Obra de monotrilho complica trânsito em avenida de SP

São Paulo - O trânsito na Avenida Luís Inácio de Anhaia Melo, na zona leste de São Paulo, parou ontem no primeiro dia útil de interdições para as obras do futuro monotrilho da Linha 2 - Verde do metrô (antigo Fura-Fila). A construção dos pilares de 12 a 15 metros de altura deve durar sete meses. Nesse período, moradores da Vila Prudente temem uma invasão de caminhões em ruas residenciais da região.

Motoristas que utilizam a alça de retorno da Anhaia Melo localizada sob o Complexo Viário Senador Emygdio de Barros Filho, na esquina com a Avenida Salim Farah Maluf, têm de procurar agora uma outra rota para pegar a via no sentido bairro. Desde sábado foram interditadas uma faixa de rolamento em cada um dos sentidos da avenida, ao lado do canteiro central.

Como opção para os motoristas evitarem a Anhaia Melo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está sugerindo rotas alternativas por dentro de bairros como a Vila Zelina e a Vila Ema. O desvio do tráfego ocorre entre o acesso à Salim Farah Maluf e a Rua Salvador Fernandes Lopes. Na manhã de ontem, por volta das 7 horas, a fila de carros na avenida interditada tinha 2 quilômetros.

No sentido bairro da Anhaia Melo, o motorista poderia usar um caminho por dentro da Vila Zelina, segundo a CET - ele deveria entrar na Rua Amparo, depois à esquerda na Rua Tomaz Izzo, seguir em frente na Avenida Zelina, pegar à esquerda na Rua Pimentel do Vabo, na frente da Rua Francisco Falconi, e voltaria à Avenida Luis Inácio de Anhaia Melo, seguindo seu trajeto normal. A CET diz que os transtornos são temporários e necessários para a criação do metrô na região. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

UOL Cursos Online

Todos os cursos