Aneel reajusta tarifa de energia de consumidores do ES, PR e SC

SÃO PAULO – A conta de luz ficará mais cara para mais de 3,810 milhões de consumidores dos estados do Espírito Santo, de Santa Catarina e Paraná. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (2) o aumento no valor da tarifa da Escelsa (Espírito Santo Centrais Elétricas), Celesc e Cooperaliança (Cooperativa Aliança).

Os percentuais aprovados refletem a variação do IGP-M, índice previsto no contrato de concessão para medir a inflação no período, o aumento do custo de encargos no setor elétrico e os gastos que as distribuidoras tiveram com compra de energia.

Segundo a Aneel, para calcular os índices, também é considerada a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência, sendo que no cálculo são incluídos custos gerenciáveis e custos de energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais.

Tarifas

As novas tarifas entrarão em vigor no dia 7 de agosto em 70 cidades do Espírito Santo, 260 municípios de Santa Catarina e na cidade de Rio Negro, no Paraná. Já na cidade de Içara, também em Santa Catarina, a nova tarifa passa a vigorar no dia 14 de agosto. A tabela abaixo mostra quais foram os índices para cada classe de consumo:

 

Empresa Reajuste
(Baixa tensão*) 
Reajuste médio
(Alta tensão**) 
Número total de
consumidores 
Área atendida
Escelsa 2,99% 2,93% 1,1 milhão 70 municípios capixabas
Celesc 1,53% 0,79% 2,38 milhões 260 municípios de Santa Catarina e um do Paraná (Rio Negro)
Cooperaliança 4,50% 1,45% 33 mil Içara
Fonte: Aneel
* Residências / ** Indústria 

Redução

Já os consumidores de Xanxerê, em Santa Catarina, atendidos pela Ienergia (Iguaçu Distribuidora de Energia Elétrica), terão uma redução nas tarifas a partir do dia 7 de agosto.

No total, são 30 mil usuários que serão beneficiados com redução média de 0,09%.

Sem mudanças

A Aneel também decidiu manter as tarifas da Celpa (Centrais Elétricas do Pará) até a publicação da metodologia definitiva do terceiro ciclo de revisões tarifárias. São atendidos pela concessionária 1,7 milhão de consumidores de 143 municípios do Pará.

UOL Cursos Online

Todos os cursos