Imóveis de 2 e 3 quartos são os preferidos de executivos estrangeiros no SP

SÃO PAULO – Os imóveis de dois e três dormitórios são os preferidos de executivos estrangeiros que vêm trabalhar em São Paulo. A informação é da Anglo Americana Imóveis, empresa especializada em consultoria e assessoria imobiliária.

De acordo com o levantamento da Anglo, os executivos estrangeiros que se mudam para o país são jovens e a maior parte deles é solteira, ou recém-casada e sem filhos. Além de quererem imóveis com mais de um dormitório, estes compradores desejam imóveis novos ou reformados, com armários e mobília.

“Apesar de não terem filhos, eles querem uma área maior para aproveitar melhor o espaço e montar um escritório dentro de casa, por exemplo”, explica o diretor da empresa, Amir Makansi.

Investimento
Ainda segundo Makansi, muitos dos executivos estrangeiros que passam a morar e trabalhar no Brasil também enxergam nos imóveis da cidade de São Paulo uma forma de investimento.

Neste caso, explica o diretor, o objetivo não é comprar para vender, mas, sim para ganhar dinheiro com o aluguel, que pode girar de R$ 3 mil a R$ 8 mil por mês.

Dentre os bairros mais procurados, tanto por aqueles que compram para investir como para os que compram para morar, estão os localizados no centro financeiro da capital paulista, como a região da Avenida Paulista, Vila Olímpia e Itaim Bibi.

Nestas regiões, um imóvel com as características citadas, diz Makanzi, varia de R$ 800 mil a R$ 1,2 milhão.

UOL Cursos Online

Todos os cursos