Cores estão ligadas aos desejos de Ano-Novo; saiba o que representam e como combiná-las

Caroline Pereira
Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação / Arte UOL

Quando o assunto é produção para o Ano-Novo é preciso levar em conta não só o quesito moda, mas os pedidos e desejos traduzidos em cores que prometem dar aquela forcinha na sorte para os próximos 365 dias.

As crenças que cercam as tonalidades do nosso réveillon são mais recentes do que se imagina, explica o professor de história da moda João Braga, da Fundação Alvares Penteado (Faap). O branco, por exemplo, clássica tradição brasileira, só passou a valer no final da década de 1970, adaptado dos umbandistas que vão de branco realizar suas tradições de ano novo nas praias, ganhou admiradores e acabou incorporado pelos não praticantes. "Para esta religião, a cor branca é a simbologia da paz, e com o azul é uma homenagem a Iemanjá. A cor então se popularizou até se tornar praticamente um traje oficial do réveillon brasileiro", explica ele.

Já a simbologia das cores é mais antiga, com tonalidades associadas a sentimentos não só no universo das roupas, mas no design de produtos, marcas e lojas. O vermelho é a cor da intensidade e paixão; representa o calor das sensações intensas. O amarelo remete ao metal precioso símbolo da fortuna, o ouro. O verde traz a esperança de tempos melhores. Os tons de azul são associados à serenidade. E o branco, carro-chefe dos sentimentos comumente desejados, a paz.

Para o astrólogo Oscar Quiroga, as cores e os rituais que envolvem a passagem do ano não são exclusividade do dia 31, mas representam práticas que, juntas, trazem uma vida com mais sorte. "É um processo de somatórios", comenta. Segundo ele, as cores, os sons e as palavras que usamos são responsáveis pela atração de boas energias, o que deve ser incentivado durante todo ano.

Como usar as cores

O branco como base é um dos segredos para um look de sucesso e fácil composição. Dá para abusar das cores (e pedidos) nos acessórios e peças-chave, como shorts, saias ou blusas. Essa também é a hora para investir nos brilhos e paetês que também carregam seu significado. "O brilho e a prata simbolizam aquilo que há de novo, o futuro", afirma Braga. A apresentadora Sabrina Sato é adepta à mistura de tons claros, usados com metais e até estampas. "Gosto de usar branco, dourado ou prata, mas até oncinha já usei", conta ela.

A tendência do "color blocking" (mistura de cores, em blocos) conquistou as brasileiras e permite uma ótima brincadeira com as cores do réveillon. Invista em peças lisas com tonalidades fortes ou suaves em contraste, como o azul com amarelo ou verde com vermelho - só tome cuidado para não parecer uma árvore de Natal. A stylist Flavia Lafer também indica as cores neon. "Os tons flúor estão muito em alta neste verão e ficam bacanas em contraste com o branco", explica. "Eu gosto de virar o ano com muitas cores e vibrações positivas, já que sorte e bons pensamentos nunca são demais", completa.

Outra onda que casa muito bem para a contagem regressiva são as "candy colors" (cores de doce, mais lavadas) que invadiram 2012. São tonalidades pastel de rosas, amarelos, verdes, azuis e muito nude, que garante graciosidade às produções e permite a mistura de diversas cores, sem grandes contrates, e acessórios. Falando neles, o momento de descontração da virada é a hora certa para abusar de maxijoias. Colares com grandes pedras que caem sobre o colo, anéis de coquetel e mix de pulseiras estão liberados.

Últimas de Mulher

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos