Imóveis: mais de 70% dos contratos renovados em SP tiveram reajuste de aluguel

SÃO PAULO – Pesquisa da Lello mostra que 73% dos contratos que foram renovados formalmente no primeiro bimestre deste ano, na cidade de São Paulo, passaram por reajuste no aluguel.

Em números absolutos, do total de 133 contratos de locação renovados em janeiro, 97 foram renegociados, enquanto 36 (27%) foram renovados formalmente sem ajustes no valor de aluguel. "Em alguns casos, é necessário atualizar os valores, porque o aluguel pode estar defasado em relação a imóveis similares num mesmo bairro disponíveis para locação", afirma a empresa de administração imobiliária.

Segundo a Lello, a atualização e revisão das bases contratuais podem aumentar o rendimento dos proprietários em até 15%. Outro fator determinante para a renovação do contrato é a relação amistosa e cordial entre as partes.

"Se o inquilino está satisfeito com o imóvel, a unidade está bem conservada e o proprietário recebe o aluguel em dia, sem qualquer dor de cabeça, a tendência é pela manutenção do contrato", afirma a diretora da Lello Imóveis, Roseli Hernandes.

Formal
O número de contratos de locação residencial renovados formalmente no primeiro bimestre de 2011 cresceu 49,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Em números absolutos, isso significa que, nos dois primeiros meses deste ano, foram realizadas 133 renovações, enquanto em 2010 houve 89 renovações.

Segundo a Lello, pela Lei do Inquilinato, todos os contratos prorrogam-se automaticamente após o vencimento, vigorando, a partir de então, por prazo indeterminado.

UOL Cursos Online

Todos os cursos