Em um dormitório pequeno, o que fazer na parede entre o quarto e o closet?

Marcel Steiner

Marcel Steiner

A internauta do UOL Casa e Imóveis Audrei Franco acaba de encomendar um closet para seu quarto. Ele é composto por duas peças, uma encaixada no nicho do armário original e outra de costas para a cama, criando um corredor de armários que termina no banheiro da suíte. Ela gostaria de saber como revestir a parte de trás desse móvel, sem ter que recorrer a espelhos, como foi projetado pela empresa de armários contratada.

Espelhos em ambientes pequenos têm a função de tornar o espaço visualmente mais amplo. Mas não gosto muito de espelhos perto da cama. O lugar correto para um espelho nesse closet seria na parede em frente à porta do banheiro, ao lado dos armários. Audrei poderia experimentar roupas dentro do closet, sem ter que andar até o quarto para se olhar no espelho. Esse é o melhor lugar, realmente.

Para revestir as costas do novo armário, existem algumas opções. A primeira delas é criar um painel com madeiras ripadas no sentido horizontal. Dispostas dessa maneira, as ripas deixariam o quarto visualmente mais largo. E é isso que precisamos em um quarto relativamente pequeno. Além disso, a madeira traria aconchego ao dormitório.

Outra possibilidade é a pintura dessa superfície com uma cor escura, com o objetivo de tornar o quarto mais acolhedor. Não é preciso ter medo de usar cores escuras em um dormitório. Claro que a escolha da cor depende do estilo da decoração da Audrei. Mas posso recomendar cinza escuro, verde inglês ou azul marinho. São cores neutras, que combinam praticamente com qualquer peça ou roupa de cama.

Não aconselho cores vibrantes, como vermelho ou amarelo, que prejudicam o sono. Tons claros de azul ou verde são opções muito usadas em dormitórios. Nada mais entediante! Escolha uma cor imponente, com personalidade forte.

  • No projeto original do dormitório, a parte de trás do closet é revestida com espelhos

A última alternativa é pintar as costas desse armário na mesma cor das paredes do quarto, que, na minha opinião, deveriam ser brancas. Dessa forma, criamos uma unidade no dormitório, o que deixa o espaço mais elegante. Nossa internauta poderia aproveitar essa parede livre para pendurar uma coleção de pequenos quadros de família, de diversos tamanhos e molduras.

Para qualquer qualquer uma das opções citadas, acho que a melhor ideia é pintar as portas do quarto de branco. Elas deixam o espaço mais leve e com menos informação nas paredes. E, como já existe madeira no piso, não há com o que se preocupar.

Audrei não pode esquecer dos criados-mudos ao lado da cama. É importante que ela encomende peças sob medida, em função da falta de espaço. O ideal é que o revestimento dessas peças seja igual às portas dos armários. E muito cuidado para não comprometer a circulação.

O resultado final da decoração do quarto ainda vai depender de outros elementos como as cortinas, o tapete, a iluminação e a cabeceira da cama. Vale lembrar que apenas um bom armário e uma roupa de cama bonita não fazem milagre em nenhum quarto. É a junção de todos os elementos que determina se uma decoração é boa ou ruim.

Marcel Steiner

Marcel Steiner é designer de interiores e mestre em história e crítica da arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP

UOL Cursos Online

Todos os cursos