Governo do Rio cria tarifa social do gás para Minha Casa, Minha Vida

SÃO PAULO - Está publicado na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do Rio de Janeiro decreto do governador Sergio Cabral Filho, que torna mais barata a tarifa do gás para residências que participam do programa Minha Casa, Minha Vida.

De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, a medida, que cria a tarifa social do gás, fará com que o produto saia de R$ 3,43 para R$ 2,02, uma diferença de 41%.

“Com a economia mensal de 41%, o dinheiro pode ser usado, por exemplo, na compra de bens de primeira necessidade, como alimentos”, ressalta a subsecretária estadual de Energia, Logística e Desenvolvimento Industrial, Renata Cavalcanti.

Beneficiados
A tarifa social do gás irá beneficiar famílias com renda de até três salários mínimos, cerca de R$ 1.620, que estejam inscritas no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e sejam beneficiárias da tarifa social de energia elétrica.

Quem já mora em imóvel do programa poderá se inscrever para ter o desconto, mas antes será necessário verificar se a tubulação da unidade permite a instalação do gás, que será fornecido pelas concessionárias.

Segundo a subsecretária Renata Cavalcanti, o Rio de Janeiro é responsável por 45% da produção de gás natural no Brasil e possui o segundo maior mercado consumidor, inclusive de GNV.

UOL Cursos Online

Todos os cursos