Em SP, tarifas da Eletropaulo serão mantidas até definição de metodologia de revisão

SÃO PAULO – As tarifas de energia elétrica da Eletropaulo não serão reajustadas, determinou na terça-feira (28) a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

De acordo com a agência, as tarifas atuais da distribuidora serão mantidas até a publicação da metodologia definitiva do terceiro ciclo de revisões tarifárias. Hoje, a Eletropaulo atende 6,1 milhões de unidades consumidoras na cidade de São Paulo e região metropolitana.

A previsão é que a revisão tarifária periódica da distribuidora ocorra no próximo dia 4.

Revisão periódica
Esse procedimento foi aprovado em abril deste ano e já foi adotado pela Coelce (Companhia Energética do Ceará). Depois da Eletropaulo, devem passar pela revisão tarifária periódica a Celpa (Centrais Elétricas do Pará), no dia 7 de agosto; a Elektro, no dia 27 de agosto; a Bandeirante, no dia 23 de outubro; e a CPFL-Piratininga, também no dia 23.

Após a definição da metodologia do terceiro ciclo de revisões tarifárias, as distribuidoras que tiveram a vigência de suas tarifas prorrogadas terão 28 dias para apresentar as informações iniciais necessárias ao cálculo tarifário da revisão.

A resolução que definirá a metodologia também determinará a aplicação retroativa dos novos valores à data contratual das revisões tarifárias.

Segundo a agência, a diferença entre as tarifas aplicadas no período provisório de vigência da revisão e as definidas na homologação dos resultados definitivos será calculada e compensada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos