Custo da construção civil fica quase estável em agosto, aponta SindusCon-SP

SÃO PAULO - Os preços da construção civil paulista ficaram praticamente estáveis em agosto, com aumento de apenas 0,06%, na comparação com o mês anterior, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1) pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo).

O CUB (Custo Unitário Básico) reflete a variação mensal das despesas do setor para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil. No mês passado, ele foi de R$ 952,43 por metro quadrado.

Em agosto, o custo das construtoras com mão de obra, na comparação com julho, não subiu. Por outro lado, o de materiais de construção aumentou 0,06%.

De janeiro a agosto deste ano, o CUB acumula alta de 5,56%. Considerando os últimos 12 meses terminados em agosto, os custos registraram aumento de 5,13%.

Alta dos preços
Dos 41 itens de materiais de construção analisados, no oitavo mês do ano, apenas três registraram inflação maior que a do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), que apresentou acréscimo de 0,44%.

A maior alta, de 1,15%, foi verificada na placa de gesso para forro sem colocação. Esquadrias de correr quatro folhas de alumínio e bloco de concreto 19x19x39cm também tiveram acréscimo, de 0,71% e 0,53%, respectivamente.

UOL Cursos Online

Todos os cursos