Implantação de rede de esgoto pode valorizar em até 18% os imóveis

SÃO PAULO – A implantação de redes de esgoto faria com que os imóveis localizados em regiões onde elas ainda não existem fossem valorizados em média em até 18%, indicou o estudo "Benefícios econômicos da expansão do saneamento básico", lançado pelo Instituto Trata Brasil e pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

De acordo com a pesquisa, as famílias de menor renda seriam as mais beneficiadas com a rede de esgoto, em função das melhorias nos serviços de infraestrutura. Os investimentos nessas áreas fariam com que os imóveis, muitas vezes o único patrimônio dessas famílias, fossem valorizados.

Considerando a estimativa em torno dessa valorização, os imóveis poderiam chegar a um montante de R$ 74 bilhões, 49% superior ao custo das obras de saneamento, avaliado em R$ 49,8 bilhões.

Ganhos

Os reflexos dessa valorização seriam sentidos de maneiras distintas por cada estado, a começar pelos mais deficientes, que teriam o maior volume de ganhos registrado.

Ainda assim, os cofres públicos receberiam uma fatia da cifra investida em saneamento, que seriam realocados como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ITBI (Imposto Sobre Transferência de Bens Imóveis).

No mais, com as melhorias efetuadas, a arrecadação com IPTU, por exemplo, seria intensificada, o que elevaria um ganho estimado de R$ 385 milhões ao ano, a mesma proporção do valor médio dos imóveis. Já com relação ao ITBI, seu crescimento superaria os R$ 80 milhões por ano.

UOL Cursos Online

Todos os cursos