Valor do aluguel residencial sobe 1,10% em junho, mostra Aabic

SÃO PAULO - Os aluguéis residenciais na capital paulista sofreram reajuste de 1,10% em junho, ante o mês anterior. De acordo com o Ipevemar (Índice Periódico de Valores Médios dos Aluguéis Residenciais), medido pela Aabic (Associação das Administradoras de Bens Imóveis de Condomínios de São Paulo), isso significa uma alta demanda do setor em relação à oferta de imóveis disponíveis.

No primeiro semestre desse ano, o índice registrou variação de 7,72%, enquanto que nos últimos 12 meses evidenciou-se uma elevação de 6%, patamar superior ao do IGP-M (5,18% no mesmo período).

Os apartamentos de 1 e 3 dormitórios foram os que apresentaram as maiores elevações em junho, de 2,47% e 2,56%, respectivamente. Por outro lado, as casas de 2 dormitórios sofreram queda de 8,42%.

Bairros

Os bairros de uso residencial e comercial de médio padrão, como Aclimação, Bela Vista, Jabaquara, Saúde, Tatuapé, entre outros, registraram queda de 9,6% nos preços.

Para o diretor de locação da Aabic, Eduardo Zangari, chama a atenção o aumento dos preços em bairros de médio baixo e baixo padrão, como Água Fria, Belém, Bom Retiro, Cambuci, Casa Verde, entre outros.

Confira abaixo a variação Ipevemar e do IGP-M , índice calculado pela FGV e utilizado como balizador oficial para reajuste dos aluguéis:



Meses Ipevemar (%) IGP-M (FGV)(%)
Variação No Ano 12 meses Variação No Ano 12 meses
Mar/10 0,68 3,83 3,24 0,94 2,77 1,95
Abr/10 1,17 5 5,16 0,71 3,56 2,89
Mai/10 1,62 6,62 1,71 1,19 4,79 4,18
Jun/10 1,10 7,72 6 0,85 5,68 5,18

UOL Cursos Online

Todos os cursos