Financiamento imobiliário com recursos da poupança deve atingir R$ 85 bi em 2011

SÃO PAULO - Os financiamentos imobiliários com recursos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) devem atingir R$ 85 bilhões em 2011, segundo estimativa divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), com base em dados do Banco Central e da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança).

Caso este valor se confirme, este ano, o crédito imobiliário deve crescer 50% em relação ao montante esperado para 2010, de R$ 57 bilhões.

2010

Ainda de acordo com o Secovi-SP, o total de recursos da poupança utilizado no ano passado para financiar a compra ou a construção da casa própria deve representar 4% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional.

Na comparação com 2009, quando R$ 34 bilhões foram destinados para financiamentos imobiliários, os R$ 57 bilhões (R$ 25 bilhões para construção e R$ 32 bilhões para aquisição) estimados para 2010 apontam crescimento de 67% no total de empréstimos do SBPE em um ano.

Até novembro, último dado consolidado, o SBPE já havia emprestado R$ 47,9 bilhões, sendo R$ 26,6 bilhões para aquisição e R$ 21,4 bilhões para construção.

Unidades

No que diz respeito ao total de unidades financiadas com recursos da poupança, até o penúltimo mês do ano passado, o Sistema contabilizava 358,7 mil unidades – 183,5 mil adquiridas e 175,2 mil construídas.

A estimativa é de que 2010 se encerre com um total de 450 mil unidades financiadas, sendo 230 mil construções e 220 mil aquisições.

UOL Cursos Online

Todos os cursos