Preço do metro quadrado mais caro de SP é três vezes maior que o do mais barato

SÃO PAULO - Com preço 241,44% maior que o do bairro mais barato de São Paulo, o Ibirapuera-Vila Nova Conceição, localizados na zona sul da cidade de São Paulo, foi o metro quadrado mais valorizado do município em julho, segundo revela o índice Fipezap, elaborado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica) e pela Zap Imóveis.

De acordo com o levantamento divulgado nesta quarta-feira (3), o preço do metro quadrado de um apartamento no Ibirapuera-Vila Nova Conceição chegou a R$ 8.437, 51,44% mais caro do que o preço médio do metro quadrado apurado na cidade, de R$ 5.571 no sétimo mês do ano.

A região do Jardim Paulistano foi o segundo bairro mais valorizado de São Paulo, com o preço de R$ 8.282 o metro quadrado. Paraisópolis é a área mais em conta - R$ 2.471 o metro quadrado -, conforme é possível observar na tabela a seguir:

Maiores e menores valores de metro quadrado em São Paulo
Bairro Maiores preços Bairros Menores preços
Ibirapuera - Vila Nova Conceição R$ 8.437 Itaquera R$ 2.733
Jardim Paulistano R$ 8.282 Artur Alvim R$ 2.711
Fazenda Morumbi - Jóquei Clube R$ 7.624 Vila Carmosina R$ 2.665
Vila Olímpia R$ 7.445 São Miguel Paulista R$ 2.602
Chácara Itaim R$ 7.442 Paraisópolis R$ 2.471
Fonte: Fipe/Zap Imóveis

Rio de Janeiro
No Rio de Janeiro, a diferença entre o preço médio do metro quadrado apurado no sétimo mês do ano (R$ 6.745) e o valor mais caro da cidade (de R$ 15.160, no Leblon) é de 124,76%.

Na capital fluminense, os bairros mais caros, além do Leblon, são Ipanema (R$ 14.074), Lagoa (R$ 12.156), Gávea (R$ 10.736) e Jardim Botânico (R$ 9.884).

Os bairros de Anchieta e Guadalupe, por outro lado, estão entre os mais baratos da cidade, com o metro quadrado em R$ 975 e R$ 793, respectivamente.

UOL Cursos Online

Todos os cursos