SP: total de ações locatícias sobe mais de 50% em fevereiro

SÃO PAULO - O número de ações locatícias registradas em 13 fóruns regionais da cidade de São Paulo subiu 57,5% em fevereiro, na comparação com janeiro.

De acordo com levantamento realizado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e divulgado nesta quinta-feira (7), em fevereiro, foram propostas 1.836 ações locatícias na Justiça paulistana, contra as 1.166 verificadas no mês anterior.

"Esse crescimento foi motivado especialmente pelo baixo número de processos relativos à locação apurados no primeiro mês do ano", explicou o diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP, Jaques Bushatsky.

Na comparação com fevereiro do ano passado, quando foram registradas 1.799 ações, houve aumento de 2,06%. O primeiro bimestre do ano já acumula 3.002 ações nos fóruns paulistanos analisados. Nos dois primeiros meses do ano passado, foram registradas 3.030 ações.

Ocorrências
Considerando todos os tipos de ocorrências em fevereiro, a pesquisa indica que a maior parte delas dizia respeito às ações por falta de pagamento de aluguel, que representaram 80,1% do total ou 1.471 casos.

As ações de procedimento ordinário, que incluem denúncia vazia, chegaram a 280, representando 15,3% do total, enquanto que as renovatórias (aquelas geradas pelo locatário para garantir sua permanência no imóvel) tiveram 68 ações (3,7%) e as ações consignatórias (propostas quando há discordância de valores de aluguéis ou encargos) registraram 17 ocorrências ou 1% do total.

UOL Cursos Online

Todos os cursos