Aluguel na cidade de São Paulo aumenta 11,6% nos últimos 12 meses

SÃO PAULO - O valor de novos contratos de locação residencial de apartamentos e casas na cidade de São Paulo registrou alta de 11,6% no acumulado dos últimos 12 meses. Em relação aos valores negociados em abril, a alta no quinto mês do ano é de 0,4%, segundo revelam dados divulgados nesta segunda-feira (21) pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

No que diz respeito aos contratos em andamento, o reajuste anual do aluguel deve seguir o IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado) da FGV (Fundação Getulio Vargas ), ficando, assim, em 4,18% para os contratos com aniversário em junho e pagamento em julho.

O valor é 1,30 ponto percentual maior que o observado em maio, quando o reajuste foi de 2,88%.

Três dormitórios têm maior inflação

Os imóveis de três dormitórios foram os que mais apresentaram alta no reajuste do aluguel em maio, de 0,7%.

Em seguida, com altas de 0,5% e 0,2%, ficaram os imóveis com dois e um dormitório, respectivamente. Neste último caso, o vice-presidente do Secovi, Francisco Virgílio Crestana, explica que a pouca variação ocorreu por conta da acomodação dos preços.

“A demanda por moradias de um dormitório continua aquecida na Capital, mas, até em função da alta de preços nos meses anteriores, houve em maio uma certa acomodação nos valores de locação desse tipo de imóvel.”

UOL Cursos Online

Todos os cursos