SP: residências de até 130 metros quadrados foram as mais vendidas em fevereiro

SÃO PAULO – As unidades residenciais de até 130 metros quadrados na cidade de São Paulo atingiram 89,1% das vendas imobiliárias em dezembro passado, de acordo com levantamento feito pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

Dentro deste segmento, os imóveis com área útil entre 46m2 e 65m2 se destacaram, representando 38,8% dos negócios efetuados na cidade. Foram 725 unidades vendidas no último mês do ano, o que levou a um índice de 15,2% de VSO (Venda sobre Oferta).

Na seguência, estão os imóveis entre 66m2 e 85m2, cuja participação nas comercializações atingiu 25,7%. Ao todo, 481 unidades foram negociadas em fevereiro e o VSO foi de 13,2%.

Imóveis entre 86 e 130 metros quadrados (14,6%) e com área inferior a 45m2 (10%) registraram as menores representatividades no grupo. No primeiro caso, 273 unidades foram comercializadas, enquanto no segundo foram 187 unidades.

Acima de 130m2
As unidades acima de 130m2 na cidade de São Paulo somaram 10,9% das vendas imobiliárias em fevereiro. Segundo dados do Secovi-SP, imóveis entre 131m2 e 180m2 apresentaram o maior nível de participação nas negociações deste grupo, de 8,5%. No geral, esse segmento vendeu 158 unidades e registrou VSO de 10,9%.

Por fim, imóveis superiores a 180m2 obtiveram participação de 2,4% nas vendas, com somente 45 unidades residenciais vendidas. O VSO deste segmento foi de 6,1%.

Resultados
Nos dois primeiros meses do ano, foram comercializados na capital paulista 2.699 imóveis residenciais novos. De acordo com levantamento feito pelo Secovi-SP, o número apresenta recuo de 38,2% ante as 4.366 unidades vendidas em 2010.

O VSO (Vendas sobre Ofertas), que mede o desempenho entre o total de unidades vendidas e a oferta existente, ficou na média de 10% no bimestre inicial deste ano, inferior aos 16,2% do mesmo período de 2010.

UOL Cursos Online

Todos os cursos