio cheio de história e realeza, com ares de sonho e conto de fadas e sem precisar pegar um avião até a Europa? Pois saiba que há locações para casamento dignas de princesa em pleno país tropical, como o Brasil, até em meio ao burburinho da cosmopolita e urbana São Paulo ou sob o embalo da bossa carioca (e calorosa) da Cidade Maravilhosa. Mesmo sem o clima frio e medieval tipicamente europeu, ambas as cidades mantêm espaços  históricos e culturais intactos, como o complexo Estação Julio Prestes e Sala SP, a Casa das Caldeiras, e a Casa de Cultura Julieta de Serpa, no Rio. Palacetes construídos a partir da década de 20, como o Palácio dos Cedros e o Iate Clube de Santos, além de um castelo temático são outras opções glamorosas e românticas que abrem as portas para as noivas.

"Por mais modernas e descoladas que sejam as noivas, quando o assunto é casamento, elas costumam deixar de lado todo o avanço tecnológico e voltam aos tempos em que se fantasiavam de princesas na infância, pois é isso o que a maioria deseja ser no dia do próprio casamento”, afirma o francês Alain Pierre Berjeaut, herdeiro e diretor do Castelo Aragon, atual espaço para eventos. Para tanto, as locações históricas para casar são perfeitas e ainda possibilitam realizar a cerimônia e a festa no mesmo local. "Além de prático para todos é também difícil combinar datas de igreja e espaço de eventos. Por isso, 90% dos casamentos no Aragon utilizam o local para essas duas funções", relata Alain.

LOCAÇÕES DOS SONHOS
Veja Álbum de fotos

Palácios
Todo cenário de princesa tem uma história de amor digna de filme. Então, que tal casar em um palacete de 1920, tombado pelo Patrimônio Cultural, e que foi palco do amor entre o casal da vida real Maria José e Demócrito Lartigau Seabra. A família morou lá por quase 80 anos e, em 2002, a propriedade virou a atual Casa de Cultura Julieta de Serpa, com todo o mobiliário, mármore e decoração neoclássica francesa preservadas. Com capacidade para 300 pessoas, a casa de dois andares conta com grandes salões e jardins. "Em casamentos é comum utilizar vários ambientes do espaço, como o hall principal para a cerimônia, seguido de coquetel no lounge (área externa e coberta, repleta de obras de arte), jantar nos salões, além da pista de dança", afirma Alice Lopes, Gerente de Eventos da Casa de Cultura Julieta de Serpa.

Outra locação digna de realeza é o Palácio dos Cedros, que já recebeu celebridades como Paris Hilton, e foi cenário de gravações de novelas como “Éramos Seis”, “Castelo Ra-Tim-Bum”, “Ossos do Barão” e “Um Só Coração”. Com área de 14 mil metros quadrados, o espaço conta com dois palácios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e pelo Departamento do Patrimônio Histórico (DPH). Com inspiração francesa, a mansão Victor Hugo, a principal, foi construída em 1923, e a Versailles, em 1934. Juntas, têm mais de 50 cômodos e capacidade para até 500 pessoas. "Agora, sob nova direção, o Palácio dos Cedros abre as portas, pela primeira vez, para locações e o casal pode fazer a cerimônia em um palácio e a festa no outro", ressalta Miriam Denkena, Gerente de Negócios do espaço.

Castelos
Quem pensa que não há castelo no Brasil se engana. Mesmo construído para ser temático, o Monte Castelo não abrigou famílias da antiguidade, mas tem ambientação medieval para realizar casamentos diferenciados. Com mais de 46 mil metros quadrados, o local conta com dois castelos cercados por jardins: o Excalibur, ideal para a recepção dos convidados antes do evento, onde há também a Capela de Luz no espaço externo, para cerimônias. Já o castelo Rei Arthur tem amplo salão, palcos e ambientes internos e serve tanto para a cerimônia quanto para a festa. "Fazemos casamentos para no mínimo 200 pessoas e máximo de 5 mil e oferecemos todos os serviços para o evento, incluindo cavalo e carruagem para a chegada dos noivos", relata Pâmela Peres Garcia, do departamento de Marketing.

