Imóveis: maior parte dos lançamentos de São Paulo é de médio padrão

SÃO PAULO – A maior parte dos lançamentos imobiliários na cidade de São Paulo, entre janeiro e abril deste ano, foi de médio padrão, segundo revela pesquisa realizada pela Coelho da Fonseca Inteligência de Mercado.

De acordo com o levantamento, estes imóveis, que têm o preço do metro quadrado variando de R$ 3.001 a R$ 5.500, responderam por 44,93% dos lançamentos na cidade de São Paulo no período. Em seguida, aparecem os lançamentos de padrão médio-alto, de R$ 5.501 a R$ 8 mil o metro quadrado, com 24,64% do total de lançamentos.

Os imóveis comerciais e de alto padrão (acima de R$ 8.001 o metro quadrado) responderam por 18,60% e 11,81% das unidades lançadas nos quatro primeiros meses do ano. No período, contudo, nenhum imóvel de padrão econômico, com preço do metro quadrado abaixo de R$ 3 mil, foi lançado na capital paulista.

Regiões
Os imóveis de médio padrão foram a maioria dos lançamentos em todas as regiões da cidade, com exceção da Zona Oeste, onde 60% dos lançamentos foram de alto padrão. Os imóveis de médio-alto e médio padrão responderam por 20% dos lançamentos cada.

Na região central, todos os imóveis lançados nos primeiros quatro meses do ano foram de médio padrão, bem como na região Norte da cidade.

Na zona Leste, os imóveis de médio padrão responderam por 75% das unidades lançadas, enquanto os de médio-alto e alto padrão foram responsáveis por 17% e 8% dos lançamentos. Na zona Sul da cidade, a divisão ficou da seguinte maneira: 43% médio padrão, 38% alto padrão e 19% médio-alto padrão.

Interior e Grande São Paulo
No que diz respeito aos lançamentos verificados no interior do estado e na Grande São Paulo, a pesquisa da Coelho da Fonseca mostra que os imóveis de médio padrão continuam com boa representatividade, respondendo, no primeiro caso, por 26,99% dos lançamentos, e, no segundo, por 83,59% das unidades lançadas.

Ao contrário do que ocorre na capital, as duas regiões apresentaram imóveis do perfil econômico, sendo que no interior estes foram os principais lançamentos no período, com 42,56%. Na Grande São Paulo, por sua vez, estes imóveis equivaleram a 10% das unidades lançadas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos