Em março, reajuste de aluguel pelo IPCA foi mais vantajoso para o inquilino

SÃO PAULO – Os contratos de aluguel que vencerem até o final de abril e que, por ventura, tenham o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) como balizador para o reajuste, serão menos onerosos para os inquilinos.

Isso porque, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados nesta quinta-feira (7), a variação acumulada em 12 meses, encerrados em março, pelo IPCA é de 6,30%, enquanto que, para o mesmo período, o IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado) acumula alta de 10,95%.

Simulação
Dessa forma, segundo cálculos realizados pelo gerente do departamento de Economia do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), Roberto Akazawa, a pedido do InfoMoney, um aluguel de R$ 850 reajustado pelo IPCA ficará em torno de R$ 903,55. O mesmo valor, calculado pelo IGP-M, ficará em torno de R$ 943,08, uma diferença de R$ 39,53.

Para um aluguel mais alto, de R$ 2 mil, por exemplo, os contratos reajustados pelo IGP-M ficarão em R$ 2.219, enquanto que aqueles que tiverem o reajuste pelo IPCA, alcançarão o valor de R$ 2.126.

Apesar da vantagem apresentada atualmente para os inquilinos cujos contratos foram celebrados considerando o IPCA como balizador de reajuste, Akazawa lembra que isto não deve fazer com que as pessoas que pretendem alugar um imóvel negociem para que proprietários e imobiliárias coloquem o índice no contrato, já que não é possível, diz ele, prever o que acontecerá no futuro.

“Não há como dizer qual indicador utilizar. Há momentos em que o IGP-M tem altas consideráveis, como recentemente; mas, há períodos até de deflação”, lembra.

Contratos novos
No que diz respeito aos reajustes de aluguéis para contratos novos, o economista do Secovi-SP acredita que a variação em relação ao contrato antigo pode chegar a 15%, por conta da escassez de oferta de imóveis para locação.

Assim, imóveis que eram alugadas por R$ 850 ou R$ 2 mil em abril do ano passado, seriam locados para novos inquilinos recentemente na faixa de R$ 977,50 e R$ 2.300, respectivamente.

UOL Cursos Online

Todos os cursos