SP: cresce 85,76% a compra de imóveis usados em julho

SÃO PAULO - De acordo com pesquisa divulgada pelo Creci-SP (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo) nesta quarta-feira (28), houve aumento de 85,76% nas vendas de imóveis usados, se comparado ao resultado de junho.

Quando analisadas as regiões de São Paulo, o maior percentual de vendas foi registrado na zona C, com 33,22% das vendas. Em seguida, aparece a zona A com 19,93% das vendas e a zona B, com 19,23%. As zonas com as menores vendas de julho foram a D e a E, com 16,78% e 10,84%, respectivamente.

Preços
Considerando a faixa de preço abaixo de R$ 200 mil, os mais procurados foram os de valor de R$ 181 mil a R$ 200 mil, com 6,57% da preferência, conforme tabela a seguir:

Valor do imóvel (R$) Percentual
Até 40 mil nulo
De 41 a 60 mil nulo
De 61 a 80 mil 1,09%
De 81 a 100 mil 2,55%
De 101 a 120 mil 0,73%
De 121 a 140 mil 4,38%
De 141 a 160 mil 6,20%
De 161 a 180 mil 2,19%
De 181 a 200 mil 6,57%
Acima de 200 mil 76,28%
Fonte: Creci-SP

Vendas
De acordo com os dados, 286 apartamentos e casas usados foram vendidos na capital paulista em julho pelas 454 imobiliárias consultadas pelo Creci-SP. Assim, o índice de vendas por imobiliária atingiu 0,6300, aumento de 85,76% diante do mês de junho, que registrou 0,3391.

A maioria das vendas se deu à vista, com representação de 50,35% no total das vendas, seguida pelo crédito bancário, om 45,8%. As vendas parceladas diretamente com o proprietário representaram 3,85%, enquanto na modalidade consórcio não houve venda registrada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos