Momento é propício para compra de imóveis no exterior

SÃO PAULO – A 5ª edição do SISP (Salão Imobiliário de São Paulo) traz uma novidade para quem quer comprar um imóvel: a oferta de propriedades no exterior. A oportunidade, segundo especialistas, deve ser aproveitada, já que o momento é propício para este tipo de negociação.

“O momento é bom, por conta da valorização do real. Além disso, imóveis sempre são bons investimentos. Contudo, uma compra fora exige mais atenção do comprador”, explica, Leonardo Shneider, diretor-superintendente da Apsa, empresa especializada em administração de imóveis.

América do Sul ou EUA?

No evento, que acontece até o próximo domingo (26) no Pavilhão de Exposições do Anhembi, estão sendo ofertados imóveis na Argentina, Paraguai, Uruguai e nos Estados Unidos, sendo que, para Schneider, esta última é a melhor opção.

“O mercado sul-americano está mais sujeito a oscilações. Ainda assim, são bons investimentos, com potencial de valorização, sobretudo Argentina e Uruguai”, diz.

Quem vai investir neste mercado, orienta ele, deve ter mais atenção e procurar se informar sobre a economia atual e futura do país, avaliar a cidade e a construtora do empreendimento.

EUA

Mesmo com a crise envolvendo o mercado imobiliário norte-americano, nos últimos anos, Schneider acredita que os Estados Unidos ainda são ótima opção de investimento, tanto para quem quer comprar e vender, como para quem pretende disponibilizar o imóvel para locação.

“É um mercado sólido, cujos preços estão atraentes no momento e ainda têm grande potencial de valorização”.

O presidente de Relações da NAR (National Association of Realtors) – entidade parceira do Secovi-SP -, Marco Fonseca, concorda e acrescenta: “Apesar da turbulência econômica causada pelo mercado financeiro nos últimos anos, os Estados Unidos ainda são um porto seguro para investidores, com um sistema de transferência de propriedade considerado modelo para o resto do mundo”.

Aluguel

Independentemente do local escolhido para a compra do imóvel, sugerem os especialistas, quem compra uma propriedade para alugá-la mais tarde deve procurar casas ou apartamentos pequenos e construções novas, que possuem menor custo de manutenção.

Além disso, deve se prestar atenção à localização e se, possível, contatar um administrador para tomar conta do negócio.

Por fim, vale lembrar, que sempre é bom visitar o país escolhido, antes de qualquer negociação.

UOL Cursos Online

Todos os cursos