Cansado da mesmice? Veja seis sugestões de programas picantes para os casais

RENATA RODE
Colaboração para o UOL

Sua vida sexual anda morna e sem novidades? Calma. Você não é o único brasileiro insatisfeito. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Projeto AmbSex, ambulatório especializado em sexualidade humana coordenado pela presidente da Associação Brasileira de Sexualidade Carla Cecarello, de São Paulo (SP), 68% dos entrevistados não se sentem felizes sexualmente. “As queixas que recebo em consultório são diferentes: homens reclamam que não há variação de posições e/ou atitude feminina. Eles querem verdadeiramente que a mulher seja uma ‘safada’ na cama, quase como uma profissional. Já elas, reclamam da falta de pegada dos namorados ou maridos, que chegam para o sexo já no ponto de bala, ou seja, sendo objetivos demais, sem grandes surpresas”, explica a sexóloga.

Essa reclamação é ilustrada por outro dado da mesma pesquisa: a maioria dos casais gosta do improviso, portanto, sair da rotina é fundamental para evitar o tédio. “Um dos grandes problemas é que ambos precisam entender que a preparação para o sexo, como uma massagem, um carinho ou um banho a dois, pode fazer milagres. Assim como grandes fantasias que incluem uma rapidinha na hora do almoço aguçam a libido”, explica Carla.

Para o sexólogo João Borzino, de São Paulo (SP), os casais precisam entender que o prazer também depende de outros fatores, afinal, quando há problemas financeiros, familiares ou pressão no trabalho, as brigas ou o afastamento começam a acontecer, e isso prejudica a vida sexual. “Sexo não tem regra, tudo é válido. O que acontece com a maioria dos casais é que a mulher enxerga o sexo como uma consequência e o homem como um objetivo. Daí ambos se ressentem sem parar para pensar que o relacionamento precisa estar saudável para que o sexo prazeroso aconteça”, defende.

Com exclusividade para o UOL, o sexólogo Jõao Borzino cita seis sugestões de programas para apimentar o relacionamento e fugir do marasmo sexual.

SEIS PROGRAMAS PICANTES PARA O CASAL

1. Se vocês têm filhos, agendem um dia para que os pequenos fiquem com os avós ou com a babá e se permitam uma balada diferente no motel. O importante não é ir com o intuito de transar e pronto. É interessante fazer desse momento algo mais prazeroso possível. Comprem um bom vinho, levem uma seleção de músicas, dancem, relaxem na banheira, façam uma sauna, aproveitem cada minuto.
2. O casal pode ir a uma sex shop com a missão de escolher um brinquedo erótico. Isso promove cumplicidade, já que vão conhecer novidades e aguçar os sentidos. Ou então, um dos dois pode ir sozinho, comprar algo diferente e fazer uma surpresa ao outro. Esse mistério cria tesão.
3. A maioria das pessoas tem preconceito com lugares como casas de swing, mas ninguém é obrigado a fazer nada que não queira. Podem apenas visitar e observar, vocês não precisam participar de nada. Só o fato de se arrumarem para visitar um local que respira sexo já os deixará com a libido em alta.
4. Assistir a um show erótico é interessante, mas as mulheres precisam estar atentas a uma regra básica: o homem é um ser visual. O fato dele olhar uma mulher no palco e se excitar não quer dizer que ele está gostando dela ou quer transar com ela. Quer dizer que ele está pronto para transar com você. Não confunda as coisas. É importante separar o que acontece ao nosso redor do que ocorre entre quatro paredes, senão, nenhum programa desses dará certo.
5. Se ambos tiverem curiosidade e muito diálogo para combinar limites, uma transa a três é bem estimulante. Sugiro sempre no consultório que o casal contrate uma profissional do sexo para evitar todo e qualquer envolvimento afetivo após o encontro. Na verdade, a experiência deve ser algo que fica entre os dois e serve de estímulo constante. Na maioria das vezes, o homem se contenta apenas em ver a mulher com outra, pois ele é visual.
6. Criem o hábito de assistir a filmes pornôs ou eróticos. O casal deve escolher junto algo que goste e assistir numa boa, sem preconceitos. O fato de o homem sentir desejo pelo que está vendo não quer dizer que ele está traindo a mulher. Ele apenas se excita, e esse é um exercício bom para que os dois aproveitem.

A sexóloga Carla Cecarello dá oito dicas para mudar alguns hábitos e apimentar o sexo.

OITO DICAS PARA APIMENTAR O SEXO

1. Incentivem-se a pensar em sexo, seja por meio de um filme erótico ou por meio de uma leitura picante. O ato de imaginar uma situação sexual entre os dois faz com que o casal acorde para o sexo e revitalize essa energia.
  • Seja vaidosa: passe cremes e esteja sempre perfumada

2. Exale feminilidade para o parceiro. Não adianta a mulher chegar cansada do trabalho, tomar banho e colocar o mesmo pijama de sempre. Sugiro que passem cremes corporais, perfume, escovem os cabelos, mostrem-se vaidosas ao parceiro. Uma mulher bem cuidada excita qualquer homem, não tem jeito.
3. Prepare o ambiente para o sexo, assim você dá sinais ao parceiro de que algo pode rolar naquela noite. Um quarto à meia-luz, um perfume diferente na cama, um lençol especial, velas... Tudo vale! E o homem adora notar que a mulher se preocupou com isso.
4. Lingerie é uma tática infalível, sempre! Invista em surpresas, mas evite conjuntos de peças grandes ou de cores como o bege. Já que é para surpreender, escolha peças pequenas, sensuais, bem sedutoras mesmo. Eles adoram calcinhas de fiozinho nas laterais, e o eterno fio-dental deixa qualquer um literalmente de quatro.
  • Na cama, troque olhares e demonstre carinho pelo outro

5. Homens: transmitam segurança. A mulher quer estar ao lado de um macho que as acolha na hora certa, portanto, nada de brincadeiras infantis. Na hora do sexo, o que elas mais querem é ‘pegada’. Mostrem quem manda, com carinho.
6. Trabalhem o olhar. Acreditem: a maioria dos casais que recebo em consultório mal se beija ou se olha! Nesses casos, passo um exercício para fazerem em casa: fiquem na cama, um de frente para o outro, e trabalhem o olhar. Comecem se olhando e observem cada detalhe do corpo do outro. Mostrem no olhar o carinho que sentem pelo seu par. Isso recupera a paixão que, por vezes, ficou escondida. Depois, passem para a parte sensorial, do toque, mas sem penetração. É como voltar a namorar novamente.
7. Inclua na vida a dois brinquedinhos inocentes, como velas que viram óleo de massagem, lingerie comestível, óleos sensoriais (que esquentam ou esfriam a pele), cremes afrodisíacos. Em princípio, seu parceiro pode se assustar, mas você comandando o jogo mostra para ele que o sexo pode estar repleto de sensações gostosas!
8. Se entregue ao sexo anal. Explique ao parceiro que o ideal é que ele massageie a região antes com um creme lubrificante, que estimule seu clitóris ao mesmo tempo e, principalmente, que você deve estar muito excitada para que essa experiência seja boa para os dois. O grande erro dos homens é achar que a mulher está pronta para fazer isso em segundos, e não é verdade.

 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos