Aluguel residencial fica 0,61% mais caro em setembro, revela IPCA

SÃO PAULO - O aluguel residencial aumentou 0,61% em setembro, após um avanço de 0,35% em agosto, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na quinta-feira (7).

A maior alta do mês ocorreu em Belo Horizonte, onde o aluguel residencial subiu 1,97%. Em seguida ficou São Paulo, com alta de 0,93%. Na outra ponta, as capitais com maiores quedas no preço do aluguel foram Fortaleza (-0,79%) e Rio de Janeiro (-0,40%).

Acumulados

Nos últimos 12 meses, o aluguel residencial avançou 5,53%, com destaque para Distrito Federal (9,76%) e Recife (9,51%). Já no acumulado entre janeiro e setembro deste ano, o aluguel acumula alta de 4,67%. Nessa análise, os maiores aumentos de preço ocorreram no Distrito Federal (9,35%) e Belo Horizonte (7,79%), conforme tabela a seguir:

Variação do custo do aluguel residencial
Capital setembro Acumulado do ano Acumulado de 12 meses 
Rio de Janeiro -0,40% 4,58% 4,77%
Porto Alegre 0,20% 1,61% 2,62%
Belo Horizonte 1,97% 7,79% 9,11%
Recife 0,58% 7,79% 9,51%
São Paulo 0,93% 3,96% 4,66%
Distrito Federal 0,19% 9,35% 9,76%
Belém 0,30% 3,82% 4,01%
Fortaleza -0,79% 4,63% 6,21%
Salvador 0,53% 2,17% 2,78%
Curitiba 0,71% 5,56%

7,01%

Goiânia 0,58% 4,73% 6,44%
Nacional

0,61%

4,67% 5,53%

Fonte: IBGE

UOL Cursos Online

Todos os cursos