Aneel reajusta tarifa de energia de consumidores de SP e revisa a do Tocantins

SÃO PAULO - Quase 4.500 consumidores de São Paulo vão pagar mais caro pela conta de luz e mais de 455 mil consumidores do Tocantins tiveram o reajuste nas tarifas de energia revisado.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (5) o aumento no valor da tarifa da Ceris (Cooperativa de Eletrificação Rural da Região de Itapecerica da Serra) e a revisão no reajuste das tarifas da Celtins (Companhia de Energia Elétrica do estado do Tocantins).

Concessionárias
No primeiro caso, o reajuste de 14,49%, em média, que deve entrar em vigor a partir da próxima segunda-feira (11), foi influenciado principalmente pelo custo que a cooperativa teve com pagamento de encargos setoriais.

A Ceris atende os clientes das cidades de Itapecerica da Serra, Embu-Guaçú, São Lourenço da Serra, Juquitiba e São Paulo.

Já no segundo caso, o aumento médio de 7,67% que havia entrado em vigor na última segunda (4) foi revisto para 7,36%, para acompanhar a modificação do IGP-M. Como o índice foi negativo, divulgou a Aneel, as tarifas também ficam menores.

Para as residências, as contas sobem 7,19%, e para as indústrias, 7,92%. A Celtins atende 129 municípios do Tocantins.

UOL Cursos Online

Todos os cursos