Minha Casa, Minha Vida recebe quase R$ 2 bilhões de recursos do FGTS

SÃO PAULO – O programa Minha Casa, Minha Vida recebeu R$ 1,998 bilhões em recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no primeiro semestre deste ano. Com o valor liberado, serão contratadas cerca de 122 mil unidades de moradias, destinadas a cerca de 500 mil brasileiros e gerando empregos para mais de 520 mil trabalhadores.

Os dados foram divulgados pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, durante a reunião do Conselho do FGTS, realizada nesta terça-feira (23).

Ainda de acordo com o MTE, o Sudeste foi a região que teve a maior liberação do fundo, de R$ 732,3 milhões, seguido pela região Sul, com R$ 521,3 milhões.

Para o Nordeste, foram liberados R$ 422,8 milhões e para o Centro-Oeste, R$ 277,4 milhões. Já a região Norte teve a menor liberação, de R$ 92,2 milhões.

Arrecadação
A arrecadação bruta do FGTS totalizou R$ 39,4 bilhões entre janeiro e junho deste ano, um aumento de 18% frente ao mesmo período de 2010.

Em relação à arrecadação líquida, o crescimento foi de 21%, chegando a R$ 6,9 bilhões em 2011.

Saques
O montante do valor sacado chegou a R$ 4,9 bilhões nos seis primeiros meses deste ano, um aumento de 17%, se comparado com o primeiro semestre de 2010. O principal motivo para os saques foi a demissão por justa causa, que representam mais de 62% das retiradas do fundo.

Já os saques por aposentadoria cresceram 26%, no período analisado, atingindo um montante de R$ 1,9 bilhão, retirado por 2,4 milhões de pessoas.

Para moradia, foram mais de 521 mil saques. O principal motivo foi a aquisição de imóvel residencial, em um total de R$ 2,1 bilhões. Em seguida, está liquidação ou amortização do saldo devedor do financiamento habitacional, com R$ 697,8 milhões. Depois, aparecem os saques para pagamento de prestação do financiamento, com R$ 144,2 milhões.

UOL Cursos Online

Todos os cursos