Inflação pelo IGP-M acelera, varejo e construção pesam

SÃO PAULO, 11 de maio (Reuters) - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu 0,70 por cento na primeira prévia de maio, ante alta de 0,55 por cento em igual período de abril, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) aumentou 0,60 por cento, contra 0,63 por cento antes.

O IPA agrícola teve oscilação negativa de 0,02 por cento, após subir 0,77 por cento. O IPA industrial avançou 0,83 por cento na primeira prévia deste mês, ante 0,58 por cento na primeira de abril.

As maiores quedas individuais de preços no atacado foram de algodão em caroço, laranja, soja em grão, farelo de soja e carne bovina. As principais altas foram de cana-de-açúcar, minério de ferro, álcool etílico anidro, batata-inglesa e leite industrializado.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,87 por cento na primeira prévia de maio, ante variação positiva de 0,46 por cento na primeira leitura de abril.

A maioria dos grupos acelerou a alta, com destaque para Alimentação, Vestuário, Saúde e cuidados pessoais e Transportes.

As principais elevações de custos no varejo foram de gasolina, batata-inglesa, tarifa de energia residencial, leite longa vida e tarifa de água e esgoto residencial.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,94 por cento, ante 0,23 por cento. O componente mão de obra acelerou a alta para 1,55 por cento contra 0,34 por cento.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

UOL Cursos Online

Todos os cursos