Cai inadimplência em condomínios em São Paulo

SÃO PAULO – A inadimplência em condomínios da cidade de São Paulo caiu no primeiro semestre deste ano, frente ao mesmo período do ano passado, revelaram dados da Lello.

No primeiro semestre deste ano, o índice médio de boletos de condomínio com atraso superior a 30 dias ficou em 4,3% do total emitido pela administradora. No mesmo período do ano passado, a representatividade dos inadimplentes era de 4,5%.

A queda da inadimplência, porém, tem perdido força. Entre o primeiro semestre de 2008 e 2009, ela foi de 0,2 ponto percentual. Já entre o ano passado e o anterior, quando a inadimplência era de 6%, a queda havia sido de 1,5 ponto percentual.

Força da legislação

O motivo para a queda na inadimplência durante o período é a legislação estadual, que permitiu inscrever o nome de condôminos devedores em serviços de proteção ao crédito.

“Essa lei entrou em vigor em 2008, provocando quase que imediatamente uma forte redução do número de boletos em atraso e gerando acordos com os moradores. Esse ritmo agora é naturalmente menor, mas o resultado é altamente positivo para o mercado”, diz o gerente de Cobrança da Lello, Carlos Henrique.

UOL Cursos Online

Todos os cursos