Céu de setembro de 2012: mês do aniversário do Brasil traz prosperidade e otimismo ao país

Barbara Abramo
Do UOL, em São Paulo

Esse é o mês em que o Brasil completa mais um aniversário. A cada 7 de setembro, se confirma astrologicamente o nascimento do país como uma entidade política independente de Portugal. Essa é a data que usamos para analisar as perspectivas que podemos esperar para o Brasil. E, por esse motivo, é que os astrólogos também adotam o signo de Virgem como o do país, com o Ascendente em Aquário --signo que ascendia na ocasião do grito do Ipiranga.

Setembro começa sob a vibração reflexiva de uma Lua minguante em Gêmeos. Auspiciosamente, ela forma um aspecto protetor com Júpiter, anunciando prosperidade e otimismo para o povo brasileiro. O único porém: o povo estará mais inclinado a gastar mais do que tem! O mercado irá se aquecer.

Até a Lua nova em Virgem --que ocorre em 15 de setembro--, as novidades ficam por conta do cenário político: Marte em Escorpião anuncia mais atividade do governo federal e traz destaque para decisões até impopulares. Porém, há fortes apoios; inclusive, de grandes empresas de capital internacional (Plutão) e setores ligados à mídia e bancos (Mercúrio), que formam um laço poderoso de apoio ao governo federal, representado por Marte. Mas em termos de campanhas eleitorais, quem leva a melhor neste período? As oposições. Podemos esperar um grande aumento da preferência por candidatos de oposição ao governo federal em muitos estados --São Paulo, por exemplo.

Eis que chega a Lua nova, muito importante para o Brasil, porque acontece no signo de Virgem. De pronto, podemos observar a grande atividade no sistema bancário e as adaptações e aperfeiçoamentos que serão feitos em alguns serviços públicos básicos, favorecendo os servidores públicos neste mês.

É bom que se saiba: as perspectivas astrológicas para o Brasil, no período de setembro de 2012 a setembro de 2013, são as mais desafiadoras dos últimos cinco anos. Tanto para o governo federal, que enfrentará sérios problemas em maio e em novembro de 2013, como para as dívidas publicas, que causarão muitos debates nas Câmaras no ano que vem. 

Os nodos lunares se encontram no eixo do poder federal, acentuando a promessa de crises e a necessidade de se recorrer a saídas e soluções de força em alguns casos, o que aumentará a impopularidade já delineada. A Lua, nos últimos graus de Touro e bem próxima do aglomerado estelar das Plêiades, anuncia um evento triste que envolverá figuras femininas bem populares e queridas dos brasileiros, por volta de abril e maio de 2013.


Mas voltemos a setembro de 2012. Com a lunação em Virgem, começa um ótimo período para a agricultura e a pecuária nacionais. Há chance de aumentar a exportação de alguns produtos e também de carne.

No campo político, a partir da segunda quinzena, começa a declinar a popularidade de candidatos das oposições em alguns centros importantes, algo que ficará mais claro a partir de 22 de setembro.

A primavera começa aí mesmo, prometendo altos e baixos no cenário internacional. Surpresas e eventos inesperados sem dúvidas irão atrair as atenções e eletrizar os debates. O auge deste processo ocorrerá no fim do mês, com a Lua cheia em Áries, que irá polarizar ainda mais os desafios e contradições do período.

O Brasil fica de fora dessa conjuntura explosiva, a não ser por eventuais acidentes que envolverão prospecção de petróleo e centrais elétricas, que devem ocorrer entre 25 de setembro a 10 de outubro. A cheia lunar do dia 30 ativa poderosamente o mapa astral dos EUA, por exemplo. E anuncia um período de bastante turbulência internacional, tanto no campo político e econômico quanto no aspecto terreno mesmo. Urano e Plutão são as forças titânicas acionadas por esta Lua cheia, sempre representando convulsões e modificações geomorfológicas e climáticas.

Mais para o fim de setembro, Vênus em Leão reafirma o poder de mulheres que ocupam cargos de administração na economia e na política. Saturno se despede de Libra depois de um longo trânsito por este signo, acentuando nos últimos dias do mês a urgência de se fazer justiça e de adotarmos uma postura equilibrada e ponderada diante dos que forçarem em direção a soluções de força ou destruição. Saturno em Libra é o planeta que tem as rédeas da Justiça bem feita e quem quiser contribuir para um mundo melhor precisará levar em conta seu recado: sem equilíbrio, nenhuma paz é possível.

Últimas de Mulher

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos