Legislação imobiliária em SP faz com que projetos migrem para outros municípios

SÃO PAULO – A legislação urbanística vigente na cidade de São Paulo endureceu a viabilidade da realização de projetos imobiliários e fez com que os empreendedores migrassem com seus lançamentos para outros municípios da região metropolitana da capital.

Segundo a pesquisa do Secovi-SP sobre o mercado imobiliário, apenas 34,1% das 4.786 unidades lançadas em agosto estão localizadas na capital paulista. O percentual representa 1.633 novas moradias.

Na comparação mensal, entre julho e agosto, verificou-se um incremento de 17% no volume de lançamentos na Grande São Paulo, enquanto que na capital houve uma queda de 36,8% em igual período.

"Vale lembrar que a capital representava fatia superior a 83% no início de 2004", afirma o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

Comercializações

O mesmo movimento se dá com relação ao nível de comercialização de imóveis, no qual a cidade de São Paulo participou com 42,8% no total de 3.825 negociações efetuadas na região.

A região metropolitana também apresentou baixo resultado no nível de comercialização de imóveis, em relação a julho, com queda de 11,5%, porém muito distante da marca aferida na cidade de São Paulo (-48,4%).

UOL Cursos Online

Todos os cursos