Brasil terá índice que mede rentabilidade de imóvel comercial

SÃO PAULO – O Brasil contará com um índice que mede a rentabilidade de imóveis comerciais, que será lançado na próxima sexta-feira (11) pela BM&FBovespa e a FGV (Fundação Getulio Vargas).

O indicador, denominado Índice Geral do Mercado Imobiliário – Comercial (IGMI-C), foi desenvolvido com a colaboração de 26 entidades e empresas do setor financeiro e imobiliário.

O objetivo é que ele se torne uma referência de rentabilidade de imóveis comerciais – como escritórios, galpões e shoppings -, contribuindo para que os investidores tenham mais transparência em relação à formação de preços de compra, venda e locação.

Carência

O mercado de imóveis comerciais cresceu nos últimos anos e chamou a atenção de investidores. No ano passado, ele atingiu US$ 3,4 bilhões em investimentos.

No entanto, de acordo com o diretor-geral de Comercialização e Marketing do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), Luiz Fernando Gambi, não há nenhum indicador que meça a rentabilidade desse tipo de aplicação, uma lacuna do mercado.

Desta forma, os investidores só conseguem ter uma noção de como andam seus negócios, sem uma base fidedigna de comparação, tanto entre os negócios do próprio mercado quanto deste mercado de imóveis comerciais em relação a outras aplicações financeiras.

“Com esse índice, você tem uma postura muito mais profissional para quem quer investir em imóvel comercial”, disse Gambi, para quem, hoje, o investidor fica muito sujeito à análise restrita da região onde ele aplica, sendo que uma análise mais abrangente pode ser como um “bússola” em decisões de investimento.

UOL Cursos Online

Todos os cursos