Imóveis para investir: em SP, apartamentos menores são melhores para alugar

SÃO PAULO - Apartamentos de um ou dois dormitórios, em regiões de fácil acessibilidade e próximas a estações do metrô são ideais para quem pretende obter rendimento com o aluguel de imóveis na cidade de São Paulo.

De acordo com especialistas, esses imóveis têm uma procura muito grande para locação e dificilmente ficam vazios por muito tempo.

Segundo o gerente de locação da Auxiliadora Predial, Daniel Nakamura, os apartamentos menores são bastante atrativos para aqueles que querem alugar, pois o valor do aluguel costuma ter um percentual maior do preço do imóvel.

“Em São Paulo, com apartamentos de até R$ 200 mil você consegue geralmente um aluguel que varia de 0,8% até 1% do valor do imóvel. Já em apartamentos mais caros, que costumam ser maiores, o percentual de aluguel em relação ao valor do imóvel não costuma passar de 0,6%”, afirma Nakamura.

O economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, ressalta que os locais preferidos para locação de imóveis são próximos de estações de metrô e onde haja fácil mobilidade. “São apartamentos que a gente chama de 'pão quente'. São fáceis de comercializar e de alugar”, afirma Petrucci.

Locais mais procurados
De acordo com o economista do Secovi, em São Paulo, apartamentos de um ou dois quartos próximos de universidades também são facilmente alugados, devido à grande procura de estudantes.

“Costumo sempre dar como exemplo a região do Hospital das Clínicas, onde universidades e o próprio serviço hospitalar acabam gerando uma grande procura por locação”, afirma Petrucci.

Outro local com boa procura por imóveis menores para alugar é a região onde se localiza a USP (Universidade de São Paulo), segundo Petrucci. “Ali, a grande concentração de estudantes também beneficia quem aluga apartamentos menores”, diz.

O gerente da auxiliadora Predial ressalta que a zona Sul, por conta da proximidade com empresas e grandes centros comerciais, também possui uma demanda aquecida por imóveis para locação.

Entretanto, quem pretende comprar um imóvel nesta região para alugar, deve ficar atento, pois os preços estão muito caros. “Comprar um imóvel agora nesta região com objetivo de alugar pode não valer a pena por causa do preço atual”, afirma Nakamura.

Segundo ele, aqueles que pretendem comprar um apartamento com objetivo de obter rendimento com o aluguel tem como alternativa as regiões que estão crescendo por conta da expansão do metrô.

O economista do Secovi-SP concorda. “Com a expansão do metrô, existem regiões que devem ter uma demanda maior nos próximos anos”, afirma Petrucci.

Preço dos imóveis
Para ele, de maneira geral, o preço dos imóveis deve ter uma acomodação este ano, depois de subir com força em 2009 e 2010. “Os últimos dois anos foram marcados por uma forte valorização imobiliária, que ultrapassou até mesmo as expectativas mais otimistas”, afirma.

“Sempre há espaço para crescer, mas este crescimento deve ser menor em 2011 e ficar mais próximo do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) , da inflação e do INCC (Índice Nacional de Custo da Inflação)", conclui.

UOL Cursos Online

Todos os cursos