Após tragédia no Rio de Janeiro, aluguel sobe cerca de 30% em Petrópolis

SÃO PAULO - Após a tragédia na região serrana do Rio de Janeiro, os preços de locação de imóveis subiram cerca de 30% em Petrópolis, uma das cidades mais afetadas pelas chuvas.

Segundo o secretário de Programas Sociais e coordenador do Comitê de Ações Emergenciais de Petrópolis, Luís Eduardo Peixoto, os aluguéis que estavam anunciados por R$ 450 passaram para R$ 600.

"Está havendo uma verdadeira especulação imobiliária. Teve gente que havia fechado o valor do aluguel em R$ 450 e, quando foi à Caixa Econômica assinar o contrato, o dono já estava pedindo mais caro", afirmou Peixoto, segundo a Agência Brasil.

Após três semanas da tragédia que atingiu a região serrana do Rio de Janeiro, 813 pessoas em Petrópolis preencheram o cadastro para receber o aluguel social. Destas, 398 já podem receber o benefício, que é de R$ 500.

Projeto habitacional

Ainda segundo Peixoto, a prefeitura de Petrópolis deve entregar até o próximo mês cerca de 250 casas populares. Contudo, essas moradias serão destinadas às pessoas que já haviam sido atingidas por outras enchentes e estão na fila da habitação.

O plano do governo local é implementar um projeto habitacional para que as pessoas deixem as áreas de risco. "Não podemos construir casa apenas para atender situação de emergência. Temos dificuldade de encontrar terrenos. Mas há um trabalho intenso do governo para localizar essas áreas", disse Peixoto.

UOL Cursos Online

Todos os cursos