Casa própria é o principal desejo dos brasileiros

SÃO PAULO – O sonho da casa própria ainda faz parte do principal item de desejo dos brasileiros, revelou estudo desenvolvido pela agência Voltage e pela empresa de pesquisa Bridge Research.

Ter o direito à moradia está no topo do imaginário de 43% dos entrevistados, principalmente os integrantes das classes C (48%) e B (37%).

A pesquisa também identificou que “ser alguém na vida” (17%), “ser mais espiritual” (9%), “desistir de tudo e viver a boa vida no campo” (8%) figura entre os anseios dos brasileiros.

Vida boa

Para se chegar ao padrão de vida confortavelmente necessário, 72% dos entrevistados disseram precisar de TVs de tela plana, LCD, plasma e LED. Destes, 76% compõem a classe A, enquanto 72% as classes B e C.

Outras formas de tecnologias para viver bem foram lembradas: celular (67%), TV por assinatura (61%), telefone fixo (57%) e notebook (56%). Nota-se que ter internet banda larga sem fio, com 55% das citações, não ficou entre as primeiras necessidades.

Crise mundial

Quando questionados sobre como a crise mundial afetou a percepção e os hábitos de compra do brasileiro, os pesquisadores apresentaram três hipóteses a serem escolhidas pelos entrevistados.

A maioria (31%) afirmou ter se tornado mais consciente das coisas que realmente trazem felicidade, como amigos e família. Neste quesito, boa parte dos respondentes pertencia à classe B, com 34% das citações.

“Eu me tornei mais tolerante com as diferenças” foi a resposta de 28% das pessoas, em especial, dos cariocas (29%) e dos paulistanos (25%). Outros 24% entrevistados disseram terem se tornado menos receosos e mais abertos em relação às pessoas.

“Nota-se que se a percepção e os valores mudaram, e certamente, a forma de se relacionar com o consumo sofrerá alterações”, afirma o diretor-geral da Voltage, Paulo Al-Assal.

UOL Cursos Online

Todos os cursos