Vendas pendentes de imóveis aumentam 4,3% em agosto nos EUA

Washington, 4 out (EFE).- As vendas de imóveis pendentes de serem fechadas aumentaram 4,3% em agosto nos Estados Unidos, segundo os contratos de compra e venda assinados no mês passado, informou hoje a Associação Nacional de Agentes de Bens Imobiliários (NAR, na sigla em inglês).

As vendas pendentes de imóveis nos EUA aumentaram mais do que era esperado pelos analistas - que previam uma elevação de 3% -, registrando o segundo mês consecutivo de altas.

O índice que mede a compra e a venda de imóveis e que utiliza como base os dados de 2001 registrou 82,3 pontos, frente aos 78,9 de julho. Em termos anualizados, no entanto, as vendas pendentes diminuíram 20,1%.

Os números referem-se aos contratos de compra e venda assinados, mas que ainda não foram fechados, algo que costuma ocorrer em um prazo de um ou dois meses nos EUA.

As vendas de imóveis pendentes e a atividade da construção civil estão se estabilizando após um período de quedas decorrente do fim, ocorrido em abril, de um popular subsídio de até US$ 8 mil que era concedido a pessoas que compravam sua primeira residência.

O economista-chefe da NAR, Lawrence Yun, indicou que o dado de agosto reflete "a melhora gradual que ocorrerá nas compras e nas vendas nos próximos meses" nos EUA.

UOL Cursos Online

Todos os cursos