Em São Paulo, 112 mil imóveis vão pagar mais IPTU em 2011

São Paulo - O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 112 mil imóveis de São Paulo terá, além da correção inflacionária anual, mais um reajuste em 2011. Segundo a Secretaria de Finanças, essas propriedades tiveram aumento acima do teto previsto para este ano, de 30% para residenciais e 45% para comerciais e industriais, após a revisão dos valores de 1,7 milhão de imóveis. Por esse motivo, ficou um resíduo para o próximo ano.

Será mantido o mesmo teto de reajuste deste ano. Mesmo com os dois aumentos, 38 mil imóveis ainda precisarão de um novo reajuste, em 2012, para se adequar aos valores estipulados pela Prefeitura. O aumento se deve a uma atualização dos valores venais dos imóveis, para aproximá-los do mercado imobiliário. Esses números estão na Planta Genérica de Valores (PGV), que estava desatualizada desde 2001.

No ano passado, a Câmara aprovou projeto de lei do prefeito Gilberto Kassab (DEM) que corrigia a PGV, limitando os reajustes em 2010 a 30% para imóveis residenciais e a 45% para os comerciais. Os que estivessem acima do teto teriam aumento escalonado nos anos seguintes. Em média, o reajuste foi de 24% este ano. As informações são do "Jornal da Tarde".

UOL Cursos Online

Todos os cursos