Aneel aprova reajustes nas contas de luz em cidades do Rio Grande do Sul

SÃO PAULO - A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta terça-feira (12), o reajuste tarifário das concessionárias AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia e Uhenpal (Usina Hidroelétrica Nova Palma).

No caso da AES Sul, o reajuste será de 6,36% para as residências, enquanto para as indústrias haverá aumento de 8,82%. De acordo com a Aneel, a concessionária atende 1,184 milhão de unidades consumidoras em 118 municípios do Rio Grande do Sul.

Já os consumidores residenciais atendidos pela Uhenpal pagarão 6,01% mais caro pela conta de luz. Para as indústrias, o aumento será de 8,63%. Essa concessionária atende 14 mil unidades consumidoras, distribuídas em nove cidades gaúchas.

A proposta enviada à agência pela AES Sul solicitou reajuste médio de 13,37%, no entanto, o reajuste médio aprovado pela Aneel será de 7,56%. Já a Uhenpal enviou proposta de reajuste médio de 8,22% e o aprovado foi de 6,47%.

As novas tarifas entrarão em vigor no dia 19 de abriil.

Outros reajustes
Neste mês, as tarifas de energia de dez distribuidoras de energia serão atualizadas. No dia 8 deste mês, entraram em vigor as novas tarifas da Cemig, Enersul, Cemat (Centrais Elétricas Matogrossenses) e CPFL Paulista (Companhia Paulista de Força e Luz).

Os consumidores das distribuidoras Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) e Cosern (Companhia Energética do Rio Grande do Norte) terão reajuste a partir do dia 22 de abril.

E no dia 29 de abril, o novo índice valerá para a Celpe (Companhia Energética de Pernambuco).

UOL Cursos Online

Todos os cursos