Com gasto de R$ 406 ao ano, paulistano é quem mais consome artigos para o lar

SÃO PAULO – O paulistano é o principal consumidor de artigos para a casa, com um gasto médio que é quase o dobro da média nacional, revelou estudo do Ibope Inteligência.

De acordo com os dados, São Paulo detém 11% dos imóveis, artigos para decoração, utensílios domésticos e cama, mesa e banho consumidos no País.

Em seguida, estão as cidades do Rio de Janeiro (5,5%), Salvador (2,5%), Belo Horizonte (2,3%) e Curitiba (2%).

Gasto médio

Para se ter uma ideia do potencial de consumo dos moradores da cidade de São Paulo, eles têm um gasto médio com esses itens de R$ 406 ao ano, enquanto a média nacional é de R$ 236.

No estado de São Paulo, que corresponde a um terço do consumo de itens para o lar do Brasil, o gasto médio é de R$ 288.

Para o diretor de geonegócios do Ibope Inteligência, Antônio Carlos Ruótolo, produtos relacionados à casa, construção, reforma e decoração têm crescido na prioridade dos consumidores.

Mercado

O mercado de itens para o lar movimenta R$ 37,7 trilhões por ano em todo o Brasil e não é a classe mais alta que gasta mais.

Os dados da pesquisa mostram que as classes B e C são responsáveis por 74% dos gastos, sendo que a primeira fica com 42% do total.

A classe A responde por 19% do total de gastos com produtos para o lar no Brasil, enquanto as classes D e E ficam com 7% do total.

UOL Cursos Online

Todos os cursos