Por Barbara Abramo

Este signo inaugura o segundo processo trifásico dentro do ciclo maior de criação do universo, iniciado em Áries (o primeiro processo trifásico compreende a ação e manifestação da idéia e vai de Áries a Gêmeos).

Em Câncer, é preciso digerir tudo o que foi feito anteriormente, assentar a criação em uma base firme e integrá-la ao ambiente coletivo. Também é importante deixar sementes para o futuro. É exatamente isso que o canceriano faz: interiorizando o que vive, assentando o que aprendeu, ele cria um apoio para as pessoas que considera iguais.

Instável como as marés, relacionadas a este signo regido pela Lua, Câncer se move de acordo com seu instinto e suas emoções. O canceriano é sonhador, tímido e muito ligado no cuidado da prole.

Preocupado com o futuro, mas com um olho no passado, este é um signo de silêncio e auto-proteção. Afinal, a semente precisa estar cercada de cuidados para germinar. Quando um projeto está sendo criado, Câncer acha melhor guardar segredo, esperando a semente romper a terra e mostrar seus primeiros galhinhos verdes.

Para cumprir com essa função, o canceriano torna-se um eterno sonhador, sedentário e apegado à pátria, família e tradições. Ou se inibe, tornando-se resignado e melancólico.

Na saúde, Câncer rege os seios - que nutrem e alimentam - e o estômago - que processa o alimento digerido. Este último órgão é relacionado com um centro de energia (chakra) responsável pela percepção do papel da pessoa dentro do universo, que tem direta relação com a germinação de uma semente. Doenças e distúrbios nessas áreas refletem alterações nessas funções.

Na profissão, Câncer se destaca nas funções em que seu lado sonhador possa ser aproveitado. A história é um campo privilegiado para este signo, assim como as áreas que se dedicam à proteção: da arquitetura (que projeta formas de proteção à família) à psicologia (que promove o bem-estar da pessoa com seu mundo interno), passando pela decoração (que propicia o conforto no lar) e a gastronomia (que fortalece o organismo).

No amor, o canceriano é romântico por excelência. Sentimental, ele gosta da privacidade e dos momentos passados na companhia de quem ama. Câncer sempre procura conservar o que tem e pode se tornar possessivo e carente quando relegado a segundo plano.

Seu elemento é a Água; suas pedras são o abalone, a madrepérola, a pérola e todas as leitosas e furta-cores; seu metal é a prata; suas cores são o branco-leitoso e os tons pálidos e lavados do azul, do verde e do cinza.

Regente: nosso satélite, a Lua.

Clique para ouvir o podcast Ouça o resumo do seu horóscopo mensal

Pai de Câncer

Este é o pai 'mais família' de todo o Zodíaco, quase um rival da mãe. Preocupado demais com os filhos, ele gosta de ser bonzinho. O pai de Câncer entende, conversa e troca afeto. A não ser quando é presa de um terrível mau humor, que faz com que ele se prenda em casa como um gato, evitando o contato com o mundo externo.

Contra essa nuvem perturbadora, só mesmo o carinho e a proximidade dos filhos. É difícil para um homem nascer com o Sol em câncer, pois seu reinado é o mundo do afeto, da subjetividade e de tudo que foi colocado sob a ordem do feminino. Vêm daí suas instabilidades.

Sonhador, ele quer o melhor para sua família e é capaz de se virar do avesso para chegar lá. Costuma gostar de história e de romances compridos. O pai de Câncer se importa com o que é dado e feito de coração.

Mãe de Câncer

Se há um signo que é responsável pelos mitos sobre a poderosa, doce, absorvente e carinhosa 'Grande Mãe', este signo é Câncer. A canceriana vai até o inferno por seus filhos. Ela corre sérios riscos de ter comportamentos controladores e morre de medo de ver suas crias irem embora.

Confidente, amiga e protetora do núcleo familiar, a mãe de Câncer conta histórias da época de sua avó, cozinha doces antigos e adora montar o álbum de fotos da família. Tudo isso para que seus filhos jamais se esqueçam de onde vieram e saibam para onde ir no futuro.

Não é fácil ter uma canceriana como mãe, mas você jamais a trocaria por outra, não é?

Alimentação

Signo da infância e dos hábitos alimentares arraigados e difíceis de remover, Câncer se alimenta conforme seu estado emocional.

Às vezes é frugal, outras é excessivo. Amante das sopas delicadas, dos purês exóticos e dos peixes (rio e oceano) e de outros frutos do mar, o canceriano também aprecia sabores adocicados. Mas não se dá bem com alimentos muito condimentados ou pesados. Na sobremesa, frutas frescas ou bolo de chocolate.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos