Em seis meses, zona norte de SP tem a maior valorização imobiliária da cidade

São Paulo – Em média, o metro quadrado de um apartamento novo na cidade de São Paulo custa R$ 6.019, uma valorização de 14% entre abril e outubro deste ano, revela a pesquisa de preços de imóveis residenciais, apresentada na última quarta-feira (26) pelo Ibope Inteligência e divulgada nesta quinta-feira (27). Se consideradas todas as regiões da capital paulista, a zona Norte teve a maior valorização do metro quadrado, de 28% no mesmo período. 

Mesmo com a maior valorização da cidade encontrada na zona Norte, o metro quadrado na região custa, em média, R$ 5.114. Segundo o levantamento, a região que apresentou o metro quadrado mais caro de São Paulo foi a região Sudoeste, onde o valor chega a R$ 7.094.

Na região Central, o metro quadrado pode chegar, em média, a R$ 6.538, sendo o segundo mais caro da cidade. Em terceiro lugar aparece a zona Oeste com valor médio de R$ 5.962.

Na quarta posição aparece a zona Norte, seguida das zonas Sul (R$ 4.777), Sudeste (R$ 4.772), Noroeste (R$ 4.627) e Leste (R$ 3.420).

Usados
Tanto o preço dos imóveis residenciais novos, quanto dos usados tem subido nos últimos seis meses na cidade de São Paulo. O índice médio do preço do metro quadrado para apartamentos novos na capital paulista subiu 14,20% entre abril e outubro deste ano, passando de 162 para 185.

Já os imóveis usados, tiveram aumento de 10,96% no índice, passando de 146 para 162 na mesma base comparativa.

A região que mais apresentou aumento nos preços dos imóveis usados foi a Noroeste, com alta de 21%. Porém, a região Sudoeste é a que possui o metro quadrado usado mais caro de São Paulo, cotado a R$ 5.327.

Na segunda posição entre os metros quadrados mais caros da capital paulista está a zona Oeste, com R$ 5.294, seguida pelas zonas Centro e Norte, com valor médio de R$ 4.738 e R$ 4.378, nesta ordem.

Na quinta posição aparece a zona Noroeste e, em seguida, as zonas Sudeste (R$ 4.104), Sul (R$ 3.636) e Leste (R$ 2.999).

Capitais
Outras cidades também analisadas pelo levantamento foram: Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife.

No Rio de Janeiro, o metro quadrado mais caro entre os apartamentos novos aparece na zona Sul, cotado em R$ 11.673, já o mais barato é encontrado na zona Oeste, chegando a R$ 2.403.

Na capital carioca, a zona Sul aparece novamente com o valor mais alto entre os imóveis usados, tendo o metro quadrado avaliado em R$ 9.759, já o mais barato é de R$ 2.022, encontrado na zona Oeste.

Em Porto Alegre, o metro quadrado mais caro é encontrado nos bairros Centro ou Cidade Radiocêntrica, por R$ 5.445 e o mais barato, de R$ 2.475, é encontrado no bairro Sul ou Cidade Rururbana.

Já entre os usados, o mais caro é visto nos bairros Centro ou Cidade Radiocêntrica, chegando a custar R$ 3.248; já o mais barato, avaliado em R$ 2.086, é encontrado nos bairros Sul ou Cidade Rururbana.

Na capital pernambucana, o metro quadrado dos imóveis novos são mais caros na microrregião 1 - Boa Viagem, cotado a R$ 4.895, e o mais barato na microrregião 6 - Leste, avaliado em R$ 2.475.

Os imóveis usados mais caros de Recife são encontrados por R$ 3.709, na microrregião 1 - Boa Viagem, e o mais barato custa, em média, R$ 2.224 e fica na microrregião 6 - Leste.

UOL Cursos Online

Todos os cursos