Já o Espaço Aragon, que foi cenário de cenas de casamentos no filme brasileiro “Como Fazer um Filme de Amor”, lançado em 2003, foi construído em 1970 e inspirado nas construções medievais da região de Toulouse, na França, foi residência da família do empresário francês Guy Pierre Berjeaut durante quase 30 anos. Seu castelo tem mais de 140 cômodos, amplos jardins arborizados, torres e muralhas, onde destaca-se a sobriedade dos arcos na construção de pedra e madeira, característica marcante da arquitetura da região da Europa que o batizou. A cerimônia pode ser realizada no jardim ou na capela.

Mansões

  • Divulgação

    No Iate Clube de Santos, em São Paulo, a cerimônia do casamento pode ser realizada ao ar livre, nos jardins do local

Também tombado pelo Patrimônio Histórico, o Iate Clube de Santos, localizado em Higienópolis, em São Paulo, foi construído em 1884 e pertencia à família Prado, que morou no palacete até os anos 1950. Destaque para o amplo jardim com espelho d'água e peixes ornamentais, mobiliário antigo e obras de arte. "O local comporta até 350 pessoas e pode ser alugado por sócios e não sócios. A cerimônia religiosa ocorre no espaço interno ou externo, em frente ao lago", explica Wilson dos Santos, Gerente de Eventos do local.

Já o Nacional Club, um dos clubes sociais mais tradicionais de São Paulo, foi fundado em 1958 e tem 6 mil metros quadrados. O projeto é de um palácio italiano dos anos 40, com todos os materiais importados da Itália, inclusive o mármore que reveste pisos e paredes. Com capacidade para até 700 pessoas, o espaço conta com ambientes como hall de entrada, salões, salas de leitura, biblioteca e jardim com piscina, onde geralmente as cerimônias são realizadas.

Já as noivas clássicas, que não querem correr o risco de errar na escolha da locação para o casamento podem apostar no Jockey Club de SP, uma das locações mais tradicionais da elite paulistana, com sua bela vista da cidade. "Realizamos casamentos para até mil pessoas. Temos duas varandas com 144 meros quadrados cada e dois salões interligados e separados pelo hall, com 188 metros quadrados cada. Geralmente, a cerimônia é realizada em um salão e a festa em outro, mas, em eventos para até 100 pessoas, o civil pode ser na varanda ou no hall", afirma Natalia Monezzi, assessora de eventos da casa.

Espaços Culturais

  • Divulgação

    Com aluguel que chega a R$ 90 mil, a Sala SP é um dos locais mais sofisticados para casamentos em São Paulo

Casamentos culturais são o mote da Sala São Paulo, que faz parte do Complexo Cultural Júlio Prestes, antiga estação ferroviária Sorocabana e é ideal para eventos grandiosos. “O local conta com sete ambientes, entre eles a Estação das Artes - espaço principal e ideal para a festa, que abriga de 300 a 700 pessoas e comporta palco e pista de dança -, o Foyer, que recebe até 1500 convidados; o Salão dos Arcos, perfeito para a cerimônia; e o hall principal", relata Mauren Stieven, da área de eventos da casa. O espaço também costuma ser cenário de casamentos deslumbrantes e de famosos, como o da cantora Wanessa Camargo. "A Sala SP é a locação mais desejada (e cara) para casar. Já fiz vários casamentos lá, principalmente para noivos estrangeiros, que ficaram fascinados com proposta histórica e cultural do lugar", conta Fatima Leonhardt, assessora de casamentos.

Outro local diferenciado, que também abre as portas para casamentos é a Casa das Caldeiras, uma construção fabril de alvenaria de tijolos, construída na década de 20 para servir como geradora de energia às antigas Indústrias Matarazzo. Tombada em 1986 pelo Patrimônio Histórico e restaurada em 1999, tem aspecto monumental, importância histórica e é marcada por suas três chaminés e pé direito alto. "Para casamentos, nossa capacidade é de até 1200 pessoas, sendo que o salão principal abriga até 500 convidados sentados. Porém, tudo depende do layout do evento, se haverá palco, pista de dança, mesa de doces, lounges etc", relata Junior, do departamento de eventos do espaço.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos